Coelho doente: aprenda a identificar problemas no dentuço

Postado por PETZ, em 22/03/2020

Coelhos
Coelho doente: aprenda a identificar problemas no dentuço

As mudanças apresentadas por algumas espécies quando estão doentes são muito evidentes. Infelizmente, para os tutores, esse não é o caso dos dentuços domésticos, sendo difícil reconhecer um coelho doente.

De acordo com a Dra. Mariana Pestelli, médica-veterinária da Petz, isso se deve ao fato de coelhos serem presas na natureza. Em outras palavras, por questão de sobrevivência, os coelhos tendem a esconder suas fraquezas. Do contrário, seriam vistos como presa fácil, tornando-se alvo preferencial dos predadores.

coelho na mão

Em casa, protegidos de perigos, os coelhos mantêm essa característica de tentar esconder os seus sintomas. No entanto, com um pouco de atenção, dá, sim, para perceber mudanças indicativas de que seu amigo precisa de ajuda. Vamos conferir quais são os principais sinais de um coelho doente e sintomas?

1. Falta de apetite

Sintoma comum a uma série de doenças, a diminuição do apetite é um dos principais sinais de que seu amigo não está bem. Para saber se esse é o caso do seu coelho, fique atento ao pote de ração. Além disso, preste atenção ao volume das fezes: a diminuição também pode indicar que o pet não se alimenta como de costume. 

2. Ranger de dentes mais alto que o normal

Quem tem coelho sabe que esses pets fazem um barulho fofo com os dentes quando estão animados e felizes. Por outro lado, se esse ranger de dentes está mais audível que de costume, vale a pena investigar. Atente-se à saúde do coelho!

3. Prostração e isolamento 

Como diversas outras espécies, coelhos gostam de ficar parados e sossegados no seu canto, descansando de vez em quando. Eles também são curiosos e gostam de brincar, especialmente com brinquedos de roer. Assim, se seu amigo preferir ficar o tempo todo quietinho, pode ser indício de alguma das doenças de coelho.

4. Alteração no aspecto das fezes

Lidar com as fezes de coelho costuma ser tarefa fácil. Afinal, além dele ser capaz de aprender onde fazer suas necessidades, as fezes do coelho são bolinhas duras que não fazem muita sujeira. 

Porém, se suas fezes estiverem líquidas ou mucosas, tente lembrar se deu algum alimento diferente para o dentuço. Alguns vegetais, como alface, possuem muita água e desencadeiam diarreias nos coelhos.

olho do coelho

O coelho não comeu nada fora do habitual? É provável que esteja doente. Nesse caso, vale a pena observar há quantos dias o pet apresenta o problema e levá-lo ao veterinário.

5. Presença de secreções

As doenças oculares, como a conjuntivite, são problemas comuns entre os coelhos, e as secreções estão entre seus principais sintomas. Além disso, os olhos do peludo podem apresentar inchaço e vermelhidão. No caso da conjuntivite, a secreção se parece com um líquido amarelo e denso, como se fosse uma remela permanente. 

6. Falta de higiene

Assim como os gatos e os roedores, os coelhos também cuidam da própria higiene, lambendo-se para se limpar. Esse hábito faz parte do instinto desses pets. Logo, se o coelho que convive com você deixou de se lamber de uma hora para a outra, é bom procurar um veterinário.

7. Coceiras

Uma coçadinha aqui, outra ali é normal. Já coceiras intensas e frequentes são um sintoma comum a uma série de problemas, como sarna, otite e infestação por pulgas ou piolhos. Portanto, atente-se a sinais na pelagem do coelho!

Para facilitar o diagnóstico pelo veterinário, observe se a coceira está acompanhada de outros sintomas, tais como alopecia (pelo de coelho caindo) e feridas na pele com ou sem secreções. Outra dica é atentar-se à região onde ocorre a coceira. No caso da otite, ela fica concentrada nas orelhas.

8. Tosses, espirros e dificuldade para respirar

Problemas respiratórios, como resfriados e pneumonias, também são comuns entre os coelhos, especialmente entre aqueles cuja gaiola não está protegida contra correntes de ar. 

Falando dos espirros, eles ocorrem quando há obstrução das vias aéreas, podendo ocorrer por vários motivos. Porém, se eles se tornarem muito frequentes e vierem acompanhados de tosse e de roncos, procure um veterinário quanto antes para uma avaliação.

coelho de olhos fechados

Agora que você já sabe quais são alguns dos sinais de coelho doente, redobre a atenção ao interagir com seu amigo. Para mais dicas de cuidados, informações e curiosidades sobre coelhos e outros animais, veja mais conteúdos aqui, no blog da Petz!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *