O que fazer quando o cachorro avança no dono?

Postado por PETZ, em Atualizado em Jan 18, 2021

Cachorros
O que fazer quando o cachorro avança no dono?
Tempo de leitura: 5 minutos

O que fazer quando o cachorro avança no dono é uma questão complexa, dado que um dos epítetos mais famosos ao se referir ao peludo é a expressão “melhor amigo do homem”. 

cachorro com a boca aberta

Isso porque, ao longo de milhares de anos, os cães desenvolveram uma relação intensa e afetuosa com os seres humanos, especialmente com os tutores. Por outro lado, ficamos chocados quando um cão volta sua agressividade para o tutor. Mas o que pode ser e o que fazer quando o cachorro avança no dono?

Cachorro agressivo com o tutor: o que pode ser?

Há diversas razões para um cachorro estranhando o dono. Começando por um motivo frequentemente negligenciado, um cão que se torna agressivo com o tutor de uma hora para outra pode estar com dor ou outro problema de saúde. 

Em caso de suspeita, observe se o seu amigo apresenta outros sintomas, como falta de apetite, perda de peso, apatia etc. Também não deixe de levá-lo para uma consulta com o veterinário o quanto antes.

Uma vez descartada a hipótese de o cão estar com algum problema de saúde, é hora de partir para a análise de causas comportamentais. Antes de mais nada, fique atento às situações em que o pet se mostra agressivo: ele rosna e fica bravo com você o tempo todo ou somente em situações específicas, como quando está comendo, por exemplo?

Em geral, cães que se mostram agressivos com o dono com frequência indicam quadros de estresse, medo ou ansiedade crônicos. Estes podem estar relacionados a diversos fatores, como socialização e sociabilização inadequadas, rotina pobre em estímulos positivos, histórico de experiências negativas, entre outros motivos. 

A agressividade também pode estar ligada a uma falha na comunicação com os tutores. Nesse sentido, é importante destacar que, normalmente, os cães rosnam e avançam como último recurso a fim de passar uma mensagem às pessoas e outros animais.

O que fazer para acalmar um cachorro bravo?

A primeira coisa sobre o que fazer quando o cachorro ataca o dono é levar seu amigo ao veterinário a fim de se certificar de que não há nada de errado com a saúde física dele. Feito isso, procure identificar quais são os momentos em que o pet se mostra mais agressivo. 

Por exemplo, é comum que mesmo cães normalmente tranquilos rosnem para o tutor quando estão com algum alimento na boca. Para minimizar o problema nesse caso, uma dica é ter um petisco muito apetitoso em mãos e mostrá-lo ao cachorro enquanto diz o comando “solta”. 

cachorro sério

Uma vez que o cachorro tenha soltado o que quer que tenha na boca, recompense-o imediatamente com um petisco. Faça isso diversas vezes até que o pet entenda as regras.

Mudanças na rotina podem acalmar o cachorro

Quando a agressividade se mostra mais frequente e generalizada, porém, pode ser muito difícil para um tutor identificar por conta própria a causa — ou, na maior parte das vezes, as causas — do problema. 

No entanto, ainda que não acabem definitivamente com a questão, algumas mudanças no dia a dia já ajudam a deixar o pet mais tranquilo. Entre as sugestões de como fazer o cachorro não avançar nas pessoas estão:

  • Estabeleça uma rotina com horários certos para acordar, dormir, comer, passear e brincar. A previsibilidade ajuda a diminuir o estresse e a ansiedade;
  • Passeie diariamente com o cachorro, se possível mais de duas vezes ao dia. O ritmo e a duração das caminhadas dependem do condicionamento do seu amigo;
  • Ao montar a rotina para o pet, inclua diferentes tipos de brincadeira, capazes de estimular os comportamentos naturais do cão;
  • Introduza novos pets em casa sempre de maneira gradual e cautelosa, respeitando as etapas de familiarização dos cães;
  • Estabeleça as regras da casa de maneira consistente. Abrir exceções de vez em quando deixa o pet confuso e contribui para que ele fique bravo ao ser expulso da cama em determinado momento, por exemplo,
  • Evite brigar e jamais seja violento com o cachorro. Além de contribuir para piorar o quadro, a atitude pode colocar a sua integridade em risco.

Mesmo com todos esses cuidados, um cachorro ainda pode se mostrar agressivo com o tutor e sua família. É o que acontece, por exemplo, quando o pet não foi devidamente socializado. 

Ao perceber que o cachorro está se tornando agressivo, ainda que não tenha avançado em ninguém, não deixe para lá. Procure o quanto antes um adestrador ou veterinário comportamentalista para uma consulta. 

Após uma avaliação, de preferência no local em que o pet vive, esses profissionais poderão identificar quais são as causas da agressividade e o que fazer para reverter ou minimizar o quadro. 

Como agir em caso de ataque?

Em condições normais, cachorros emocionalmente saudáveis e independentes dificilmente atacam seus tutores. Mas pode acontecer! Ainda mais para quem convive com um pet de forte e de grande porte.

Por isso, se está se perguntando “por que meu cachorro está me atacando?” fique atento a alguns sinais que costumam preceder os ataques, como enrijecimento do corpo, intenso contato visual e rosnados. Lembrando que estas não são etapas fixas. Dependendo da situação, pode ser que o pet vá direto para a mordida! 

Ao perceber o cachorro avançando nas pessoas ou até mesmo você, oriente para que fique parado, não faça contato visual, não grite com o animal e, se possível, tente distraí-lo com algum objeto, como um sapato.

Não deu certo e o cão avançou? Nesse caso, o jeito é tentar se proteger da melhor maneira possível. Para isso, mantenha o corpo encolhido. Depois de se agachar, abrace os joelhos e mantenha a cabeça entre  as pernas. Isso é importante para manter seus órgãos vitais protegidos. 

cachorro com a boca aberta recebendo carinho

Após a briga, mantenha certa distância do cachorro, espere a poeira baixar e busque ajuda de um especialista o mais rápido possível. Lembrando que o ideal é procurar ajuda muito antes do primeiro ataque. Deixar que a agressividade chegue nesse estágio coloca em risco a sua vida e a do pet. Essas são atitudes que ajudam na hora de entender o que fazer quando o cachorro avança no dono.

Agora que sabe o que fazer quando o cachorro avança no dono, veja dicas de adestramento, quais são os melhores brinquedos para cães que gostam de morder e mais. Tudo isso aqui, no blog da Petz!

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *