Entenda como acostumar o cachorro com coleira de maneira confortável!

Postado por PETZ, em 01/08/2021

Cães
Entenda como acostumar o cachorro com coleira de maneira confortável!

Não há nada melhor que passar um tempo com nossos companheiros de quatro patas, não é mesmo? Um dos jeitos mais legais de fazer isso é por meio de passeios. Mas nem sempre é fácil levar o bichinho para conhecer lugares novos. Por isso, preparamos algumas dicas sobre como acostumar o cachorro com coleira.

cachorro na coleira

É importante ter calma em todo o processo de adestramento dos cãezinhos com a coleira, já que o passeio tem que ser um momento de diversão para eles. Por isso, vamos apresentar algumas técnicas e modelos desse acessório.

Como escolher a coleira ideal?

Existem muitos modelos de coleira de cachorro. Então, é muito importante escolher um que tenha o tamanho certo para o bichinho, feito de um material forte para evitar fugas. 

Se gosta de praticar a criatividade, você pode escolher um acessório com estampas divertidas. Caso prefira, aposte no item liso, com cor única. Assim, o pet ficará lindo e bem protegido para o passeio! Listamos alguns exemplos mais populares abaixo.

Coleira peitoral

Este modelo é ótimo para cães menores, mas pode ser encontrado em tamanhos médios e grandes. O design é diferente de uma coleira mais tradicional, pois cobre toda a região do peito de uma maneira confortável e segura. 

Coleira plana

Esta coleira para cachorro já é bem conhecida por quem ama os pets. Ela tem um design de uma tira, que fica ao redor do pescoço do bichinho. Esse modelo pode ser incrementado com plaquinhas de identificação. É importante escolher uma guia que encaixe direitinho no acessório para evitar contratempos nos passeios.

Enforcador

O enforcador é um tipo indicado para os bichinhos que estão em treinamento ou ficam muito agitados durante o passeio. Com uma coleira desse modelo, o cachorro vai ficar mais sob o controle do tutor. Porém, é importante escolher uma que esteja bem ajustada ao animal para não machucá-lo.

Cabresto

Esta coleira tem um design que o pescoço e o focinho do cachorro. É indicada para bichinhos no início do treinamento. Pode ser um pouco desconfortável para o pet no começo, mas, com calma e paciência, ele vai se acostumar e ficar mais à vontade durante o passeio. 

Cuidados antes do passeio

O processo para acostumar cachorro com coleira começa em casa. Primeiro, é legal deixar o pet cheirar o acessório. Por ser um objeto que vai limitar os movimentos, é importante que haja um treinamento para ajudar a trabalhar a parte sensorial deles aos barulhos e à composição desse novo item. 

Na hora de colocar a coleira para passear com cachorro, escolha um local tranquilo e familiar da casa. Não puxe imediatamente a guia depois de encaixá-la no acessório, pois isso pode assustar o pet. Depois que ele se acostumar a andar com o objeto, aproveite para fazer pequenas voltas no ambiente familiar mesmo.

Se sentir que ele está tendo dificuldades com a coleira, pode tentar deixá-lo mais confortável com petiscos, por exemplo. O estímulo feito com esses snacks cria uma boa associação do bichinho ao acessório. Assim, a saída para o passeio fica muito mais divertida tanto para você quanto para o pet.

criança segurando cachorro pela coleira

Hora do passeio!

Para passear com cachorro com coleira, a primeira coisa a fazer é escolher um local mais tranquilo para iniciar o processo de adaptação. Tente evitar horários com sol muito intenso, entre 10h e 16h, pois o calor pode causar queimaduras nas almofadinhas das patas e problemas na pele dos cães.

É importante observar bem o comportamento do cachorro durante o passeio. Apesar de você estar no controle, tente sempre respeitar o ritmo que o bichinho estabelece. Para criar uma relação de confiança, evite puxar a guia para deixá-lo no caminho correto.

Sempre faça pausas durante o trajeto para ele descansar e se hidratar. Além disso, é importante lembrar que os bichinhos se apoiam em reações sensoriais. Por isso, nesses pequenos intervalos, os cachorros podem explorar o novo ambiente e se familiarizar com tudo que existe ali.

Outras dicas para aproveitar bem o passeio com o bichinho!

Por mais que tenhamos acostumado o pet a usar a coleira dentro de casa, o passeio na rua é mais desafiador. Afinal, a rua conta com uma série de estímulos que desviam a atenção do cachorro e podem deixá-lo incomodado com a guia. Por isso mesmo, ao menos nas primeiras vezes, dê preferência a locais e horários mais tranquilos.

6. Proporcione uma experiência de passeio agradável

Desde que o cachorro com coleira se acostume a usar o acessório, o passeio tende a ser uma experiência muito agradável. Tanto é que, com o tempo, torna-se desnecessário o uso de petisco para colocar a guia. O próprio passeio já se torna a recompensa e a associação positiva ao acessório. 

É importante acostumar o bichinho à presença de outros animais. Existem diversos lugares ao ar livre com espaços pet friendly, ou seja, dedicados inteiramente aos pets. Uma interação constante ajuda a evitar que o cachorro tenha medo de outros. 

Tente sempre criar uma rotina e segui-la à risca. Esse cronograma certo ajuda no adestramento dos bichinhos, deixando-os acostumados a esse tempo ao ar livre. Fique atento a alergias na pele do cachorro, pois os passeios geram bastante contato com a natureza. Caso observe algo anormal, entre em contato com o veterinário de confiança.

cachorro na coleira

Agora que você já sabe tudo sobre como acostumar o cachorro com coleira, já pode escolher seu modelo preferido para passear com o bichinho! Na Petz, temos acessórios com diversos designs. Visite nosso pet shop on-line ou aproveite para conhecer uma das nossas lojas físicas próximas a você!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *