Aguarde...
Carregando...
Ordenar por
Carregando produtos...

Sarnicida

Sarnicida


Travesseiros, panos, camas, brinquedos... os ácaros estão por toda parte. Alguns ácaros estão presentes até mesmo no corpo dos cães, e o problema é que alguns tipos de ácaros provocam uma doença bastante séria: a sarna. Alguns deles apresentam sintomas mais graves e outros menos agudos, dependendo do tipo de sarna. Sim, existe mais de um tipo de sarna – mais precisamente, três.

 

Sarna sarcóptica: a sarna em cães do tipo sarcóptica, conhecida também como escabiose canina, é caracterizada pela coceira excessiva por todo o corpo, além de vermelhidão, lesões e crostas na pele do animal. Também é muito comum o surgimento de bolhas e, principalmente, a queda de pelo. A sarna sarcóptica é contagiosa e pode ser transmitida do animal para o ser humano, ou seja, é um tipo de zoonose.

 

Sarna otodécica: esse tipo de sarna acomete somente uma região do corpo: a orelha. Conhecida como sarna de ouvido, a doença apresenta coceira intensa, resultando muitas vezes em lesões, além do acúmulo excessivo de cera, que pode gerar uma otite canina. A sarna otodécica não é uma zoonose, mas é contagiosa entre cães e gatos.

 

Sarna demodécica: esta é a mais temida das sarnas, mesmo não sendo contagiosa. A sarna demodécica é do tipo crônica, ou seja, é genética e passada de geração para geração. Um método de prevenir que novos pets sejam afetados com a doença é castrar o animal com a sarna demodécica, impedindo, assim, a reprodução de filhotes com o distúrbio.

 

Existem outros tipos de dermatite canina que apresentam alguns sintomas parecidos com o da sarna, por isso, é muito importante pedir a ajuda de um profissional para que seja feito um diagnóstico completo e preciso, garantindo o tratamento adequado e a segurança do bichano.

leia mais...

O que é bom para sarna de cachorro?

Há diferentes formas de tratamento para cada um dos tipos de sarna.

 

Sarna sarcóptica e sarna otodécica: Após o diagnóstico de um profissional por meio de um exame laboratorial, geralmente são recomendados banhos com shampoo para cachorro, remédios de uso tópico (aplicado na pele do animal) e medicamentos via oral. Em casos mais graves, pode ser preciso injetar o remédio diretamente no organismo do animal para resultados mais precisos e urgentes. Para a sarna otodécica em específico, é preciso fazer a higienização frequente do ouvido do animal.

 

Para tratar e amenizar os sintomas da sarna demodécica é preciso ter atenção na alimentação, vacinação e vermifugação do animal. O médico veterinário provavelmente indicará dietas, vacinas e o uso de outros produtos específicos.

 

Melhor vermífugo para cães

Há diversas opções de vermífugo aqui, na Petz. Alguns deles, específicos para filhotes, adultos e idosos; outros, para determinadas raças. Encontre aqui, na Petz, o melhor vermífugo para cães e garanta a saúde do seu animalzinho de estimação.

Mas, lembre-se: nunca faça um diagnóstico e medique seu pet por conta própria. Observou algum sintoma da sarna? Corra para o veterinário e peça orientação profissional, pois a saúde do seu cachorro é assunto sério. Seja consciente!

fechar...