Higiene bucal do cachorro: 5 dicas para manter o sorriso de seu pet saudável!

Postado por PETZ, em Atualizado em Dec 4, 2020

Bem-Estar
Higiene bucal do cachorro: 5 dicas para manter o sorriso de seu pet saudável!
Tempo de leitura: 4 minutos

Passeios diários, boa alimentação, visitas frequentes ao veterinário, vacinação, vermifugação, banho, tosa… Ser tutor de pet envolve muitas tarefas! E, apesar de realizarem esses afazeres com prazer, muitas vezes acabam se esquecendo da higiene bucal do cachorro.

Vale ressaltar que uma boa limpeza nos dentes e nas gengivas é tão importante quanto idas frequentes ao veterinário! Afinal, estudos mostram que a negligência com a saúde bucal pode causar diversas complicações, desde mau hálito até problemas de coração.

Pensando nisso, criamos uma lista com cinco dicas para você garantir a higiene bucal do seu cão.

1. Higiene bucal do cachorro: Comece a cuidar desde cedo

A melhor forma de acostumar seu pet à escovação é começar cedo. O ideal é que o cachorro seja apresentado à prática ainda filhote! Isso vai criar o hábito, e o seu amigo passará a ver a higiene bucal como um momento prazeroso.

Para os cães mais jovens, a dica é usar a escova de dente para cachorro no estilo “dedeira”, que tornam a atividade mais lúdica e divertida. Mas, se seu filho de quatro patas já está grandinho, não se preocupe! Nunca é tarde para aprender bons modos.

“Comece aos poucos, enquanto o pet estiver calmo e relaxado”, explica A médica-veterinária da Petz, Dra. Flávia Trevizan e recomenda que a prática continue até que se torne um hábito.

2. Sempre escove os dentes do pet

“A escovação deve ocorrer pelo menos uma vez ao dia” afirma a Dra. Flávia. Dessa forma, seu filho de quatro patas estará seguro e higienizado. Além da escova de dente para cachorro, os veterinários também recomendam utilizar creme dental para cachorro.

A higiene bucal bem realizada é a melhor forma de evitar o tártaro, um problema que, além de desagradável, pode gerar complicações graves. Como explica a veterinária: “se não for removido, o tártaro pode levar bactérias à corrente sanguínea, causando danos aos rins, ao fígado e até mesmo ao coração”.

E, uma vez que tenha aparecido, não adianta procurar um removedor de tártaro para cães. A única forma de limpar o tártaro do cachorro é levando o pet a um veterinário e submetendo o animal a uma limpeza, sob anestesia! Por isso, o melhor é evitar o aparecimento da placa bacteriana.

3. Escolha um bom aliado para higiene bucal

Em pet shops bem equipados, como a Petz, é possível encontrar inúmeros itens destinados à saúde bucal dos pets. Mas como saber qual o produto ideal? Tudo depende do que você procura.

“A escovação ainda é o método mais seguro e eficaz de prevenir a formação da placa bacteriana”, explica Dra. Flávia. Mas, há diferentes alternativas que podem ser usadas como métodos complementares. A escolha vai depender de como seu filho de quatro patas vai se adaptar!

  • Spray antisséptico – é fácil e prático, mas pode assustar alguns pets. Auxilia na prevenção e tratamento de infecções, além de combater o mau hálito;
  • Petiscos antitártaro – são os mais atrativos para os cachorros e costumam não ter contraindicação. Combatem o tártaro através da ação mecânica, mas não são tão eficazes como outros produtos.
  • Brinquedos antitártaro – assim como todo brinquedo, os cachorros costumam adorar! Trabalham de forma semelhante aos petiscos, limpando mecanicamente. Geralmente, são bons para pets jovens e com muita energia,
  • Solução bucal – outra alternativa extremamente prática é o aditivo de água para cães. Mistura-se a solução na água do cachorro, para que o produto possa agir enquanto o pet se hidrata.

4. Cuidado com a alimentação

A alimentação é outro fator chave na hora da higiene bucal do cachorro. Além de fornecer uma ração equilibrada e de qualidade, o tutor deve ficar de olho nos petiscos.

“As chamadas fugas alimentares, quando o pet ingere um alimento inadequado, são a principal razão para o surgimento de placas bacterianas e de tártaro”, comenta a médica-veterinária.

Por isso, o melhor é utilizar somente petiscos desenvolvidos exclusivamente para cães, facilmente encontrados em pet shops. A ração seca também costuma ser uma melhor aliada da higiene bucal, visto que as rações úmidas podem grudar nos dentes de seu amigo.

5. Sempre visite um veterinário

Se nós precisamos fazer visitas frequentes ao dentista, com os cachorros não seria diferente, não é mesmo? É indicado que o pet passe por um exame dentário de rotina pelo menos uma vez ao ano.

O especialista saberá identificar se a limpeza está sendo feita de maneira correta, além de analisar a necessidade de uma limpeza no consultório.

Como os cachorros podem ser um pouco impacientes, a limpeza bucal envolve anestesia. Assim, deve ser feita sempre por uma equipe preparada e de confiança. Não se esqueça que para remover tártaro em cães, a ida ao veterinário é fundamental!

Seguindo esses passos para higiene bucal do cachorro você pode ter certeza que seu filho de quatro patas estará saudável e seguro.

Na Petz, você encontra diversos produtos para auxiliar na higiene bucal de cachorros, além de clínicas bem equipadas e um time de especialistas! Procure a unidade mais próxima e venha nos fazer uma visita.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *