Como ajudar cachorro com medo de trovão

Postado por PETZ, em Atualizado em Oct 26, 2020

Cães
Como ajudar cachorro com medo de trovão
Tempo de leitura: 4 minutos

Quem tem um cachorro com medo de trovão em casa já está familiarizado com a rotina. Começam os primeiros ruídos no céu e o pet logo muda o comportamento: o corpo fica retraído, o rabo se acomoda entre as pernas, alguns correm para a caminha, para debaixo do sofá ou para onde quer que se sintam protegidos. 

cachorro deitado em cima do tapete triste

Em casos mais graves, o pet pode até fugir de casa ou apresentar reações fisiológicas mais graves, como taquicardia e convulsões. Se o seu cãozinho é filhote e ainda não encarou nenhuma tempestade, vale a pena fazer um treinamento para acostumá-lo às trovoadas.

Já se o amigo é adulto e medroso quando o assunto é barulho alto, não se desespere. Com algumas medidas, dedicação e paciência, é possível, sim, começar a reverter o quadro. Continue lendo para ajudar o cachorro com medo de barulhos como trovão.

Por que cachorro tem medo de trovões?

Mas para entender por que cachorro tem medo de trovão, podemos pensar em como reagimos a ruídos altos. Depois de levar um baita susto, a primeira coisa que fazemos é tentar entender de onde vem o barulho. Isso nos ajuda a decidir se ele não passa de um incômodo para os ouvidos ou se de fato representa uma ameaça. 

Nesse sentido, experiências anteriores positivas ou negativas influenciam a reação que cada um terá em relação a determinado barulho. Por exemplo, pessoas que já precisaram de ambulância podem apresentar aumento da frequência cardíaca ao ouvir o barulho da sirene. 

No entanto, quem nunca teve uma experiência ruim com esse tipo de automóvel costuma encará-lo como apenas mais um dos ruídos da cidade. Sendo assim, é importante entender a raiz do susto do cachorro com medo de trovão.

De volta aos cães, a princípio eles não sabem qual é a origem e o significado dos trovões. Para eles, como qualquer barulho alto e repentino, o ruído do trovão funciona como um alerta de possíveis ameaças. Daí a importância de acostumar o cachorro a esse tipo de som, mostrando a ele que o ruído alto não é motivo para pânico. 

Como acostumar o cachorro ao barulho do trovão?

Especialistas em comportamento canino concordam que uma das melhores maneiras de ajudar o cachorro com medo de chuva é acostumá-lo desde cedo aos ruídos altos. O truque é expor o pet ao barulho dos trovões aos poucos, de maneira controlada. Para isso, uma dica é utilizar áudios ou vídeos com o som. 

Por isso, comece colocando o barulho bem baixinho, desviando a atenção do cachorro para algo mais interessante, como um petisco ou brinquedo. Aos poucos, vá aumentando o volume, lembrando sempre de manter o pet entretido. 

A mudança no volume só deve ser feita quando o pet estiver à vontade com o ruído anterior. Faça isso até que o barulho esteja bem alto, e o pet, distraído e sentindo-se seguro com ele. 

criança brincando com cachorro

Para cães que já passaram por uma experiência negativa, de muito medo com os trovões, o processo é semelhante, porém mais demorado. Nesses casos, será preciso dessensibilizar o cão em relação aos ruídos, o que exige um treinamento consistente e muita paciência. 

Dependendo do grau de pânico do cachorro, pode ser necessária a ajuda de um especialista em comportamento canino e, em situações mais graves, até o uso de medicamentos. 

O que fazer para acalmar o cachorro com medo de trovão?

Para tutores que possuem cachorro com medo de trovão, é importante não esperar até a próxima chuva para tomar uma atitude. Ao invés disso, siga as recomendações acima e procure dessensibilizá-lo quanto antes. Isso ajudará o cachorro a se sentir mais seguro em relação aos barulhos altos.

A chuva vem aí sem que tenha dado tempo de preparar o seu amigo? Calma! Ainda é possível adotar algumas medidas para aumentar a segurança e o bem-estar do cachorro com medo de trovão:

  1. Certifique-se de ter fechado bem portas e portões. No susto, muitos cachorros acabam fugindo de casa ao tentarem se proteger. Também não são raros os casos de pets que se machucam gravemente por ficarem presos no portão durante a fuga;
  2. Facilite o acesso a um abrigo onde o pet se sinta mais seguro. Pode ser uma caminha, casinha ou mesmo caixa de transportes;
  3. Atualmente já existem em lojas como a Petz protetores auriculares que reduzem o impacto dos barulhos. Não resolve por completo, mas ajuda o cachorro assustado;
  4. Também em lojas, é possível encontrar feromônios sintéticos que auxiliam o cachorro a lidar melhor com momentos de estresse. Vale a pena apostar neles;
  5. Seja carinhoso e demonstre estar disponível para o amigo. Hoje em dia, já não se preconiza mais ignorar o animal. Ao contrário: se ele pedir colo, não hesite em segurá-lo e dar suporte a ele. No entanto, respeite caso ele queira ficar sozinho em seu canto,
  6. Em casos mais graves, com quadros de salivação excessiva, paralisia, entre outros, pode ser necessário o uso de medicação para acalmar o pet. Mas atenção! Nunca dê remédios sem a orientação de um veterinário. Converse com um especialista.

Então, esperamos ter ajudado você e seu amigo a lidarem com o próximo dia de chuvas e trovões! Lembrando que as dicas são válidas também para outros barulhos altos, como os rojões. 

cachorro deitado com expressão triste

Agora que você sabe como ajudar cachorro com medo de trovão, confira o blog da Petz para outros assuntos sobre bem-estar e saúde animal!

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *