Como cuidar de papagaio: veja algumas dicas importantes

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 26, 2021

Animais Silvestres
Como cuidar de papagaio: veja algumas dicas importantes
Tempo de leitura: 6 minutos

Você sabe como cuidar de papagaio? Muito populares no Brasil, essas aves são pets divertidos que se destacam por interagir bastante com os tutores. Entre truques, imitações e cantorias, o pássaro costuma ser uma ótima companhia para afastar a solidão.

papagaio de perfil

Não à toa, essas aves fazem muito sucesso entre os idosos, o que costuma ser bom para pets e tutores. Isso porque, uma vez que demandam bastante atenção, esses pássaros são mais recomendados para quem passa bastante tempo em casa. Abaixo, elencamos como cuidar de papagaio recém-nascido ou adulto.

Compra legalizada, o primeiro cuidado com o pet

Se você está pensando em adquirir essa ave para si mesmo ou para alguém da sua família, fique atento. O primeiro passo para aprender como cuidar de um papagaio é com a escolha do fornecedor. Justamente por sua popularidade, esses animais estão entre os mais contrabandeados pelo tráfico ilegal. 

Nesse sentido, uma das regiões mais afetadas no Brasil é o Mato Grosso do Sul. Para se ter uma ideia, dados mostram que, em 2019, o tráfico de papagaio-verdadeiro aumentou 142%! Isso há dois anos, então imagine o quanto já cresceu de lá para cá.

Além de contribuir com o mercado ilegal, ao adquirir um pet apreendido na natureza você se torna corresponsável pela morte desses bichos. Isso porque, devido às más condições, muitos não resistem ao cativeiro. 

Por isso, compre apenas de locais parceiros de criadouros autorizados. Papagaios comercializados dentro da lei possuem uma anilha fechada em uma das patas ou microchip sob a pele. Verifique todas essas informações antes da compra.

Como escolher uma gaiola para papagaio

Em geral, para aprender como cuidar de papagaio, recomenda-se escolher uma gaiola espaçosa. Ela precisa permitir ao pet abrir bem as asas e dar uma volta completa no próprio corpo sem problemas. Mas esse é o mínimo necessário para ajudar na qualidade de vida do pássaro. 

Na verdade, para quase todos os pets que vivem num espaço fechado, como aves, répteis e roedores, quanto mais espaço tiverem, melhor será para seu bem-estar. Lembrando que, além da disponibilidade financeira para adquirir uma grande gaiola para papagaio, é preciso ter um lugar na casa para colocá-la.

Como todo psitacídeo, o papagaio se diverte ao bicar e descascar as coisas. Ele possui bicos fortes e preparados para isso. Sendo assim, é fundamental que a gaiola seja feita de material bem resistente, como o arame. 

Além disso, o espaçamento entre as tramas da grade não deve ser muito pequeno, sob o risco de prender as patas da ave, causando acidentes. Uma vez que os papagaios gostam muito de brincar em poleiros, o formato da gaiola é outro fator fundamental. 

Dê preferência a gaiolas mais altas e que já venham com poleiros em tamanho adequado. Algumas delas já vêm com poleiro na parte externa da gaiola, o que é ótimo para quando o pet estiver interagindo com você.

Cuidados com a manutenção da gaiola

Escolher uma gaiola adequada é o primeiro passo para saber como cuidar de papagaio filhote ou adulto. Feito isso, é preciso ter alguns cuidados de manutenção, a fim de proporcionar mais segurança e bem-estar ao pet. 

  • Mantenha a gaiola dentro de casa em local iluminado e protegido contra predadores, como cães e gatos. A presença deles é estressante para o pet;
  • Embora seja importante escolher um local arejado para a gaiola, correntes de vento são muito perigosas para as aves. Podendo provocar uma série de doenças respiratórias;
  • Ao contrário do que muitos pensam, a cozinha não é um bom local para as aves. Ao serem aquecidas, algumas panelas liberam uma substância tóxica para esses pets,
  • Limpe a gaiola diariamente, removendo a bandeja e passando pano em acessórios, como poleiros, comedouros, bebedouros e brinquedos. Além de deixar o pet mais protegido contra contaminações, isso impede que as fezes do papagaio fiquem incrustadas.

papagaio de perfil

Alimentação: o que os papagaios gostam de comer?

Ao pensar no que papagaio pode comer, muitos se lembram do famoso mix de sementes. Se esse é o seu caso, saiba que a misturinha nunca deve ser a base da alimentação do pássaro. 

Isso porque, além de serem pobres em nutrientes, as sementes propiciam a seleção dos alimentos pelos psitacídeos. Com isso, as aves acabam comendo apenas as mais saborosas, como a semente de girassol, que é o que papagaio gosta de comer

Estas são justamente as mais gordurosas. Ou seja, além de não atenderem às necessidades nutricionais da ave, ainda contribuem para problemas como a obesidade.

A melhor maneira de aprender como cuidar de papagaio é garantir uma alimentação balanceada por meio dos alimentos extrusados específicos para a espécie. No processo de extrusão, cada partícula da comida passa a ter a mesma composição. Isso impede que o pet selecione o que prefere, garantindo uma nutrição completa. 

Embora a ração proporcione todos os nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo do pet, você pode usar outros alimentos. Frutas, legumes e sementes servem como petiscos na hora de ensinar truques ou ao interagir com o papagaio. Alguns alimentos extrusados já vêm com pequenos pedaços de frutas secas. Eles adoram!

Higiene e saúde

Você sabia que os papagaios também tomam banho? Pois é! Especialmente nos dias quentes, colocar uma banheirinha com água na gaiola uma vez por semana é uma boa pedida para limpar e refrescar o pet. 

Nos dias mais frios, utilize uma toalha limpa para ajudar na secagem das penas. Juntamente à limpeza da gaiola, esse é um dos cuidados com papagaio que ajuda no bem-estar do pet. 

Entre os problemas de saúde mais comuns em papagaios estão doenças respiratórias e infecções por fungos e bactérias, como ocorre na psitacose. Para saber se a ave está doente, observe o comportamento dela: ela tem andado mais quietinha e amuada? Como estão as fezes dela? Em caso de suspeita, procure um veterinário!

Saúde mental também é importante e influencia a saúde física

Um dos motivos por que os papagaios são mais indicados para quem passa bastante tempo em casa é que eles gostam muito de atenção. Além de muito divertido, interagir com eles é um pré-requisito para garantir seu bem-estar. 

Por serem muito agitados e inteligentes, esses animais precisam receber estímulos. Daí a importância de ensinar truques e fazer o enriquecimento ambiental com a ajuda de brinquedos próprios para papagaio. 

Lembrando que os psitacídeos gostam muito de descascar objetos, dê preferência aos brinquedos de madeira. O tamanho é outro aspecto de grande importância na hora da escolha, já que peças muito pequenas podem acabar prendendo a pata do pet.

Ensinar truques é divertido e estimula a cognição desses animais espertos. Para isso, escolha um momento em que o pet esteja tranquilo e fique atento à duração de cada sessão de adestramento. 

O metabolismo das aves é muito rápido, de modo que elas ficam facilmente estressadas e cansadas. Ao perceber que o papagaio está cansado, encerre o treinamento. Por isso é tão importante saber como cuidar de um pássaro de forma geral, para não estressá-lo!

papagaio em fundo cinza

Gostou de saber como cuidar de papagaio? Continue acompanhando o blog e redes sociais da Petz para mais dicas e informações sobre seus bichinhos favoritos!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *