Conjuntivite canina: será que seu amigo precisa de ajuda?

Postado por PETZ, em Atualizado em Oct 23, 2020

Cachorros
Conjuntivite canina: será que seu amigo precisa de ajuda?
Tempo de leitura: 4 minutos

A conjuntivite canina é uma condição comum, que pode trazer muito incômodo para nossos filhos de quatro patas. Apesar de não ser considerado um problema grave, é necessário estar atento para evitar complicações. 

cachorro de perfil

O primeiro passo para ajudar seu pet é conhecer a doença, saber suas características e quando buscar ajuda de um profissional. Para aprender como proteger seu amigo, continue lendo. Preparamos um guia com tudo sobre conjuntivite canina, tratamento e sintomas. 

O que é conjuntivite canina? 

Algumas doenças, mesmo que muito conhecidas, ainda despertam dúvidas. É o caso da conjuntivite canina. A Dra. Heloísa Souza, médica-veterinária da Petz, explica que se trata de uma inflamação nos olhos, mais especificamente na conjuntiva. 

Esse tecido está localizado na parte interna da pálpebra, recobrindo a área branca dos olhos. Ou seja, a conjuntivite em cães é um quadro de inflamação. Assim, o problema pode aparecer de diferentes formas: o olho inflamado pode tanto ser um problema localizado como um sintoma de outra doença. 

O que causa conjuntivite canina? 

A conjuntivite canina indica apenas que os olhos do pet estão inflamados. Dessa forma, há muitas causas para essa condição. A Dra. Heloísa relatou quais as origens mais comuns. Para a conjuntivite localizada, a especialista destaca os seguintes motivos:

  • Vírus: alguns vírus podem causar inflamação na conjuntiva. Nesse caso, a conjuntivite canina é contagiosa, mas apenas entre pets; 
  • Bactérias: geralmente é a causa mais comum de inflamação na conjuntiva;
  • Traumas: em alguns casos, quando o pet sofre um trauma, como uma queda ou uma colisão com um objeto, também pode ter conjuntivite; 
  • Alergias: as alergias também podem causar conjuntivite, especialmente em pets mais peludos; 
  • Vento: os peludos adoram sentir as rajadas de vento! Porém, quando elas são muito fortes, podem causar inflamações nos olhos. Esse quadro é comum nos pets que gostam de colocar a cabeça para fora da janela do carro; 
  • Baixa produção de lágrimas: alguns problemas, como as ceratoconjuntivite secas, causam irritação no olho, levando a inflamações; 
  • Poluição: pets mais sensíveis podem ficar com o olho irritado pela poluição;
  • Produtos químicos: certos produtos podem causar conjuntivite em cachorro; Por isso, é recomendado utilizar apenas produtos específicos para pets, 
  • Tumores: em casos mais raros, os tumores também podem causar conjuntivite canina. 

cachorro pequeno com o olhar esperto

Já para os casos sistêmicos, a Dra. Heloísa cita:

  • Cinomose: uma doença viral grave que, entre outros sintomas, causa corrimento nos olhos,
  • Leishmaniose: a leishmaniose também é uma enfermidade séria que pode ter a conjuntivite entre seus sintomas. 

Como a conjuntivite canina é um sintoma para muitas doenças, somente um veterinário poderá analisar o quadro do seu peludo e receitar um tratamento correto. 

Sintomas da conjuntivite canina

A conjuntivite canina tem sintomas bem claros. Porém, o tutor deve ficar atento, já que a condição do peludo também pode variar em intensidade. Por isso, fique de olho nos seguintes sintomas: 

  • Desconforto ocular;
  • Piscadas em excesso;
  • Dificuldade em manter os olhos abertos;
  • Olhos avermelhados,
  • Secreção ocular, podendo ser tanto cristalina quanto amarelada.

Diagnóstico e tratamento

O primeiro passo para diagnosticar a causa da conjuntivite é o chamado exame clínico. Nele, o veterinário irá analisar fatores como histórico do pet e sintomas apresentados, além de dar uma boa olhada no olho do peludo. 

Caso desconfie de uma causa mais grave, o especialista pode solicitar exames de sangue ou, ainda, analisar a secreção do olho. Como a conjuntivite canina pode ser sintoma de diversas doenças, o tratamento também pode variar. 

“Tudo depende da causa do problema”, explica a Dra. Heloísa. Em alguns casos, o veterinário pode receitar higienizar o local com soro, gaze e remédios específicos, como antibiótico para conjuntivite canina.

Pode usar colírio?

Ao buscar sobre conjuntivite canina, muitas vezes há a recomendação de se utilizar técnicas caseiras para aliviar o desconforto do cãozinho. Entretanto, não é recomendado aplicar colírio humano para cachorro

Além de ser um produto que não é fabricado para pets, você estará mascarando os sintomas sem descobrir o que há de errado com a saúde do seu amigo. Consulte um especialista para saber, no caso de conjuntivite em cães, qual colírio para conjuntivite canina usar. 

Com o tratamento correto, a conjuntivite canina não costuma ser um grande problema. Porém, lembre-se de consultar um veterinário sempre que perceber uma alteração em seu filho de quatro patas!  Lembre-se que seu filho de quatro patas merece um tratamento especial! 

olho de cachorro

Dessa forma, você estará oferecendo um tratamento adequado, receitado por um especialista em saúde animal. Nas clínicas na Petz você encontra uma equipe profissional dedicada, que ficará feliz em ajudar seu melhor amigo. Procure a unidade mais próxima e venha nos fazer uma visita! 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *