Bulldog francês: carinho e energia em um cão compacto

Postado por PETZ, em Atualizado em May 29, 2019

Cães
Bulldog francês: carinho e energia em um cão compacto
Tempo de leitura: 4 minutos

Charmoso, forte e muito dócil, este é o Bulldog Francês. Entenda mais sobre a raça    

bulldog frances

Ter um pet pode exigir dedicação, paciência e cuidado, no entanto, não há nada melhor do que conviver ao lado deles, especialmente se esse pequeno for um Bulldog Francês, não é mesmo?

Nesse post você entende tudo sobre a raça Bulldog Francês, desde sua história até os cuidados mais importantes. Confira!

A história do Bulldog Francês

O nosso querido Bulldog Francês tem uma história um pouco complicada com relação ao seu surgimento. Assim como seu nome já diz, espera-se que ele seja nativo da França.

No entanto, imagina-se que sua origem real foi na Inglaterra, no século XIX, após diversas raças de cães se cruzarem, principalmente os conhecidos como caçadores de ratos.

Assim, criou-se um cão com as características próximas a do Bulldog Francês atual. Na época, o pet tinha apenas um único tamanho e era um dos pets favoritos da classe operária da região.

Com isso, também ganhou reconhecimento pelos americanos, que passaram a criar essa raça — mas incluíram nela as orelhas pontudas e para cima. Após toda a sua trajetória, o cãozinho tornou-se um pet de artistas e burgueses.

Hoje, está disponível para todas as pessoas que estejam dispostos a oferecer muita atenção e amor a eles.

Características do Bulldog Francês

bulldog frances

O Bulldog Francês é um cão com a estrutura bem compacta, sua cabeça é quadrada e apresenta algumas rugas. No entanto, a parte de seu focinho é achatado, formato conhecido como braquicefalia canina.

Seus olhos são arredondados, de cor escura, com aparência de alerta, assim como as orelhas. Seu peito também é largo, já seus membros pélvicos e torácicos são fortes e definidos e, para encantar a todos, suas patinhas apresentam formas arredondadas.

Diferente de muitos cães que possuem caudas longas, a dos Buldogues é bem curtinha e permanece sempre junta aos seus glúteos.

Já o pelo desses pets é curto, muito macio e ainda por cima brilhante, sendo que suas cores podem variar muito, indo desde o vermelho até o branco. No entanto, é comum que eles apresentem algumas manchas ou listras.

Temperamento do Bulldog Francês

Assim como sua carinha fofa, o Bulldog Francês temperamento é de encantar todas as pessoas, isso porque são muito carinhosos e adoram divertir quem estiver por perto.

Mas, mesmo que adore brincadeiras, os esportes e a competição não são uma boa opção para eles, já que adoram curtir um momento de preguiça, descansando ao lado de seu tutor. Esse cuidado deve ser tomado, pois o braço cefálico do pet é mais sensível do que outros bichinhos.

No entanto, há vezes que, por ficar muito tempo dentro de casa, o pet acaba se tornando possessivo com as pessoas ao seu redor. Por essa razão, é necessário que ele se socialize com outros pets e pessoas.

Diferente de muitos outros pets, o Bulldog Francês não costuma latir muito e, quando late, é um sinal de que há algo de errado.

Mas lembre-se: sem treinamentos, todos os cães podem acabar mostrando comportamentos ruins. Sendo assim, o adestramento e/ou treinamento poderá ajudar esse quesito.

Cuidados com o Bulldogue Francês

bulldog frances

Por ser uma raça tranquila, caseira e um pouco preguiçosa, os Bulldogues não exigem que seus tutores façam quantidades excessivas de exercícios para se manterem saudáveis. Contudo, eles são extremamente alegres, por isso, é   válido sempre levá-lo para passear e evitar uma vida sedentária.

Tratando de Bulldog Francês problemas da raça, podemos citar um relacionado ao seu focinho, que tem formato braquiocefálico. Com isso, complicações respiratórias podem surgir, principalmente nos dias de temperatura elevada. A raça também tem predisposição às alergias de pele, hipoplasia traqueal e problemas articulares no fêmur.

Como já falamos anteriormente, o cão, em especial um filhote de Bulldog francês, precisa de uma quantidade adequada de exercícios, mas a boa alimentação também deve ser seguida para que ele de fato possa se manter saudável.

Isso porque é comum que cães pequenos fiquem obesos e/ou com outras problemas de saúde ligados à má alimentação e falta de atividades físicas.

Também é importante manter em dia as escovações bucais — que previnem diversas doenças e a formação de cálculos dentários. Da mesma maneira, a carteira de vacinação deve estar sempre em dia, afinal, com ela os pets ficam muito mais protegidos.  

Gostou de saber mais sobre o Bulldog Francês? Agora que você já sabe qual é o pet ideal para você, continue ligado em nosso site para conferir outros artigos sobre cuidados, curiosidades e muito mais!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentários

Francês Cultural - 01/08/2018

Esse site é muito bom mesmo de muita qualidade. Abraço e sucesso