Parto de gato: 10 perguntas e respostas sobre esse momento especial

Postado por PETZ, em Atualizado em Feb 11, 2021

Gatos
Parto de gato: 10 perguntas e respostas sobre esse momento especial
Tempo de leitura: 7 minutos

Cuidar de um pet prenhe pode ser um tanto delicado. Nesse momento, nossas amigas ficam mais sensíveis e precisam de uma atenção especial. Por isso, saber tudo sobre parto de gato é muito importante! 

gata observando

Com as informações certas, você poderá auxiliar sua filha de quatro patas de forma mais segura e confortável. Se você tem uma bichana prenhe em casa e está pesquisando sobre o assunto, continue lendo. Consultamos uma médica-veterinária que explicou tudo sobre gata em trabalho de parto

1. Quais são os sinais da gravidez?

Perceber que sua amiga está esperando filhotinhos é o primeiro passo para se preparar para o parto de gato. A Dra.  Karina Mussolino, médica-veterinária da Petz, explicou quais os sinais de que sua pet está prenha

“Os primeiros indícios começam a aparecer a partir de 15 dias de gravidez”, comenta. A especialista indicou que os tutores devem ficar atentos aos sintomas abaixo: 

  • Mamilos maiores e avermelhados; 
  • Barriga inchada;
  • Aumento no apetite,
  • Carência e pedidos de carinho constantes. 

Vale ressaltar, entretanto, que cada bichano possui suas características e personalidade e, por isso, os sinais podem ser diferentes. Além disso, algumas doenças podem causar sintomas similares. 

Assim, a única maneira de ter certeza que sua pet está grávida é buscando um veterinário. Essa é uma boa oportunidade para iniciar o acompanhamento pré-natal, essencial para uma gravidez tranquila! 

2. Quanto tempo dura a gravidez dos gatos? 

Certo, você levou sua peluda no veterinário e já tem certeza de que ela está prenhe! Mas quanto tempo esperar até o parto de gata? A Dra. Karina comenta que a gravidez felina é curta e, após os primeiros sinais, precisamos nos preparar para receber os filhotinhos. A duração da gravidez dos gatos varia entre 63 e 67 dias. 

3. Quantos filhotes nascem em um parto? 

Agora você já sabe o prazo para se preparar para a chegada dos filhotes! Porém, ainda há uma questão importante: quantos gatinhos podem nascer no parto de gato? Afinal, esse número irá influenciar na hora de deixar seu lar adequado para os bichanos. 

De acordo com a Dra. Karina, em um parto de gato regular o número de filhotes varia em torno de quatro a seis. Essa é uma média, mas sempre pode haver exceções. Em alguns casos, dependendo da raça e de questões genéticas, podem nascer apenas dois gatinhos. 

De acordo com o livro Guinness dos recordes, em 1970 uma bichana inglesa deu à luz 19 filhotes! Para evitar surpresas, o melhor é realizar o pré-natal com um veterinário. Por meio de exames, será possível saber exatamente o número exato de filhinhos que sua peluda está esperando. 

4. Como saber se está tudo bem com os filhotes? 

Para acompanhar a saúde de sua bichana e dos futuros gatinhos, é essencial realizar um acompanhamento com veterinário. Durante a gravidez, os pets apresentam alterações tanto em seu organismo como em seu comportamento.

Nesse caso, perceber uma complicação ainda na gravidez, como sintomas de gato morto na barriga, só é possível através de exames específicos. A Dra. Karina reforça, ainda, que esses procedimentos são fundamentais para a saúde da futura mamãe. 

“Caso haja sinais de filhotes mortos dentro do útero da fêmea, posicionamento inadequado gerando parto distócico ou filhotes muito grandes e não correspondentes ao tamanho da fêmea, é necessário realizar certos procedimentos delicados ou até mesmo uma cesária”, comenta. 

5. Como saber quando chegar a hora? 

Se você está fazendo o pré-natal com um veterinário e mantém seu olho atento, poderá saber quando estiver se aproximando do momento da sua bichana dar à luz. Nesse caso, a gata também dá alguns sinais de que está prestes a entrar em trabalho de parto. São eles: 

  • Falta de apetite e recusa de alimentos;
  • Inquietação;
  • Busca por locais tranquilos, 
  • Diminuição da temperatura corporal.

Mais próximo da hora do parto de gato, o pet poderá começar a miar intensamente e se higienizar de forma intensa. Quando as contrações abdominais se iniciam, a bichana solta um líquido vaginal. 

A Dra. Karina informa que ficar de olho nesse líquido é essencial. “Se a coloração for escura, marrom ou sanguinolenta, é necessário buscar um veterinário imediatamente”, alerta. 

filhotes acordados

6. Parto de gato: como ajudar? 

Devemos lembrar que quando o assunto são os felinos, a independência e individualidade é muito valorizada. Assim, se você está se perguntando sobre parto de gato e como ajudar, saiba que não é necessária muita intervenção. 

A Dra. Karina comenta que, em situações normais, as bichanas lidam com o próprio parto de forma bastante segura. Basta deixar a peluda tranquila que logo ela estará feliz com seus filhinhos. Mas, se quiser dar uma mãozinha, ajude sua amiga a preparar um espaço seguro e bem tranquilo.

Geralmente, uma gata prenhe irá buscar naturalmente um espaço calmo para dar à luz. Se quiser auxiliar, forneça cobertores quentinhos, água fresca e uma boa ração. Além disso, evite ficar próximo ao espaço escolhido pela bichana para dar à luz. Dessa forma, ela se sentirá mais segura e confiante. 

7. Sinais de complicações no parto dos gatos 

As complicações no parto dos gatos não costumam ser comuns. Como os felinos são muito independentes, geralmente conseguem passar por esse momento sem muitos problemas. No entanto, em alguns casos é necessária a intervenção de um veterinário, pois existem sinais de perigo, como:

  • Líquido vaginal de cor escura ou sanguinolenta;
  • Sinais de sofrimento, como miados excessivos e agressividade;
  • Contrações excessivas sem que nasça nenhum gatinho,
  • Parto muito longo, levando a perda da força da mãe. 

Caso você se depare com um dos quadros acima durante o parto de gato, busque um veterinário imediatamente. Apenas um especialista poderá cuidar do pet da forma correta, visto que muitas vezes é necessária intervenção cirúrgica. 

Fora isso, a Dra. Karina reforça que não é necessário ajudar sua bichana. Alguns quadros, como o gato nascendo ao contrário, na verdade são mais comuns do que se imagina e não costumam ser sinal de problema. 

8. Quanto tempo dura o parto de gato? 

Em dúvida de quanto tempo dura o parto de gato? Saiba que ela pode variar muito. Fatores como o número de filhotes e as características da mamãe podem interferir no tempo total. A Dra. Karina explica que, em geral, o trabalho de parto dura entre 5 e 12 horas. 

Pode parecer muito, mas lembre-se que essa não é uma tarefa fácil. O intervalo entre o nascimento de cada gatinho também pode variar entre 30 minutos e 1 hora e, caso a ninhada seja grande, a gata pode ficar o dia todo dando à luz. 

Se o parto durar mais de 12 horas, no entanto, pode ser necessário buscar ajuda de um veterinário. Em alguns casos, a bichana perde as forças de suas contrações e pode ter dificuldades em expulsar os últimos filhotes. 

9. Como saber se o parto já terminou?

Com os exames realizados durante o pré-natal, será fácil saber se o parto chegou ao fim. Como você saberá quantos filhotes são esperados, basta contabilizar e ver se ainda falta algum. Porém, se você não realizou os exames necessários, é possível saber o fim do parto de gato observando a mamãe. 

“Quando o parto termina, as gatas costumam se dedicar aos filhotes, lambendo-os e verificando se estão se alimentando ou, ainda, se levantam para beber água e recuperar um pouco de sua energia”, comenta a Dra. Karina. 

10. Quais os cuidados nos primeiros dias? 

Com o pós-parto de gato vem a hora mais esperada: cuidar dos filhotinhos! Nesse caso, por mais que você esteja doido para acariciar os novos bichanos, é necessário estar atento! 

Os primeiros dias são essenciais para a saúde da mamãe e seus filhos. De acordo com a Dra. Karina, se a gata demonstrar agressividade ou se recusar a cuidar de alguns dos filhotes, é importante buscar ajuda de um veterinário. 

Além disso, a bichana pode ficar um pouco protetora nesses primeiros momentos, e o ideal é deixá-la curtir seus bebês por alguns dias sem muita intervenção. Em relação à alimentação, também não é preciso se preocupar. Os filhotes irão se alimentar exclusivamente de leite por, em média, quatro semanas. 

Caso queira separar os bebês da mamãe por algum motivo, é importante esperar que ocorra o desmame. Caso contrário, o gatinho pode ter deficiências nutricionais. 

gatos dormindo juntos

Agora que você já sabe como agir durante o parto de gato, veja outras dicas e cuidados com o amigo de quatro patas aqui, no blog da Petz! Dessa forma, você cuida integralmente do peludo!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *