Meu gato não quer comer e está triste: o que pode ser?

Postado por PETZ, em Atualizado em Sep 28, 2021

Bem-Estar
Meu gato não quer comer e está triste: o que pode ser?
Tempo de leitura: 4 minutos

Para um pai ou mãe de pet, encontrar o filho de quatro patas alegre e saudável é sempre motivo de uma grande felicidade! Por isso, se você está se perguntando “meu gato não quer comer e está triste, o que fazer?”, provavelmente, está muito preocupado. 

gato deitado

Afinal, a nutrição é um dos principais pontos para o bem-estar de um peludo, então devemos sempre estar atentos a isso. Além disso, os bichanos são naturalmente ativos e divertidos! Por isso, um pet desanimado é sempre um sinal de alerta. 

Se você está questionando “meu gato não quer comer e está triste”, continue lendo. Consultamos um médico-veterinário que tirou todas as dúvidas sobre o assunto! 

Seletivo, mas nem tanto

Os gatos são pets sensíveis e seletivos. No caso da alimentação, isso traz algumas demandas bem específicas. “Diversas situações podem atrapalhar o apetite de um felino, como localização da ração, mudança do local, tipo de comedouro e troca de ração”, comenta o Dr. Bruno. 

Porém, esse comportamento não é o suficiente para justificar um dia inteiro sem comer. Se seu amigo estiver incomodado, espere por miados, comportamento arredio e muitas caras feias! 

Mas se ele não quer comer e está triste, provavelmente há uma causa mais complexa. O ideal é ficar de olho no gato que não come e buscar ajuda o mais rápido possível. 

Apatia: um sintoma para muitas doenças 

Um gato triste, que não come, está apático e sem energia apresenta sinais comuns de diversas doenças. O Dr. Bruno explica que quadros infecciosos, viroses, depressão e até velhice podem deixar os bichanos desanimados. 

No entanto, isso não significa que esse sinal deve ser ignorado, pois a falta de interesse por brincadeiras ou carícias sempre é um sinal de alerta. De acordo com especialistas, os felinos precisam brincar para estimular o instinto de caçador. 

Mais que um gosto pessoal, essa é uma verdadeira necessidade dos bigodudos! Por isso, se você perceber que seu amigo apresentou qualquer mudança de comportamento, fique atento. Ele pode estar com algum problema de saúde. 

gato descansando na janela

Falta de apetite: o que pode ser? 

Se a apatia é um sintoma comum de muitas doenças, a falta de apetite não é diferente. O Dr. Bruno explica que, basicamente, qualquer enfermidade pode causar esse comportamento. Alguns dos quadros mais comuns que geram a perda da vontade de comer são: 

  • infecções;
  • gengivite;
  • aftas;
  • dor de dente;
  • gastrite;
  • qualquer doença que afete o sistema digestório.

Por isso, se você está se perguntando “meu gato está triste e não quer comer, o que pode ser?”, saiba que apenas um veterinário poderá informar detalhes sobre o quadro do seu bichano. 

O Dr. Bruno reforça que esse é um sintoma sério e não deve ser ignorado. Ao encontrar um gato amuado e emagrecendo, busque ajuda de um profissional o mais rápido possível.

O que fazer quando o gato não quer comer? 

Como o Dr. Bruno informou, se o bichano passa o dia todo sem comer, é sinal de que há algo errado com a saúde dele. Entretanto, se seu amigo está apenas sendo um pouco seletivo, há formas de facilitar a alimentação. Abaixo, confira as dicas para quem está com a dúvida “meu gato não quer comer e está triste”. 

  • Coloque ração fresca: ninguém gosta de uma comida que está há horas no mesmo prato, não é mesmo? Os bichanos partilham da mesma opinião. Se seu amigo está recusando uma ração que está há muito tempo no potinho, experimente colocar uma porção nova e fresca; 
  • Misture ração seca e ração úmida: a ração úmida é uma das variações favoritas dos bichanos! Apesar de muitos tutores a utilizarem apenas como petisco, veterinários explicam que ela possui todos os nutrientes que o pet precisa. Assim, é possível estimular o apetite mesclando um pouco de sachê na ração do seu pet;
  • Troque de comedouro: não pense que os bigodes são apenas um charme a mais para os bichanos. Na verdade, esses pelinhos são extremamente sensíveis ao toque. Por isso, quando o comedouro é muito estreito, o pet pode se sentir incomodado na hora de fazer a refeição;
  • Pense na localização do comedouro: gatos adoram rotina. Por isso, qualquer mudança pode alterar o comportamento deles. A localização do comedouro, por exemplo, deve ser sempre a mesma para o bichano se acostumar. Além disso, o Dr. Bruno recomenda que o pote de ração fique em um local limpo e seguro, longe da caixinha de areia. 

Se, mesmo assim, seu bichano não quiser se alimentar, busque ajuda de um veterinário. Lembre-se que, um dia, já é suficiente para levantar um alerta. Nunca espere até chegar ao ponto de pensar “meu gato não quer comer e está triste há 3 dias”! 

gato na cama

Nas clínicas da Petz, você encontra profissionais responsáveis, que farão de tudo para ajudar você e seu filho de quatro patas. Procure a unidade mais próxima e faça uma visita! Agora que a dúvida “meu gato não quer comer e está triste” foi respondida, veja outras dicas de saúde e bem-estar em nosso blog!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *