Aprenda a cuidar do mini porco de estimação

Postado por PETZ, em 13/09/2020

Curiosidades
Aprenda a cuidar do mini porco de estimação

Se você prefere um pet diferente, precisa conhecer o mini porco de estimação! Também chamado de mini pigs, esses fofíssimos ganham cada dia mais fãs graças a seu charme e carisma especiais. 

porco no chiqueiro

Entretanto, mesmo com uma popularidade crescente, ainda há muitas dúvidas sobre os pequenos suínos. Se você está pensando em adotar um desses pet, continue lendo. Preparamos um guia com as principais características e cuidados com o porquinho. 

A origem do mini porco de estimação

Pet favorito de algumas celebridades, o porquinho de estimação ganhou os holofotes de todo o mundo. Porém, a sua origem ainda é um tanto desconhecida. De acordo com especialistas, esses pequeninos são frutos de uma seleção artificial. 

Esse termo pode parecer complicado, mas é mais comum do que se imagina. Funciona assim: os porcos que nascem pequenos são selecionados e se reproduzem, dando origem a filhotes naturalmente pequeninos. 

Durante a década de 80, os porquinhos eram apenas atrações em zoológicos. Porém, graças à sua fofura e ótima personalidade, logo ganharam os lares de todo o mundo. Hoje, não é difícil ter um mini porco de estimação para fazer companhia. 

Características do mini porco

Você provavelmente já viu fotos de fofíssimos porquinhos, tão pequeninos que mal cabem em uma mão, não é mesmo? Essa é a característica mais forte dos mini pigs! 

Entretanto, os suínos, de uma forma geral, são bem pequenos quando nascem. Assim, diferenciar um porquinho pode ser um desafio. Para não restar mais dúvidas, separamos as principais características do mini porquinho de estimação:

  • Tamanho: porquinhos bebês são sempre muito fofos. Porém, mesmo o mini porco de estimação cresce bastante em alguns meses. O Serviço de Registro do Mini Porco de Estimação dos Estados Unidos define que o mini pig devem alcançar, no máximo, 60 cm de altura e 80 kg quando adulto. Para comparação, o porco comum tem, em média, 120 cm de altura e pesa cerca de 200 kg; 
  • Anatomia: quem está pensando em levar um mini porco de estimação para casa deve ficar de olho também na anatomia do pet. De acordo com especialistas, os mini pigs possuem o focinho pequeno e curto, diferentemente dos porcos comuns, que possuem o nariz mais alongado,
  • Comportamento: os porcos pequenos de estimação são extremamente dóceis e interativos. De maneira geral, se dão muito bem com crianças e adoram passar longos momentos com sua família. 

É muito comum ouvir relatos de pessoas que compraram porcos domésticos comuns como mini pigs. Fique atento às características acima para evitar erros! Assim, você tem um mini porco de estimação sem grandes surpresas.

Mini porco de estimação: cuidados

O mini porco de estimação é um pet um tanto diferente. Por isso, é necessário estar atento, já que esse pequenino precisa de uma atenção especial. Abaixo, separamos os principais cuidados. 

porquinhos brincando

Alimentação

A alimentação é um dos pontos de atenção quando falamos sobre os porquinhos. Esse pet é bastante comilão e, por isso, precisa de uma rotina saudável e bem regulada. 

Quando não é alimentado da forma correta, o pequenino costuma chorar e reclamar até conseguir seu prato favorito. Para evitar problemas, o recomendado é que o mini pig seja alimentado três vezes por dia, de forma bem organizada. Esse tipo de rotina oferece todos os nutrientes para o pet e ainda ajuda a deixá-lo menos ansioso. 

Em relação à ração, o indicado é buscar opções mais leves, já que geralmente os produtos para porcos são muito calóricos. Uma boa alternativa é a ração para coelho, preparada com milho e outros cereais. Se quiser oferecer um agrado para o amigo, a maçã e a cenoura costumam ser bons petiscos.

Exercícios

Os mini pigs são fofinhos e rechonchudos, mas isso não quer dizer que não precisam fazer exercícios! A prática regular de atividades é importante para todos os pets, inclusive o mini porco de estimação. 

A falta de exercícios pode deixar o pet estressado e agressivo, além de favorecer o aparecimento de doenças. Para evitar complicações, estimule brincadeiras utilizando acessórios como bolas e plataformas. Sair para caminhar também pode ser uma boa ideia, principalmente caso o pequenino viva em um espaço sem quintal. 

Higiene

Apesar da má fama, todos os tipos de porco são extremamente limpos e organizados. Gostam muito de tomar banho e brincar com água, e o ideal é que eles encarem uma ducha uma vez por semana. O banho deve ser feito com produtos indicados para pets e água morna, para conforto e segurança do porquinho. 

Sua pele costuma ser um tanto seca e, por isso, é necessário utilizar cremes hidratantes de forma regular. Em lojas especializadas, como a Petz, é possível encontrar produtos seguros, indicados para os peludos. 

Os mini pigs costumam aprender a fazer suas necessidades em um espaço específico, como uma caixa sanitária ou um canto no quintal. Porém, o recomendado é que esse local seja higienizado com frequência, já que suas fezes têm um odor forte e desagradável. 

Saúde

Assim como outros pets, o mini porco de estimação precisa de acompanhamento veterinário regular. Os pequeninos precisam de vacinação e vermifugação, além de exames de rotina. Além disso, é necessário lixar suas unhas com frequência, pois os fofinhos não possuem o desgaste natural que ocorre nas fazendas. 

Em relação ao espaço, mesmo que sejam considerados pets pequenos, os mini pigs precisam de uma área para exercícios regulares. Por isso, o mais indicado é que cresçam em lares maiores, com espaços ao ar livre. 

Um ponto importante sobre os porcos é que eles não produzem suor. Para equilibrar sua temperatura, deitam na água ou na lama, em uma prática conhecida como chafurdamento. Assim, é necessário ter atenção especial nos dias de calor e em passeios sob o Sol. Em alguns casos, a utilização de protetor solar para pets é necessária. 

Outros cuidados

Apesar do mini porco de estimação estar ganhando fãs a cada dia, a legislação ainda é um ponto de atenção. Algumas cidades e estados proíbem a criação de suínos em áreas urbanas, independentemente do tamanho. Isso pode ser um problema para os pequeninos e seus tutores. 

Portanto, procure saber o que a vigilância sanitária de sua região diz sobre o mini porco de estimação antes de levar o seu para casa. Lembre-se que uma tutoria responsável inclui estar em dia com a legislação de sua cidade. 

Outro ponto é ficar atento na hora da adoção. Para evitar ser enganado, busque conhecer a mãe e o pai do porquinho. Essa é a melhor forma de evitar surpresas no futuro, com um porquinho que não para de crescer.

mini porco passeando

Agora que sabe mais sobre mini porco de estimação, acesse o blog da Petz e tenha outras dicas e curiosidades do universo pet em primeira mão!

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *