Melhor antipulgas para cachorros: aprenda a escolher corretamente

Postado por PETZ, em Atualizado em Oct 25, 2021

Cães
Melhor antipulgas para cachorros: aprenda a escolher corretamente
Tempo de leitura: 4 minutos

As pulgas são um dos problemas mais comuns entre os cães. Elas não são tão inofensivas quanto muitos pensam, por isso, é importante escolher o melhor antipulgas para cachorro

Sem a devida prevenção, basta passear com o cachorro no quarteirão, deixá-lo próximo de outros pets ou levá-lo para dar uma voltinha no parque para começar a coceira sem fim! 

Além do incômodo causado pela coceira, as pulgas e os carrapatos podem causar dermatites e transmitir doenças graves, como verminoses, anemia, viroses e estresse.

Saber como escolher o melhor antipulgas para cachorro é fundamental para proteger o seu filho de quatro patas de maneira eficaz e segura. Vamos aprender como fazer a escolha certa?

O melhor para um pet nem sempre é o ideal para outro

Quase todo mundo adora ver um ranking com as melhores opções deste ou daquele produto — ainda mais quando há variedade. Porém, muitas vezes, fazer uma boa escolha envolve fatores bem mais individuais. Isso acontece com o remédio para pulga.

“A escolha deve ser realizada de acordo com o pet e o ambiente onde ele vive”, diz a médica-veterinária da Petz, Dra. Tuany Fialho. “Alguns cachorros podem ter maior sensibilidade alérgica, dificuldade em engolir comprimido via oral ou viver em locais com maior presença de parasitas. Todas as possibilidades devem ser consideradas para que a escolha seja mais efetiva”, completa a especialista. 

Portanto, observar os hábitos do seu amigo e conversar com um veterinário é o primeiro passo para escolher um antipulga para cachorro adequado. Ao ser informado sobre os lugares por onde o cãozinho costuma transitar e conhecer o histórico de alergias do bichinho, o profissional poderá recomendar a opção mais eficiente.

Conheça os tipos de antipulgas e quando eles são recomendados

A maioria dos resultados para a pergunta “qual o melhor antipulgas do mercado” apontam os medicamentos em comprimido, que deixam o pet protegido por até três meses. Por mais que sejam palatáveis, na hora de consumi-los, alguns cachorros cospem-nos, dificultando o momento.  

É por conta dessa dificuldade na administração, além do fato de cães terem estilos de vida diferentes, que tutores contam com outras formas de eliminar pulgas em cachorros e gatos. Veja quais são os tipos e em que casos eles são mais indicados.

Pipeta

Deve ser aplicada na pele do cachorro, normalmente, na região da nuca. É indicada para pets que têm dificuldade em ingerir o comprimido ou contam com alguma contraindicação de saúde, como alterações renais ou hormonais.

Coleira

Deve ser colocada como uma coleira normal. É mais indicada para cachorros com hábitos externos, como os que vivem em sítios, chácaras ou fazendas. É importante respeitar o tempo de ação do produto para trocá-lo sempre no período correto, garantindo a proteção completa.

Sprays

São mais indicados para filhotes devido a menor concentração de medicamento. Por causa da fácil aplicação, o cachorro não se sente incomodado, enquanto a pele absorve a substância rapidamente.

Além de escolher o melhor antipulgas para cachorro, às vezes, será necessário limpar o ambiente para evitar que os parasitas voltem. “Lembrando de associar o uso de antipulgas ao tratamento ambiental sempre que houver maior presença de parasitas”, orienta a Dra. Tuany. 

Outras opções

O shampoo para pets é outra opção disponível no mercado. Porém, de acordo com a médica-veterinária, ele deve ser usado no cachorro com pulgas somente em último caso.

“Ele pode causar algum tipo de intoxicação. Além disso, dependendo da infestação no pet e no ambiente, pode não ser o suficiente para controlar os parasitas”, comenta a doutora. Além disso, esse tipo de produto não atua de maneira preventiva.

Nada melhor que a prevenção para livrar-se das pulgas. Saber como identificar sintomas, problemas e tratamentos de pulgas é o primeiro passo para manter seu pet sempre saudável. 

Fique atento à indicação de porte do fabricante

Independentemente do produto escolhido como melhor antipulgas para cachorro, é fundamental seguir à risca as indicações do fabricante. Entre elas, uma das mais importantes é em relação ao peso do cachorro. 

“O cálculo dos antipulgas é feito de acordo com a faixa de peso. Portanto, é de extrema importância escolher a medicação adequada. Não fazer isso pode levar à perda de efeito do produto ou à intoxicação do pet”, alerta a Dra. Tuany.

Cuidados ao usar antipulgas

A especialista não recomenda utilizar variados tipos de antipulgas ao mesmo tempo, sem orientações de um veterinário, como administrar comprimido e colocar coleira, por exemplo. 

“É preciso lembrar que os antiparasitários têm veneno contra os parasitas”, diz a veterinária, destacando que, em excesso, a quantidade de veneno também pode causar reações de hipersensibilidade e intoxicação.

Não esqueça que, para manter seu amigo protegido, é essencial atentar-se para o período de efeito de cada produto. Se o medicamento não for utilizado da maneira correta, o resultado também poderá ser menor. 

Ao escolher o melhor antipulgas para cachorro, usando-o de maneira contínua e correta, você garantirá que seu melhor amigo não tenha coceira e esteja livre das doenças causadas pelo parasita. Converse com um veterinário e veja as opções de antipulgas disponíveis aqui, na Petz.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *