Intoxicação em gatos: saiba como prevenir o problema

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 8, 2019

Bem-Estar
Intoxicação em gatos: saiba como prevenir o problema
Tempo de leitura: 4 minutos

Geralmente, os bichanos são fiéis a sua ração e evitam comer itens que encontram pela casa. Apesar disso, a intoxicação em gatos não é um problema raro, e cabe ao tutor ter atenção aos produtos que podem oferecer riscos ao seu amigo peludo.

Pensando nisso, preparamos um guia com as principais fontes de intoxicação em gatos. Ficou interessado? Acompanhe as informações!

O que é a intoxicação?

A intoxicação é um processo natural, que ocorre quando o corpo reage a uma substância nociva. Ela pode ocorrer tanto por ingestão como por um simples contato com determinado produto. Trata-se de algo muito comum tanto em humanos como animais.

Porém, a intoxicação em pets pode ser um pouco mais complicada. Afinal, os gatos são bem menores do que os seres humanos, e a ingestão de algo tóxico pode causar sérios problemas. Portanto, fique de olho em substâncias perigosas para os bichanos.

O que pode causar intoxicação em gatos?

Quando adotamos um gato, tentamos deixá-lo confortável e feliz, certo? Por isso, muitas vezes esquecemos que os pets, na verdade, são animais, e precisam de cuidados específicos.

Por mais que o seu amigo de quatro patas sente no sofá ou goste de assistir televisão, a maioria dos produtos destinados a humanos pode fazer mal ao bichinho.

Em uma casa, diferentes itens podem ser nocivos para os bichanos. Acompanhe nesta lista o que deve despertar a sua atenção:

Alimentos

Mesmo que seu amigo peludo peça com jeitinho, é preciso resistir à tentação de dar alimentos de humanos para os gatos. A cebola, um dos temperos mais comuns na nossa dieta, é nociva para os bichanos.

Além disso, embutidos, doces, produtos industrializados e ingredientes gordurosos também não são indicados. O melhor é confiar na ração indicada pelo nutricionista e adotar um ou outro petisco ocasional.

Produtos de limpeza

Outro item comum em qualquer lar, os produtos de limpeza também podem oferecer riscos aos bichanos. Nessa categoria, a água sanitária e o cloro são os mais perigosos. Por isso já sabe: melhor manter o bichano longe na hora da faxina.

Remédios

É muito comum ouvirmos recomendações para administrar medicamentos para humanos nos pets. Porém, você sabia que a intoxicação em gatos por remédios é muito comum?

Além da dosagem ser muito diferente, substâncias como o paracetamol e o diclofenaco de sódio podem ser extremamente perigosas para gatos. Assim, não dê remédios para seu animal seu a prescrição de um veterinário.

Plantas

Os felinos costumam gostar de jardins, principalmente se você tiver a erva de gato para ele se divertir!

Mas, plantas também podem ser perigosas. Aqui, o destaque vai para o lírio e a comigo-ninguém-pode, campeões em intoxicação nos gatinhos.

Sintomas de intoxicação em gatos

É difícil listar todos os sintomas de intoxicação de gato, já que existem diferentes tipos de complicações e possíveis causas. Os produtos podem causar reações distintas, e o tutor precisa ficar de olho para perceber o problema em seu amigo.

Porém, conforme explica a médica-veterinária da Petz, a Dra. Anna Carolina Massenzi, há alguns comportamentos que podem indicar que o gato está intoxicado. São eles:

  • Vômito;
  • Salivação excessiva;
  • Agitação ou apatia;
  • Diarreia.

Se notar que seu amigo peludo está com alguns dos sintomas acima, você pode fazer uma investigação pelo ambiente. Procure sinais que indiquem se o gato, por exemplo, entrou no compartimento de produtos de limpeza ou roubou algum item da despensa.

Mas, não esqueça: sempre procure um veterinário o mais rápido possível. Além do especialista poder realizar o diagnóstico correto, o tratamento para desintoxicar gato deve se iniciar imediatamente, para garantir o bem-estar do bichano.

Meu gato está intoxicado: o que fazer?

Você encontrou seu amigo de quatro patas lambendo a garrafa de água sanitária? Ou percebeu que ele comeu uma folha de comigo-ninguém-pode por engano? Saiba nos casos de intoxicação em gatos o que fazer!

Segundo a Dra. Anna Carolina, o mais indicado é correr para um centro veterinário. “O tutor não deve, em nenhuma hipótese, dar qualquer tipo de medicação ou seguir receitas caseiras”, explica a veterinária.

Ou seja, por mais que indiquem produtos como mel ou carvão para desintoxicação, eles apresentam mais riscos do que benefícios. O ideal é sempre seguir fontes seguras de informação!

“Além de não salvar a vida do pet, essas receitas podem piorar o quadro clínico”, complementa a especialista. Apesar de ser um problema grave, que pode gerar grandes complicações, se o gato for tratado por um veterinário confiável e o tratamento se iniciar rapidamente, há boas chances do bichano se recuperar.

Na Petz você encontra profissionais responsáveis, que ficarão felizes em ajudar você e seu amigo em caso de intoxicação. Procure a unidade mais próxima e venha nos fazer uma visita!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *