Como cuidar de orquídeas: aprenda quais são os cuidados necessários

Postado por PETZ, em 21/03/2021

Plantas
Como cuidar de orquídeas: aprenda quais são os cuidados necessários

A beleza dessa flor é indiscutível, pois em qualquer lugar em que ela esteja deixa o ambiente muito bem decorado. Se você acabou de adquirir ou ganhar uma delas, vamos te ajudar a entender como cuidar de orquídeas!

orquídea rosa

O cuidado com orquídea e o bem-estar da planta dependem da combinação de uma série de fatores, como temperatura, umidade e iluminação. Contudo, é muito comum que mesmo seguindo todas as dicas, elas apresentem problemas em seu desenvolvimento.

Então, vamos ver as dicas de cuidado com as orquídeas e algumas curiosidades sobre essa linda flor!

Cuidados com a flor

Então, você levou uma orquídea para casa e, claro, quer que ela permaneça florida pelo maior tempo possível. E mais: que ela volte a florescer com regularidade no futuro. 

Assim como todas as plantas, a saúde delas depende de cuidados. Esses vão desde a escolha de um local adequado para o vaso até as regas. Veja como cultivar orquídeas!

Confira algumas dicas de como cuidar de orquídeas:

  • Incidência solar: típicas de florestas tropicais, as orquídeas se adaptam melhor a locais iluminados. Contudo, a luz deve ser indireta, como próximo a uma janela com incidência solar pela manhã (antes das 10h) ou no fim da tarde (após às 16h);
  • Vaso ideal: as opções mais comuns são vasos de plástico, de barro ou de fibra. Todos podem ser utilizados desde que as regas sejam feitas de acordo com a capacidade de drenagem de cada um (plástico, por exemplo, retém mais água);
  • Frequência das regas: vai depender de fatores como condições climáticas, tipo de vaso e de substrato, assim como estado da planta. As orquídeas devem ser regadas sempre que o substrato estiver seco (nunca quando estiver úmido) e de forma comedida, para evitar o apodrecimento das raízes;
  • Umidade: também por conta de sua origem tropical, a maior parte das orquídeas precisa de umidade. Por isso, em épocas ou em locais de clima muito seco, é recomendado borrifar água na planta todos os dias, evitando molhar as flores.

Ainda sobre a rega, outra recomendação é que ela seja feita preferencialmente no período da manhã. Isso evita o acúmulo de água nas raízes durante à noite, o que também favorece seu apodrecimento.

Não esqueça do substrato

Uma das funções mais importantes do substrato é a fixação da planta. Nesse sentido, é importante que o substrato da orquídea seja aerado, permitindo o crescimento das raízes. 

Além disso, ele deve contribuir para a drenagem da água, evitando o acúmulo no vaso, que leva ao apodrecimento da planta. 

Entre as opções mais recomendadas estão: fibra de coco, casca de pinus, pedras e lascas de madeiras nobres. Lembrando que o tipo de substrato pode interferir na frequência das regas de acordo com sua capacidade de drenagem.

orquídea azul

Principais problemas com as orquídeas

Já pensou ter um verdadeiro orquidário em casa? Com nossas dicas de como cuidar das orquídeas no vaso ou fora dele, tudo fica mais fácil!

Mesmo seguindo todas as dicas, as orquídeas apresentam problemas em seu desenvolvimento. Confira alguns dos mais comuns.

1. Deficiência nutricional

Todas as plantas retiram do solo os nutrientes necessários para sua sobrevivência. No entanto, no vaso, esses nutrientes são limitados e devem ser repostos mensalmente com o uso de adubos ricos em nitrogênio, fósforo e potássio.

Atualmente, é possível encontrar opções desenvolvidas exclusivamente para as orquídeas. Entre os sinais de que a planta está com deficiência nutricional estão folhas amareladas e ausência de floração.

2. Excesso de água

Como regra geral de cuidados com a orquídea no inverno ou em qualquer estação, regá-la em excesso é mais prejudicial do que deixá-la sem irrigação. Isso porque o acúmulo de água no vaso (ou no pratinho) leva ao apodrecimento das raízes e consequente morte da planta. 

Além das regas em excesso, o acúmulo de água também pode ser resultado de uma drenagem insuficiente. Nesse caso, tente trocar a orquídea de um vaso de plástico para um de barro ou de fibra e, se necessário, mude o substrato.

3. Ataque de pragas

A falta de umidade é um dos principais fatores que favorecem o ataque de pragas às orquídeas. Daí a recomendação de borrifar a planta com água nos períodos mais secos. 

As pragas mais comumente encontradas nas orquídeas são as cochonilhas, que sugam a seiva da planta e dão às folhas da orquídea um aspecto esbranquiçado. Para resolver o problema, lave a flor com a ajuda de uma esponja e sabão de coco ou aposte no uso de inseticidas específicos.

4. Ausência de flores

As orquídeas não permanecem floridas o tempo todo. Dependendo da espécie, porém, a floração pode ocorrer várias vezes ao ano, como no caso das phalaenopsis, cuja florada dura, em média, 60 dias. 

Portanto, se passado algum tempo sua orquídea não der flores novamente, é porque tem algo de errado com ela. Nesse sentido, uma das causas mais comuns para a ausência de flores é a falta de luz. Daí a importância de adotar medidas de como cuidar da orquídea para dar flores

orquídea roxa

Outro motivo frequente é a deficiência nutricional, o que pode ser resolvido com fertilizantes específicos e voltados para a floração de orquídeas. 

Agora que você já sabe como cuidar de orquídeas, é certeza que elas poderão durar muito mais tempo na sua casa! Além disso, não perca as principais novidades de jardinagem no site ou nas lojas da Petz.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *