Caspa em gatos: saiba quais as principais causas e como tratar

Postado por PETZ, em Atualizado em Mar 5, 2021

Gatos
Caspa em gatos: saiba quais as principais causas e como tratar
Tempo de leitura: 6 minutos

Todo tutor gosta de ver seu filho de quatro patas saudável e limpinho! Por isso, a caspa em gatos pode incomodar bastante. Mais que um simples problema estético, essa condição pode estar ligada a diferentes doenças. 

gato de perfil

Por isso, devemos estar atentos à higiene do bichano. Qualquer alteração é motivo de cuidado! Se você está procurando como tratar a caspa em gatos, continue lendo. Preparamos um guia com tudo sobre o assunto!

O que é caspa?

Você já parou para pensar sobre o que é caspa? Este costuma ser um problema comum até mesmo em nós, humanos. Entretanto, nem todos sabem que aquelas indesejadas casquinhas brancas são apenas pele morta que se acumula. 

Nas aulas de biologia, aprendemos que a pele está em constante renovação, certo? No caso da caspa em gatos, a pele velha descama em excesso e, por isso, acaba ficando presa aos pelos do bichano. 

Várias condições podem causar esse problema. Assim, podemos dizer que a caspa em gatos é um dos sintomas, e não uma doença em si. Agora, resta descobrir o que está deixando o bigodudo com essas desagradáveis casquinhas brancas!

Causas da caspa em gatos

A caspa surge quando algo está desregulado na rotina do bichano. Claro, alguns pets são mais propensos ao problema. Entretanto, vale lembrar que os felinos são muito higiênicos e adoram desfilar por aí com sua pelagem limpa e cheirosa! 

Por isso, em condições ideais, o bigodudo não deveria estar com caspa. Se seu filho de quatro patas está com flocos brancos pelo corpo, fique atento às possíveis causas: 

1. Dermatofitose

A dermatofitose é uma doença de pele causada por um fungo que ataca a pele, o pelo e as unhas do bichano. É o que explica a Dra. Thais Batista, médica-veterinária da Petz. Muito contagiosa, essa condição ocorre quando o pet entra em contato com o fungo em sua forma ativa. 

Isso pode ocorrer tanto no contato com outros gatos quanto no próprio ambiente infectado. Por isso, é um quadro comum em peludos que vivem em espaços coletivos. 

Além da caspa, a dermatofitose pode causar outros sintomas. “O pet pode apresentar pele irritada, alopecia — quando há áreas sem pelos — e coceira, com mordiscadas e lambedura”, comenta a Dra. Thaís. 

O tratamento pode envolver aplicação de shampoos, pomadas ou mesmo outros medicamentos. Tudo vai depender do quadro do peludo. Por isso, buscar ajuda profissional é muito importante. 

2. Má alimentação

A nutrição é um dos fatores mais importantes de uma tutoria responsável. E uma má alimentação também pode influenciar a pele do seu bichano. Conforme explica a Dra. Thaís, essa é uma das causas mais comuns para problemas de pele em gatos. 

Para que a renovação da pele ocorra de maneira correta, o peludo precisa ingerir a quantidade exata de proteínas e vitaminas. E a melhor forma de obter esses nutrientes é através de uma ração de qualidade. 

Os produtos premium e super premium são elaborados com ingredientes nobres e, por isso, são muito mais nutritivos! Assim, procure a Petz mais próxima e garanta uma ração de qualidade para seu filho de quatro patas! 

3. Falta de escovação dos pelos

Escovar seu pet é uma atividade mais importante do que parece. Esse hábito ajuda a renovar os pelos, além de remover o excesso de células mortas. E, como vimos, as caspas são justamente células mortas em excesso que se acumulam. 

Dessa forma, a escovação é uma excelente maneira de prevenir o problema! Além disso, ao remover os pelos velhos, você também está evitando a formação das famosas bolas de pelo. Ou seja, se você ainda não tem o hábito de escovar seu bichano, já passou da hora de colocar essa atividade em sua rotina! 

tutor coçando gato de ponta cabeça

Esse costume ajuda a renovar os pelos, além de remover o excesso de células mortas. E, como vimos, as caspas são justamente células mortas em excesso que se acumulam. 

Dessa forma, a escovação é uma excelente forma de prevenir o problema! Além disso, ao remover os pelos velhos, você também está evitando a formação das famosas bolas de pelo. Ou seja, se você ainda não tem o hábito de escovar seu bichano, já passou da hora de colocar essa atividade em sua rotina!

4. Questões ambientais

O ambiente tem uma grande influência no bem-estar dos nossos amigos peludos. Durante o inverno, por exemplo, os cuidados devem ser diferentes daqueles tomados durante os meses de temperatura elevada. 

Um clima seco e quente pode ressecar a pele dos peludos. Como consequência, temos a temida caspa. Por isso, é importante ficar atento às condições climáticas ao cuidar do seu bichano. Lembre-se de fornecer água fresca e limpa, proteger seu pet do sol e sempre oferecer um espaço com sombra para que ele possa descansar. 

5. Estresse

O estresse pode desregular o organismo do bichano de muitas maneiras. E, algumas delas, podem deixar seu gato com casquinhas na pele. Os felinos, como sabemos, são pets muito organizados e, por isso, odeiam mudanças em sua rotina.

Entre os fatores mais comuns para estresse em gato, podemos citar: mudanças na casa, mudanças na família, chegada de um novo pet e barulhos em excesso. Se você desconfia que o motivo para as caspas é o estresse, tente descobrir a causa para a ansiedade do bichano. 

As 5 causas acima ajudam a entender a caspa em gatos e o que ser. Entretanto, é importante lembrar que mesmo uma condição simples, como a casca, pode ser sinal de uma doença mais grave. 

Por isso, ao notar qualquer alteração na aparência ou comportamento do seu amigo, o primeiro passo é buscar ajuda profissional. O veterinário poderá descobrir a causa do problema, ajudando seu peludo a se recuperar rapidamente! 

Tratamento para caspa em gatos

Se você perceber que seu bichano está com casquinhas na pele, é importante buscar a opinião de um veterinário. Ao receber o felino, o especialista irá realizar exames para descobrir a origem do problema e, assim, receitar o tratamento para caspas em gatos mais indicado. 

Geralmente, uma boa alimentação, hábitos saudáveis e antiparasitários deixam o peludo melhor. Entretanto, em alguns casos pode ser necessário aplicar pomadas ou outro remédio para caspas em gatos. E seguir o tratamento recomendado pelo veterinário é a única forma de cuidar do seu peludo. 

Muitas vezes, buscando sobre caspas em felinos, encontramos receitas caseiras, como o “ritual do vinagre”. Apesar de ser um produto da moda, cada vez mais utilizado em tratamentos estéticos, vale lembrar que somente um veterinário poderá identificar a origem da doença. Assim vai indicar os próximos passos. 

Os tratamentos caseiros não possuem eficácia comprovada e, além disso, podem apresentar riscos para os bichanos. Abaixo, indicamos 3 motivos para você ficar longe das receitas milagrosas.

  • Um tratamento sem indicação pode mascarar sintomas: a caspa, muitas vezes, é sintoma de outra condição. Por isso, para entender a caspa em gatos e como tratá-la da forma correta, é necessário descobrir sua origem. E essa é uma tarefa que apenas um veterinário pode desempenhar;  
  • Um erro na quantidade de cada substância e você pode causar uma intoxicação em seu pet: como os remédios caseiros são feitos sem supervisão de um especialista, é fácil se equivocar nas medidas. Com isso, você pode estar colocando a saúde do seu peludo em risco; 
  • O cheiro do vinagre é muito desagradável para os gatos: os bichanos possuem um olfato muito sensível para odores ácidos. Substâncias como laranja, limão e vinagre são, inclusive, utilizadas como repelente de felinos. Se o cheiro da substância já não é muito agradável para nós, imagine como seu pet se sente? 

tutor coçando o gato

Para evitar riscos, busque um profissional de sua confiança e siga sempre suas instruções! Lembre-se que seu amigo merece sempre o melhor! Tem mais alguma dúvida sobre o bem-estar dos bichanos? Pergunte para nós da Petz nos comentários! Ficaremos felizes em responder. 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *