Gatificação: transforme seu lar no paraíso dos bichanos

Postado por PETZ, em Atualizado em Mar 24, 2020

Dicas
Gatificação: transforme seu lar no paraíso dos bichanos
Tempo de leitura: 4 minutos

Você já ouviu falar em gatificação? Essa prática ainda é pouco conhecida no Brasil, mas vem conquistando tutores em todo mundo! O termo pode parecer complicado, mas, na realidade, não é tão difícil de entender. Através de alguns ajustes e acessórios, é possível transformar seu lar em um verdadeiro paraíso dos bichanos. 

gato brincando com casinha

E, criando agradáveis ambientes para gatos, você e seu filho de quatro patas ficarão ainda mais felizes e satisfeitos. Se interessou pelo assunto? Continue lendo para saber mais.  

O que é gatificação?

Para quem nunca ouviu falar em gatificação de ambientes o termo pode parecer estranho, e isso porque se trata de um neologismo uma palavra inventada através de outras referências. 

A palavra vem do inglês catification, e significa algo como “tornar gato”. Seu significado é simples: reunir uma série de práticas que tornem o espaço mais agradável para o bichano. 

Para isso, levamos em consideração diversas características de nossos amigos, além dos traços pessoais de cada pet. Por isso, a gatificação perfeita é realizada pelo tutor. Afinal, ninguém melhor que você para entender seu filho de quatro patas, não é mesmo? 

O termo se popularizou através de Jackson Galaxy, um especialista em comportamento felino dos Estados Unidos. Galaxy já estrelou programas sobre bichanos, como Meu gato endiabrado e Think Like Cat

Em 2014, lançou o livro Catification: Designing a Happy & Stylish Home for Your Cat, que popularizou o termo em todo o mundo. Desde então, a gatificação tem ganhado cada vez mais popularidade, e hoje já é possível realizar o enriquecimento ambiental para gatos por meio de itens simples e bem planejados! 

Entendendo os bichanos

Antes de falarmos em gatificação, precisamos entender os bichanos. Afinal, nossos fofos e encantadores amigos bigodudos possuem necessidades bem diferentes de outros pets. 

Apesar de os gatinhos terem uma aparência inofensiva, especialistas explicam que a domesticação dos felinos é bem diferente. Os bichanos ainda guardam muitas características selvagens e, muitas vezes, acreditam que estão vivendo em uma grande selva!

Por isso, possuem algumas necessidades específicas, como um espaço seguro e confiável, atividades criativas e locais para escalar. Assim, essa tendência mundial é uma forma de estimular o “lado fera” do seu amigo peludo!

Como praticar a gatificação

Gatificar a sua casa será um processo pessoal. Para isso, você deverá levar em consideração as características do peludo e as necessidades do seu lar. Uma família com crianças pequenas, por exemplo, precisa pensar duas vezes antes sobre a altura e a localização dos objetos para o pet. 

Além disso, cada bichano terá uma personalidade. A dica é conhecer bem o felino e observar seu comportamento — apesar de algumas práticas se repetirem em diferentes pets. Portanto, convidamos a Dra. Renata Brunetto, médica-veterinária da Petz, para dar dicas sobre gatificação!

Plataformas

As plataformas são uma das principais recomendações para quem quer tornar a casa adaptada para gatos. Nossos amigos bigodudos adoram subir em  diferentes níveis e observar as coisas lá do alto. “Esse comportamento estimula a confiança e o bem-estar dos felinos”, afirma a Dra. Renata. 

gato deitado brincando

Assim, a dica é investir em nichos e plataformas conectadas, de forma que o bichano possa ter várias opções de locais para descansar. Contudo, para uma boa gatificação, pense em como aproveitar tais locais. 

Um nicho pode virar uma prateleira de livros, por exemplo. A plataforma pode abrigar plantas ou outros itens de decoração. Exercite sua criatividade para transformar sua casa em um local mais agradável para o pet e para o restante da família! 

Tocas e casinhas

Um dos mais comuns hábitos dos gatos é se esconder em um espaço fechado e apertado. Segundo especialistas, esse comportamento traz uma sensação de segurança para nossos amigos. Inclusive, é por isso que a maioria dos gatos se apaixona por caixas de papelão. 

Para estimular seu amigo, a Dra. Renata recomenda investir em tocas e casinhas espalhadas pela casa. A veterinária lembra ainda que gatos são muito territorialistas. Para quem tem mais de um pet em casa, é importante espalhar, ao menos, uma casinha para cada felino. 

Arranhadores

O arranhador para gatos é um acessório clássico, que não pode faltar na casa de qualquer gateiro! Na natureza, os felinos selvagens não possuem unhas tão grandes quanto os domésticos. 

Como os bichanos domésticos não caçam nem sobem em árvores, suas unhas crescem demais e acabam incomodando nossos amigos. Por esse motivo, o arranhador é tão recomendado. Além de gastar a unha do pet, ele ainda ajuda a desestressar, em uma atividade prazerosa e agradável.

Brinquedos

Por fim, um item que todo animal adora: os brinquedos! A Dra. Renata ressalta que eles são muito importantes, pois estimulam a atividade do pet, desestressando e evitando a obesidade. 

A especialista destaca que os brinquedos para gatos com movimentos costumam ser os favoritos. Além disso, as opções com catnip também são muito bem recebidas pelos bichanos! 

gato brincando com arranhador

Viu como gatificar a sua casa não é tão difícil quanto parece? Com um pouco de imaginação e os acessórios certos, seu lar vai ser um verdadeiro paraíso dos bichanos! 

E, para ajudar nesse processo, confira no blog da Petz o passo a passo de como construir playground para gatos. Assim, seu filho de quatro patas fica feliz da vida!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *