Coelho pode comer rúcula?

Postado por PETZ, em Atualizado em Mar 31, 2021

Coelhos
Coelho pode comer rúcula?
Tempo de leitura: 4 minutos

Costuma-se dizer que quanto mais escuro é o tom de verde de uma hortaliça, mais nutritiva ela é. De fato, comparadas às folhas mais claras, como a alface-americana, hortaliças como a rúcula são mais ricas em nutrientes, trazendo mais benefícios para a saúde. Sendo assim, coelho pode comer rúcula e, inclusive, é um alimento recomendado.

coelho laranja

Aliás, esse não é o único motivo para você dar preferência a folhas mais escuras na hora de alimentar o seu coelho. Isso porque, enquanto o pet pode comer rúcula, alguns tipos de alface, como a americana, são prejudiciais à saúde dele, podendo desencadear diarreia e outros problemas.

Por que os vegetais de coloração verde-escuro são tão recomendados?

Muitos de nós já ouvimos a recomendação de que para uma alimentação saudável é preciso montar pratos bem coloridos e variados (sem corantes artificiais, é claro!). Ainda que seja superficial, a afirmação não está errada à medida que a coloração dos alimentos está associada a determinadas substâncias que variam de um alimento para outro.

Um exemplo clássico de substância que dá aos vegetais uma cor característica é o betacaroteno, presente em alimentos de coloração amarelo-alaranjada, como a cenoura. 

Além de atuar como pigmento no vegetal, a substância tem propriedades benéficas para a saúde não apenas de seres humanos, mas também de coelhos, podendo ser convertida em vitamina A.

No caso dos vegetais verde-escuros, estudos mostram que eles são bastante ricos em luteína, um carotenoide com grande potencial antioxidante que auxilia no combate aos radicais livres nos tecidos. Em seres humanos, eles estão associados à redução da degeneração macular (região localizada no centro da retina), contribuindo na prevenção da catarata.

coelho perto de planta

Conheça os benefícios da rúcula para os coelhos

Os benefícios de um alimento para determinada espécie não necessariamente representam os mesmos benefícios para outra, uma vez que os animais possuem diferentes fisiologias. Porém, é sabido que, assim como nós, a saúde interna dos coelhos também depende de diversos macro e micronutrientes, incluindo vitaminas e minerais.

Uma das vantagens da rúcula para coelho é seu teor de fibras, nutriente fundamental para a digestão dos lagomorfos. 

Além disso, a rúcula também é muito rica nas vitaminas A e C, importantes para o desenvolvimento do coelho e auxiliares em diversas funções no organismo, como o equilíbrio de pressão do líquido cefalorraquidiano (vitamina A).

Já no que diz respeito aos minerais, a rúcula é uma hortaliça rica em cálcio e em fósforo, importantes para a estrutura óssea, entre outras funções. Desse modo, coelho pode comer rúcula, pois apresenta diversos benefícios para a saúde dos peludos.

A respeito do aporte de nutrientes, vale ressaltar que o excesso de certas substâncias pode acabar fazendo mal, assim como a falta desse mesmo nutriente. Por isso, procure variar os alimentos para coelho. O excesso de vitamina A, por exemplo, pode reduzir a taxa de crescimento de filhotes ou mesmo levar à intoxicação do pet.

O excesso de cálcio também é prejudicial, contribuindo para a formação de cálculos renais. Nesse sentido, vale ficar atento também à quantidade de feno de alfafa que, diferentemente do feno de capim, não pode ser oferecido sem restrições. Em caso de dúvidas, consulte um veterinário. 

Saiba mais sobre como deve ser a alimentação dos coelhos

Vegetais como a rúcula podem fazer parte da dieta dos coelhos. No entanto, é importante ter em mente que as verduras para coelho não devem ser a base de sua alimentação. 

Se você está em dúvida sobre o que pode dar para coelho comer, a Amanda Freitas, assistente técnica da área de animais silvestres da Petz diz: “A alimentação dos coelhos pode ser variada, com uma ração específica para eles, feno (que ajuda na digestão do lagomorfo), além de frutas, legumes e verduras três vezes na semana”.

Encontrada em lojas como a Petz, a ração para coelho é de extrema importância, uma vez que é formulada de acordo com as necessidades da espécie. Nesse sentido, nunca ofereça ração de outras espécies ao seu coelho. 

Alimentos extrusados (ração) para cães e gatos, por exemplo, contêm proteínas animais que são prejudiciais aos lagomorfos, que são herbívoros. Fundamental para a digestão dos coelhos, assim como para o desgaste dos dentes, o feno deve estar disponível o tempo todo. 

Já a porção de folhas para coelho e especialmente de legumes e de frutas, deve ser mais controlada. Você pode oferecer esses alimentos até três vezes na semana, variando na escolha dos alimentos. Lembrando que eles devem ser muito bem-lavados para evitar contaminações!

coelho comendo folhas

Sabendo que coelho pode comer rúcula, que tal oferecer o alimento como petisco para o seu peludo? Mas atenção com a quantidade! Aproveite e veja outros conteúdos sobre bem-estar e saúde dos coelhos aqui, no blog da Petz!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *