Brinquedos para entreter cachorros: a função de cada um deles

Postado por PETZ, em Atualizado em Jan 18, 2021

Brinquedos de pet
Brinquedos para entreter cachorros: a função de cada um deles
Tempo de leitura: 7 minutos

Quando falamos em brinquedos para entreter cachorros, é comum que os vejamos como uma necessidade secundária. Nesse sentido, brincar seria uma atividade divertida, sem dúvida, porém menos essencial que comer, dormir ou passear. Pois saiba que isso não é verdade!

cachorro com brinquedo no pescoço

Fundamentais para o bem-estar canino, as brincadeiras não são apenas uma maneira de manter o pet entretido. Na verdade, elas servem para estimular certos comportamentos naturais do amigo de quatro patas. 

Portanto, os brinquedos são essenciais para a saúde física e emocional deles, mas, para isso, é preciso escolher os brinquedos adequados e saber como utilizá-los. Continue lendo e saiba os melhores brinquedos para cachorro, além de descobrir a função de cada um deles.

Sequência comportamental da caça: você já ouviu falar dela?

Um dos conceitos mais importantes para entender a função dos brinquedos para entreter cachorros é a sequência comportamental da caça. Na natureza, os canídeos passam boa parte de seu tempo dormindo ou em busca de alimento. Afinal, não tem ninguém ali para servir comida de bandeja! 

Salvo por quando estão com muita sorte e encontram uma presa machucada dando sopa, a caça é trabalhosa e envolve uma série de etapas. Eles precisam farejar, visualizar, perseguir, apreender, abater, carregar, mastigar e ingerir a presa, até finalmente roer seus ossos para limpar os dentes.

Em casa, os cães domésticos não precisam fazer nada disso para obter seu alimento. Basta esperar determinado horário para que a comida se materialize “magicamente” no potinho ou olhar para o tutor com olhos irresistivelmente pidões para receber algum petisco. 

Mesmo assim, eles ainda mantêm o instinto de caça, assim como uma fisiologia preparada para isso. Como prova, basta pensar em como eles conseguem sentir o cheiro de comida à distância e em como muitos, ao receber um ossinho ou petisco, costumam “carregá-lo” para um local específico.

Conheça a função de cada brinquedo

“Meu cachorro tem vários brinquedos, mas ele só brinca com um deles”, diz um tutor. “Gastei uma nota com brinquedos novos, mas meu cachorro não se interessa por nenhum”, se queixa outro. Ou ainda: “Desisti de comprar brinquedos para o Totó. Ele destrói todos!”, reclamam muitos.

Relatos desse tipo são extremamente comuns. Em geral, eles indicam a dificuldade que muitos tutores têm para entender o comportamento não apenas dos cães como um todo, mas também das particularidades de seu filho de quatro patas. 

O primeiro passo na hora de escolher brinquedos inteligentes para cachorro filhote e adulto é saber a função de cada um deles. Esta, por sua vez, está ligada à sequência comportamental da caça. 

Nesse sentido, uma coisa muito comum de acontecer é o tutor gastar rios de dinheiro com brinquedos aparentemente diferentes, mas que no fim têm a mesma função. Outro problema frequente é quando o tutor até compra brinquedos com funções diferentes, como um mordedor e uma bolinha. 

Porém, por não saber o momento certo ou a maneira mais adequada de brincar com o brinquedo, ambos acabam servindo para a mesma coisa: roer. A seguir, explicamos como entreter cachorro, para que servem alguns dos principais brinquedos e como utilizá-los.

Brinquedos para forragear

Estes são os brinquedos para distrair cachorro que envolvem estimular o pet a farejar, localizar, “perseguir” e apreender o alimento. Fazem parte desse grupo os brinquedos recheáveis, que liberam o alimento aos poucos, seja um petisco cortado em pedacinhos ou a própria ração. 

Por conta do formato geralmente arredondado, embora não proporcionem uma “caçada” emocionante, tais brinquedos não ficam parados, o que estimula o pet a seguir no encalço deles. 

Dado que distrai o pet, esses são tipos de brinquedos para cachorro que ficam sozinhos. Nesses casos, em vez de dar a ração no comedouro, coloque a porção de comida dentro do brinquedo e ofereça-o ao cachorro imediatamente antes de sair de casa.

Brinquedos para perseguir

Você já se perguntou por que alguns cães gostam tanto de correr atrás de objetos que jogamos para eles? O que ocorre é que, quando jogamos uma bolinha para o cachorro, acabamos simulando a fuga de uma presa durante a caçada. 

Além da bolinha, outros brinquedos que fazem parte desse grupo são os frisbees e quaisquer objetos seguros que você queira jogar para o pet. Em tempo, é interessante destacar que quanto menos previsível é a rota do brinquedo, mais divertido é para o cachorro

Sobre os brinquedos para entreter cachorros que estimulam a perseguição, você já deve ter notado que eles dependem bastante da interação com o tutor. Por isso, deixe para oferecê-los e para brincar com eles somente quando estiver em casa. Do contrário, ele acaba adquirindo outra função, tornando-se mais um brinquedo para roer.

Brinquedos para destroçar

Muitos tutores ficam frustrados ao perceber que o cachorro roeu e destruiu mais um brinquedo, como as pelúcias próprias para cães. Se você faz parte desse grupo, fique sabendo que alguns brinquedos foram desenvolvidos para isso mesmo: estimular o instinto canino de destroçar a presa após a captura. 

cachorro com ursinho de pelúcia na boca

Uma das vantagens de escolher um bichinho de pelúcia desenvolvido especialmente para os cães é que, além de mais resistentes, eles não possuem partes pequenas que podem acabar sendo engolidas pelo pet, como olhos, lacinhos etc. 

Esse tipo de brincadeira fica ainda mais legal com a interação do tutor, mas nada impede que o cão brinque sozinho. Alguns cães até preferem dessa maneira. Seja como for, é importante que você esteja por perto durante a brincadeira. Por menor que seja, sempre existe o risco de o pet ingerir o que não deve e acabar tendo problemas.

Brinquedos para roer

Usados de maneira inadequada, quase todos os brinquedos para cachorro acabam servindo para esse fim. O curioso é que, na natureza, os canídeos não passam tanto tempo roendo os ossos das presas. Já em casa, esta é uma das principais atividades ocupacionais.

A fim de evitar a ingestão de corpos estranhos, lacerações na boca, fraturas nos dentes, entre outros problemas, ofereça a seu amigo somente mordedores desenvolvidos especialmente para cachorros, levando em conta fatores como porte e força da mandíbula. 

Enquanto mordedores de latex são indicados para cães pouco roedores, os de nylon ajudam a controlar o “ímpeto destruidor” dos muito roedores. Antes de oferecer um mordedor mais resistente, porém, vale a pena consultar um veterinário para saber como anda a saúde bucal do cãozinho.

Assim como alguns brinquedos recheáveis, os mordedores estão entre os brinquedos mais seguros, não havendo necessidade de supervisão constante. Por isso, são muito úteis para entreter o cachorro quando você não estiver em casa. 

Brinquedos para a cognição

Além dos quatro tipos básicos de brinquedos mencionados acima, quem gosta de ficar por dentro das novidades do mercado pet já deve ter visto algumas opções bem diferentes, como quebra-cabeças e jogos de tabuleiro para cães. 

Outros tipos de brinquedos

Mais conhecidos como brinquedos interativos ou cognitivos, esses brinquedos exigem que o pet quebre um pouco a cabeça — com o perdão do trocadilho — para ter acesso a algum petisco. 

Esse tipo de estímulo cognitivo é muito prazeroso para alguns pets. Sem contar que demandam um tempinho para resolver os desafios. Ou seja, são ótimos para entreter cachorro. Uma vez que podem possuir estruturas mais complexas e com partes pequenas, deixe para montar e oferecer o brinquedo somente quando estiver em casa. 

Por fim, lembre-se de que, para a segurança do cachorro, é muito importante adquirir somente brinquedos para entreter cachorros que são resistentes e de tamanho adequado ao porte do seu amigo. 

cachorro com bolinha na grama

Vale destacar também que alguns cães gostam mais de determinadas brincadeiras do que outros. Como exemplo, cães de caça costumam gostar muito de brinquedos para perseguir. Já os cães de companhia, menos ativos, se dão melhor especialmente com brinquedos recheáveis, como os de forragear.

Gostou do nosso conteúdo explicando a função dos brinquedos para entreter cachorros? No blog da Petz, falamos mais sobre esse assunto, além de abordar dicas de bem-estar e saúde animal. Não deixe de conferir!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *