Aguarde...
Carregando...
Ordenar por
Carregando produtos...

Coceira em Cães

1 2

Coceira em cães

É muito comum vermos nosso pet se coçando aqui e ali de vez em quando. Agora, se ele repete esse hábito com frequência e em longo prazo, pode ser que algo esteja errado, sobretudo quando há lesões e queda de pelo na região.

A primeira coisa que vem à nossa cabeça quando observamos algum cachorro se coçando muito é que ele está com pulga, mas pode ser muito mais grave que isso. Por esse motivo, o melhor a fazer quando vemos um animal com coceira excessiva é levá-lo ao veterinário e não administrar nenhum tipo de medicamento ou vermífugo, pois há muitos tipos de causadores.


Meu cachorro está com coceira: o que pode ser?

Brincar e se coçar faz parte do cotidiano dos cachorros, mas, quando isso se torna fora de controle, pode ser que o pet esteja com alguma disfunção de pele ou com pulgas e carrapatos. A coceira pode ser uma resposta do organismo a uma alergia a alimentos, plantas, dermatites, mudanças de ração repentinas ou mesmo sarna.


Dermatite no cachorro: sintomas

A dermatite é uma doença causada por alergias, fungos, pulgas, estresse, distúrbio emocional, umidade e fatores genéticos, em que o cão apresenta inchaço, vermelhidão, inflamação, bolhas, crostas e descamação da pele, além de perda de pelo.


leia mais...

Cachorro com coceira: sintomas da sarna

A sarna é proveniente de um carrapato que vem de travesseiros, panos e brinquedos. Há três tipos de sarna: a sarcóptica, a otodécica e a sarna demodécica, sendo a primeira contagiosa em humanos, a segunda acometida somente nas orelhas e a terceira do tipo crônica.


Tratamento de sarna em cachorro e coceira em geral

Seja por alergia, por contágio por pulgas, carrapatos ou fungos, a coceira no cão deve ser examinada a fundo, pois há inúmeras possibilidades de causas dessa complicação (que gera bastante incômodo ou mesmo feridas na pele).

O tipo de tratamento e sua duração podem variar muito de acordo com o agente causador, mas, geralmente, para todos os quadros são indicados banhos com shampoo para cachorro e, em alguns casos mais críticos, como a sarna sarcóptica e dermatites, é necessário também o uso de medicamentos antibióticos, muitas vezes por meio de fluidoterapia (injeção). Além disso, pomadas de uso tópico são também bastante recomendadas, principalmente para dermatites.


Remédio para sarna em cachorro

É preciso tomar bastante cuidado, pois a administração indevida de um remédio pode agravar a condição ou mesmo acarretar outras disfunções. Por exemplo, o medicamento usado para sarna pode ser diferente que o utilizado em pulgas, seja ele via oral, tópico ou injetável. Cada um tem sua função, e muitas vezes eles podem apresentar efeitos colaterais, dependendo da dosagem.

É por isso que a Petz não incentiva qualquer tipo de automedicação ou autodiagnóstico. Se você observou coceira excessiva ou outro tipo de mudança comportamental em seu pet, leve-o a um veterinário de confiança para um diagnóstico profissional. E lembre-se: com a saúde do seu animal de estimação não se brinca.

fechar...