Gato hiperativo: como lidar com um pet cheio de energia!

Postado por PETZ, em Atualizado em Feb 5, 2020

Bem-Estar
Gato hiperativo: como lidar com um pet cheio de energia!
Tempo de leitura: 4 minutos

Bichanos são retratados como preguiçosos e dengosos. Porém, quem tem um bichano em casa sabe que, muitas vezes, eles estão cheio de energia! Apesar desse comportamento ser mais comum nos filhotes, às vezes encontramos pets adultos muito animados. Por isso, é comum pensar: será que vivo com um gato hiperativo?

gato-pulando

Outras dúvidas comuns surgem: bichanos também possuem transtornos de humor? Como lidar com um felino cheio de ânimo? Continue lendo e aprenda mais sobre gatos hiperativos

Meu gato é hiperativo?

Antes de falarmos sobre hiperatividade em pet, é importante saber quando o comportamento se difere dos demais. Afinal, felinos não são preguiçosos? A Dra. Juliana Brondino, médica-veterinária da Petz, explica que bichanos também podem ter muita energia para gastar, e que  gato filhote é hiperativo por natureza. 

“Geralmente os filhotes são os mais agitados”, comenta a veterinária. “Porém, adultos também podem ser animados. Vai depender da criação do gato”, complementa. Também não devemos esquecer que os pets possuem personalidade. Muitas vezes, o filho de quatro patas é um pouco mais enérgico que os outros.

Gato hiperativo: um comportamento antigo

Um gato hiperativo muitas vezes é assim pela por natureza. Afinal, apesar de serem pets fofos e calmos, não podemos esquecer que os felinos são pequenas feras! Estudos indicam que, apesar de estarem domesticados há mais de 3 mil anos, eles ainda se comportam como se estivessem em uma selva. 

Por isso, cada movimento do pet é tão importante. As brincadeiras, pulos e corridas fazem parte de seu treinamento de predador! E não se engane quando observar seu pet dormindo em plena luz do dia. Felinos são animais noturnos, e boa parte da energia dos bichanos é gasta de noite. É tudo parte de seu comportamento natural. 

No entanto, essa fase de treino para virar fera não dura tanto, logo o  bichano percebe que não precisa se esforçar para ganhar sua refeição. Com seu jeitinho fofo e um carinho ocasional, sua tigela está sempre cheia de ração! É por isso que os gatos adultos costumam ser mais tranquilos. 

Quando pode ser um problema? 

Apesar ser comum encontrarmos felinos mais agitados, a Dra. Juliana lembra que, em alguns casos, isto pode ser um problema. “Quando gatos idosos apresentam grande agitação, deve-se prestar atenção. Em alguns casos, há a possibilidade de estarem diante de uma doença: o hipertireoidismo”, explica. 

A tireoide é uma glândula que produz hormônios para o bom funcionamento do organismo. No caso do hipertireoidismo, esses hormônios são produzidos em excesso. Com isso, o pet pode ficar mais elétrico que o normal, além de apresentar outros sintomas. Os sinais de hipertireoidismo em gatos são: 

  • Agitação fora do habitual;
  • Perda de peso;
  • Sede em excesso;
  • Micção mais frequente,
  • Vômitos. 

Se você notar alguns dos sintomas acima em seu amigo, procure um veterinário. O especialista poderá realizar exames e passar o tratamento correto, caso seja necessário. 

gato-filhote

Além disso, a Dra. Juliana lembra que os gatos dificilmente vão mudar seu comportamento após adultos. Assim, se seu filho de quatro patas era tranquilo e, de repente, passou a ficar mais agitado, pode haver algo errado. 

Dando a atenção necessária

Para além dos casos onde o gato hiperativo tem sintomas de uma doença, muitas vezes o pet precisa de outro remédio: atenção. É importante lembrarmos que os bichanos, assim como qualquer outro animal de estimação, precisam de certos cuidados.

Apesar de se adaptarem melhor que outros pets em ambientes pequenos, os felinos também precisam gastar sua energia. Como os gatos não gostam de sair para passear em coleira, cabe ao tutor encontrar soluções para acalmar um gato agitado. Brincadeiras e exercícios são essenciais para uma boa qualidade de vida. 

Enriquecimento ambiental: uma ajuda para gato hiperativo 

Se você tem um gato hiperativo em casa, o enriquecimento ambiental pode ser uma ótima ajuda. Esta prática estimula o felino a se divertir de forma autônoma, simulando alguns de seus instintos básicos. 

São brinquedos e atividades que simulam de alguma forma o ambiente natural do pet. “Além disso, deixam o lar mais agradável para o animal”, completa a Dra. Juliana. Um exemplo comum são os brinquedos que possuem um alimento dentro e que o gato precisa se esforçar para tirar. 

Dessa forma, o bichano fica com a sensação de satisfação ao realizar a tarefa, algo parecido com a caça. Além desse estímulo, o gato ainda fica longos momentos se divertindo com o brinquedo. Uma grande ajuda para quem precisa acalmar gatos hiperativos!

gato-arvore

Se você está buscando produtos para seu filho de quatro patas, procure a Petz mais próxima! Contamos com brinquedos e atividades, tudo pensado especialmente para seu melhor amigo. Esperamos sua visita! 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *