5 maneiras eficazes para acalmar cachorro nervoso

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 1, 2020

Cachorros
5 maneiras eficazes para acalmar cachorro nervoso
Tempo de leitura: 3 minutos

Um dos maiores problemas na criação de pets é a tendência que muitos tutores têm de terceirizar a culpa ou responsabilidade. Por exemplo, quando se fala em cachorro nervoso, é comum atribuir ao pet um comportamento naturalmente agressivo. Mas isso está longe de ser verdade.

cachorro com os dentes para fora

De fato, os cruzamentos seletivos que originaram as raças serviram para preservar determinadas características de cada uma. No entanto, ao menos no que diz respeito ao comportamento, problemas como agressividade e ansiedade têm muito mais a ver com a criação do cão do que com qualquer herança genética. Isso vale para todas as raças.

Portanto, se o pet anda muito nervoso, latindo, rosnando ou mesmo avançando nas pessoas, é hora de assumir a responsabilidade e se encarregar de reverter o quadro. Para te ajudar, separamos algumas maneiras eficazes de como acalmar cachorro bravo e ansioso.

1. Trabalhe a socialização do pet

Ao contrário do que muitos pensam, um cachorro agressivo é muitas vezes um pet inseguro e assustado com o que se passa à sua volta. Nesse sentido, um cachorro que late e rosna para quem passa no portão não faz isso por maldade. Faz, sim, por encarar os passantes como uma ameaça, uma vez que possivelmente não aprendeu a lidar com essas situações em algum momento anterior. 

Para conviver com um cachorro mais seguro e amigável com estranhos, a principal dica de como acalmar um cachorro é socializá-lo desde cedo. Isto é, apresentá-lo de maneira adequada a outras pessoas e cachorros, além daqueles que moram na sua casa. 

É importante fazer isso com o pet ainda filhote, pois é nesse período que ele está mais aberto a novas situações. Cachorros mais velhos também podem perder o medo das interações, ainda que o processo seja mais demorado e, em casos mais graves, demande a ajuda de um profissional.

2. Passeie com o cachorro diariamente

O estresse é outra causa conhecida em cachorro nervoso. Assim como acontece conosco, pets com quadros de estresse crônico permanecem alertas o tempo todo, preparando-se para reagir a ameaças.

Um cachorro nervoso costuma ser resultado de múltiplos fatores. No entanto, um dos mais frequentes é a falta de estímulos necessários ao bem-estar canino. Além de ajudarem no gasto de energia, os passeios são uma maneira insubstituível de garantir estímulos táteis, visuais, auditivos e olfativos, assim como a socialização. 

Sendo assim, a dica de como acalmar cachorro agitado é passear com o animal ao menos duas vezes por dia, para ajudar a reduzir o estresse canino e, consequentemente, diminuir a agressividade do cão.

cachorro deitado no chão

3. Deixe o ambiente da sua casa mais interessante

Muitas vezes, o tédio é um grande precursor do estresse e da agressividade. Sem ter como se distrair em casa, o pet acaba reagindo negativamente a estímulos que poderiam passar batido caso ele tivesse algo mais interessante para fazer. Daí a importância de garantir um ambiente enriquecido, especialmente quando o pet passa parte do dia sozinho.

Brinquedos interativos, como bolinhas recheáveis, mordedores e quebra-cabeças, ajudam a manter o pet ativo e, de quebra, estimulam comportamentos naturais, como o forrageamento. 

4. Crie uma rotina para o cachorro

Para nós, as incertezas são motivo de grande ansiedade. Falando dos cachorros, é claro que eles não têm as mesmas preocupações que nós. Mas, para eles, não saber o que os aguarda ao longo do dia — “Que horas é o rango? Será que hoje vou passear?” — já é motivo para antecipação. 

Portanto, criar uma rotina com várias atividades e determinar um horário para cada uma delas ajuda a manter o cachorro tranquilo, confiante e, consequentemente, menos nervoso.

5. Procure a ajuda de um adestrador

Como já dissemos por aqui, um cachorro muito agitado e nervoso não tem nenhuma culpa, sendo essa uma responsabilidade do tutor. O grande problema é que nem sempre é evidente para nós o que estamos fazendo de errado. E mesmo quando sabemos, não é sempre que conseguimos corrigir os problemas por conta própria.

Seguir as dicas que passamos acima de como acalmar cachorro estressado é fundamental para garantir a qualidade de vida de qualquer cachorro, e ajuda a diminuir o estresse em cão nervoso. No entanto, se o amigo já passou das ameaças e partiu para as mordidas, não tente resolver o problema sozinho. 

Em vez disso, procure um adestrador especialista em comportamento canino. É mais seguro e ele poderá ajudá-lo a identificar comportamentos e gatilhos para a agressividade, contribuindo para lidar com a questão de maneira definitiva.

cachorro deitado apoiando a face na pata
Agora que sabe como ajudar cachorro nervoso, confira o blog da Petz para outros conteúdos sobre bem-estar animal!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *