Procura um cachorro que não cresce? Conheça 25 raças pequenas!

Postado por PETZ, em Atualizado em Dec 7, 2020

Cães
Procura um cachorro que não cresce? Conheça 25 raças pequenas!
Tempo de leitura: 13 minutos

Os pets pequeninos possuem um charme todo especial. Por isso, muitos buscam um cachorro que não cresce como companhia. De acordo com o Censo Canino 2018, as raças pequenas são as campeãs em popularidade! 

beagle com a língua de fora

Se você também é fã dos pequeninos e está à procura de raças de cachorro que não cresce, continue lendo. Separamos 25 raças de porte pequeno para você ter em sua casa! 

1. Sem raça definida

Os cães sem raça definida vêm em todos os tamanhos e personalidades! Por isso, se você procura cachorros de pequeno porte que não cresce, um fofo vira-lata pode ser a escolha perfeita! Quem já conviveu com um pet SRD sabe que esses peludos são encantadores, cheios de charme e muito divertidos. 

Além disso, a genética é o principal fator quando tentamos prever o tamanho que um filhote irá ficar. Sendo assim, nada impede que eles também sejam pequeninos. Basta procurar os pais do peludo para adivinhar como ele será quando atingir a idade adulta. 

E se você preferir adotar um cachorro adulto, o risco de ter uma surpresa no futuro é zero. Os pets SRD são a grande maioria em ONGs que promovem o bem-estar animal e buscam tutores para cães e gatos abandonados. Antes de escolher seu novo amigo, considere levar um cão sem raça definida para casa. Lembre-se que adotar é um ato de amor! 

2. Pinscher 

Um dos campeões de popularidade quando o assunto é mini cachorro que não cresce, o Pinscher é uma excelente companhia. Conhecido por sua baixa estatura e sua energia inesgotável, é indicado para famílias grandes, que possam brincar e se divertir com seu peludo. 

Apesar de atingir no máximo 30 cm de altura, o Pinscher não é a escolha perfeita para quem busca cachorros pequenos para apartamento. Com tanta energia, ele precisa de espaço para realizar suas atividades, ou então pode ficar irritado. Se você busca um pet interativo e brincalhão, o Pinscher é uma ótima escolha! 

3. Chihuahua

O fofo Chihuahua também é muito lembrado quando questionamos qual cachorro que não cresce. Essa raça milenar é conhecida por seu temperamento forte e grande lealdade. O Chihuahua é a prova de que tamanho não é documento, atingindo em média 20 cm de altura. É muito corajoso e pode não ser tão amigável com estranhos. 

Entretanto, é um pet carinhoso e brincalhão, que costuma ser muito próximo ao seu tutor. Com tais características, o Chihuahua é indicado para quem quer um filho de quatro patas amoroso, inseparável e um tanto ciumento! 

4. Pequinês

O próprio nome já indica a principal característica dessa raça. Atingindo em média 20 cm, o Pequinês é um dos mais famosos cachorros pequenos que não crescem. Historiadores contam que o Pequinês surgiu na China Antiga, sendo o cão oficial da realeza. 

Quando olhamos para esse fofo pet, fica fácil entender porque a raça era tão adorada! Peludo e curioso, o Pequinês parece um leãozinho. Costuma ser uma pet muito companheiro e tranquilo, sendo indicado para quem busca um amigo calmo e carinhoso. 

5. Pug

Com sua fofura e graciosidade, o Pug caiu no gosto dos brasileiros. Considerada uma das raças mais antigas do mundo, o Pug atinge em média 30 cm. Dessa forma, é uma excelente opção para quem busca um cachorro que não cresce! 

Além disso, é um excelente companheiro e, geralmente, forma fortes laços com seus tutores. Por não ser muito energético, está entre os mais populares cachorros pequenos para apartamentos. 

Entretanto, o Pug é recomendado para famílias que possam dedicar tempo a seu pet. Graças a sua personalidade, não é recomendado que o peludo passe muito tempo sozinho. 

6. Lhasa Apso

Simpático, peludo e muito fofo, o Lhasa Apso é um ótimo companheiro! Com pelos longos e atingindo em média 25 cm, a raça se destaca logo de início pela aparência elegante. Porém, quem vive com esse peludo logo percebe que sua personalidade também brilha! É muito fiel e adora passar longos momentos com seus tutores. 

Por isso, é recomendado para famílias com disponibilidade de tempo. Quanto ao espaço, o Lhasa Apso costuma se adaptar bem a diferentes ambientes. Assim, também é um ótimo cão para apartamento. 

7. Yorkshire Terrier

Atingindo em média 25 cm de altura, o Yorkshire é um dos menores representantes entre os cachorros que não crescem. Com pelos belos e longos, é uma raça extremamente fiel e companheira. Porém, diferentemente de outros cães de pequeno porte, o Yorkshire costuma ser bastante animado e adora aprontar uma bagunça! 

Assim, é um pet recomendado para famílias com disponibilidade de tempo. Além disso, é importante que o tutor invista em enriquecimento ambiental, oferecendo muitas atividades para seu peludo. 

8. Maltês

Se você busca um cachorro que não cresce, que seja elegante, simpático e amigável, o Maltês é a escolha ideal! De acordo com historiadores, a raça existe desde a Grécia Antiga. 

Graças à sua graciosidade, hoje o Maltês é facilmente encontrado em inúmeros países, inclusive o Brasil. Possui uma pelagem longa e delicada, que logo se destaca. Muito amigável, o Maltês costuma se dar bem com todo mundo. 

É um peludo cheio de energia, que precisa de estímulos constantes. Por esse motivo, é recomendado que seu tutor possa dedicar longos minutos do seu dia a brincar com seu Maltês. 

9. Dachshund

O famoso “salsichinha” também é uma ótima opção para quem busca e questiona qual raça de cachorro que não cresce. Com patas curtas e corpo alongado, o Dachshund se destaca pela aparência. 

O que muita gente não sabe é que a raça surgiu para auxiliar caçadores, se esgueirando por frestas e buracos para perseguir presas. Por isso, possui uma personalidade fiel e protetora, sendo indicado para lares que buscam um pequeno cão de guarda. 

No Brasil, é possível encontrar o Dachshund com diferentes tipos de pelo — longo, curto ou duro. Os cãezinhos com pelagem curta ou dura também são indicados para quem busca cachorros que não crescem e não soltam pelo. 

10. Shih-Tzu

Peludo, divertido e cheio de energia, o Shih-Tzu é uma bola de fofura que transforma a vida dos seus tutores! Com seus pelo longos e fofos, é uma raça muito elegante e acredita-se que tenham sido cães de companhia entre os nobres na China. 

Atingindo em média 30 cm de altura, é uma raça de pequeno porte que pode viver bem tanto em casas como em apartamentos. Porém, o Shih-Tzu é um cãozinho que adora atividades e brincadeiras. Assim, a dica é investir em enriquecimento ambiental.

11. Poodle Toy

É fácil entender porque os poodles estão entre as raças mais populares do Brasil. Com sua aparência fofa e encantadora, ninguém resiste a esse peludo. Há diferentes tipos de Poodle, cada um com suas características. 

Para quem busca um cachorro que não cresce, o mais indicado é o Poodle Toy. Esses cãezinhos costumam atingir até 30 cm de altura, sempre com a pelagem fofa característica da raça! É um pet cheio de energia e  muito carinhoso. Por isso, é indicado para famílias que possam se divertir ao lado do seu cãozinho. 

12. Bulldog inglês

Não se deixe enganar pela cara de mau: o Bulldog inglês é um pet muito amigável e extremamente companheiro! Apesar de baixinho — a raça atinge em média 35 cm —, o bulldog é um tanto corpulento. Porém, seu comportamento costuma ser mais tranquilo e, por isso, costuma latir muito pouco. 

Assim, o Bulldog é uma ótima opção para quem busca cachorro pequeno para apartamento! Mesmo que prefira cafunés a brincadeiras, o bulldog precisa se exercitar de vez em quando. Por isso, é recomendado investir no enriquecimento ambiental. 

13. Bulldog francês

Alegre e brincalhão, o Bulldog francês é um ótimo pet para quem busca um grande companheiro. Costuma ser menos corpulento e ter uma aparência mais amigável em relação a seu primo britânico. 

Entretanto, as duas raças compartilham a simpatia e amor por seus tutores. O  Bulldog Francês atinge, em média, 35 cm. É amoroso e adora brincar com sua família, mas prefere atividades tranquilas e dentro de casa. Por sua personalidade, é um ótimo cachorro pequeno para apartamento! 

bulldog frances

14. Lulu da Pomerânia

Não é só o nome do Lulu da Pomerânia que é fofo. Com 25 cm de altura e uma bela pelagem, esse cãozinho se destaca por sua aparência encantadora! Muito brincalhão, o Lulu adora passar momentos com seu tutor e não recusa um bom cafuné! 

Fiel e corajoso, é o tipo de cachorro que não sabe o tamanho que tem: muitas vezes, pode se incomodar com estranhos se achar que representam alguma ameaça. Entretanto, com carinhos e atividades diárias, se torna um ótimo companheiro e um amigo para toda a família. 

15. Bichon Frisé 

Com uma fofa pelagem branquinha, o Bichon Frisé parece um ursinho de pelúcia. Porém, não se deixe enganar pela aparência angelical desse peludo. Cheio de energia, costuma ser um cãozinho amoroso e muito brincalhão. 

O Bichon Frisé atinge em média 27cm de altura, e é excelente para quem busca um cachorro pequeno para apartamento. Entretanto, vale lembrar que se trata de uma raça muito carinhosa, que precisa de interações frequentes com seu tutor. Além disso, é importante oferecer muitas atividades, com brinquedos e acessórios para seu pet. 

16. Corgi 

A fofura e a personalidade do Corgi conquistaram até mesmo a realeza. Essa é a raça favorita da Rainha Elizabeth da Inglaterra! E quando olhamos um Corgi, logo entendemos o porquê. Alegre, charmoso e cheio de carisma, esse pet encanta a todos! Possui o corpo ligeiramente  alongado e as patas bem curtinhas, atingindo em média 30 cm. 

São dóceis, extremamente amigáveis e adoram uma brincadeira! Por isso, o Corgi precisa de um espaço interativo e com muitos estímulos. Se você tiver um bom quintal em sua casa, esse peludo irá adorar! 

17. Cavalier King Charles Spaniel

Não se engane pelo nome chique. O Cavalier King Charles Spaniel é um pet amoroso, simpático e que se adapta a qualquer ambiente. Muito fiel, esse peludo cria um profundo laço de carinho com seu tutor e adora estar sempre ao seu lado! 

Com em média 30 cm de altura e longas orelhas peludas, o Cavalier King charles spaniel possui um charme todo especial. É bem enérgico e precisa de passeios diários, além de outras atividades e brincadeiras. Graças ao seu comportamento carinhoso, é recomendado para famílias que possuam tempo para interagir e oferecer muitas carícias! 

18. Fox Paulistinha 

Também há um representante tupiniquim na lista de cachorros que não crescem! O Fox Paulistinha, também chamado de Terrier Brasileiro, possui tudo aquilo que você pode procurar em um pet: fofura, companheirismo e muito amor! 

Inteligente e cheio de energia, o Fox Paulistinha precisa de estímulos constantes. Por isso, é importante que cresça em um ambiente rico em atividades, jogos e brincadeiras. 

Assim, apesar de atingir em média 35 cm, não é uma raça indicada para quem vive em apartamentos. Porém, se você busca cachorros que não crescem e não soltam pelo, o Fox Paulistinha pode ser o pet ideal! 

19. Schnauzer miniatura

Com suas orelhas caídas e um charmoso “bigodinho”, o Schnauzer miniatura é uma explosão de fofura! Atingindo em média 33 cm, esse pet surgiu na Alemanha e, originalmente, auxiliava caçadores em suas aventuras. 

Entretanto, hoje esse peludo é uma ótima companhia para diversas famílias e, mesmo cheio de energia, se adapta a diferentes ambientes. Fiel e sempre alerta, o Schnauzer miniatura pode estranhar pessoas desconhecidas, mas é sempre muito amoroso com sua família! 

20. Beagle

O Beagle pode atingir até 38cm de altura, o que o torna um pouco maior que os outros cachorros da lista. Entretanto, graças a seu porte atlético, também pode ser considerado um cachorro que não cresce muito. Carinhoso e cheio de energia, o Beagle é daqueles pets que mudam a rotina da casa. 

É praticamente impossível ignorar esse peludo. Com sua simpatia, o Beagle conquista a todos que encontra e costuma fazer amigos por onde passa! De origem caçadora, tem grande instinto aventureiro e precisa de estímulos regulares para gastar sua energia. 

21. Cocker Spaniel americano

O Cocker Spaniel inglês é um cãozinho muito popular no Brasil. Entretanto, é o Cocker Spaniel americano que entra na lista de cachorros pequenos! Atingindo por volta de 35 cm quando adulto, é uma raça muito carinhosa, que cria vínculos profundos com seu tutor. 

Dócil e muito companheiro, costuma ser simpático com estranhos e uma ótima companhia para crianças. No entanto, pode ser um pouco teimoso e gerar problemas de comportamento. Para evitar dores de cabeça, o ideal é adestrar assim que perceber sinais de desobediência. 

22. Basset Hound

O Basset Hound se destaca por sua aparência. Suas orelhas caídas e patas curtas dão um aspecto muito fofo a esse pet. Assim como outros cães do tipo “hound”, o Basset auxiliava em caças e, graças à sua baixa estatura, recebeu o apelido de “cão de caça anão”. 

Porém, hoje é uma raça muito amigável e dócil, que costuma se dar bem em qualquer lar. É um pet amoroso, calmo e que adora receber carinho. Por isso, é indicado para famílias que buscam um grande companheiro. 

23. Griffon de Bruxelas

Quem conhece um Griffon de Bruxelas logo se encanta com esse fofo pet. Com pelos caramelo e ares de ursinho de pelúcia, esse peludo parece ter saído de um conto de fadas! Atinge no máximo 30 cm e é um excelente pet para quem vive em espaços menores. 

Além disso, seu comportamento brincalhão, carinhoso e fiel, o torna uma ótima companhia para crianças! A raça, entretanto, não é tão comum no Brasil. O griffon pode ser um tanto teimoso. Para evitar problemas, o ideal é realizar um processo de adestramento. 

24. Bichon havanês

Diretamente de Cuba, o Bichon havanês conquistou o mundo por sua fofura e ótima personalidade! Com 25 de altura, sua pelagem longa e em tons claros certamente se destaca entre os outros pets. 

É muito carinhoso, tranquilo e apegado a sua família. Graças à sua personalidade, alguns veterinários recomendam adestramento para facilitar a sociabilidade e evitar que o cãozinho se torne muito bagunceiro. Também é uma raça menos comum no Brasil. 

25. Coton de Tulear

Seu nome vem do francês e significa, literalmente, algodão. Isso já explica bem a aparência do coton de tulear! Com uma pelagem fofa e branquinha, esse peludo parece uma verdadeira bolinha de algodão cheia de amor e carinho.  

Um pouco mais tranquilo que outros cachorros de pequeno porte, se dá bem em apartamentos e ambientes menores. Entretanto, caminhadas e brincadeiras regulares são recomendadas para garantir uma boa saúde. Apesar de ainda ser difícil encontrá-lo no Brasil, sua popularidade vem crescendo graças às suas características. 

Cão apoiado na mesa

Agora que você já conhece algumas raças de cachorro que não cresce, pode escolher seu amigo com mais sabedoria. Lembre-se, porém, que todos os peludos merecem amor e carinho, independentemente de raça, origem ou aparência. E para saber dicas de cuidados, acesse o blog da Petz

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *