Chinchila cuidados: 7 passos essenciais para garantir o bem-estar desse roedor

Postado por PETZ, em Atualizado em Jun 13, 2019

Roedores
Chinchila cuidados: 7 passos essenciais para garantir o bem-estar desse roedor
Tempo de leitura: 4 minutos

Ao decidir ter um animal de estimação, é comum pensar primeiro no que esperamos dele, como companhia, diversão e doses diárias de carinho. Mas saiba que ter uma posse responsável de um pet significa pensar também nas necessidades de cada um. No caso da chinchila, cuidados são essenciais.

Ela é um roedor tranquilo, simpático, de baixo custo de manutenção e ideal para quem vive em apartamentos. Porém, você sabe do que precisa para ter uma vida saudável e feliz? A gente conta a seguir!

Invista em uma gaiola espaçosa

Seja para aves ou roedores, a médica veterinária da Petz, Dra. Mariana Pestelli, é enfática: “quanto maior for a gaiola, melhor será a qualidade de vida do pet”. Por isso, na hora da comprar, sempre dê preferência para a maior gaiola para chinchila que seu orçamento permitir.

Mas atenção! Você deve ter certeza de que possui um lugar adequado para colocá-la. Para as chinchilas, isso significa um local tranquilo, silencioso e com temperaturas amenas, já que o calor em excesso é prejudicial para a saúde delas.

Chinchila: cuidados com os instintos naturais do pet

Cada espécie tem seus hábitos e o legal é que o organismo quase sempre é adaptado para eles. Apesar do corpo roliço e aparentemente pesado, as chinchilas, por exemplo, são excelentes saltadores, sendo que o rabo delas tem o formato e o movimento ideal para dar impulso.

Portanto, se quiser garantir o bem-estar de uma chinchila comum, é importante respeitar e incentivar esse instinto natural com a ajuda de gaiolas altas e com muitas prateleiras.

Ao fazer isso, você estará proporcionando tanto benefícios para a saúde física quanto para mental, reduzindo, assim, a chance do pet se estressar.

Proporcione uma alimentação balanceada

Para todos os pets, garantir uma nutrição adequada é o primeiro passo para assegurar a qualidade de vida. Afinal, ela ajuda a garantir o bom funcionamento do organismo, evitando o surgimento de doenças e dando energia para que a chinchila faça suas atividades.

Nesse sentido, a melhor opção de alimento para esses roedores são os chamados alimentos extrusados, isto é, rações desenvolvidas com nutrientes e vitaminas próprias para atender às necessidades desses roedores herbívoros.

Fique atento ao desgaste dos dentes

Como acontece com todos os roedores, os dentes desse bichinho crescem de forma contínua ao longo de toda sua vida, o que é ótimo, já que a chinchila morde e roe objetos para desgastar seus dentinhos.

Por outro lado, quando não têm o que roer, o crescimento dos dentes pode levar a problemas de saúde graves, como má-oclusão e lesões.

Para que isso não ocorra, invista em brinquedos específicos para chinchilas e em muita alfafa! Além de desgastar os dentes, ela ainda estimula o funcionamento do intestino desses roedores.

Interaja com a chinchila e promova o enriquecimento ambiental

Ninguém gosta de ficar confinado e sem ter o que fazer. Sendo assim, se quiser manter sua chinchila saudável, procure tirá-la da gaiola para brincar com ela ao menos uma vez por dia. Já para os momentos em que ela vai ficar dentro gaiola, é importante garantir que a chinchila tenha com que se distrair.

Além das grades e prateleiras, que permitem a ela saltar e escalar, a chinchila também gosta muito de se esconder em tocas e de correr, por isso, vale a pena colocar a famosa roda de roedores dentro da gaiola.

Lembrando que todos os brinquedos devem ter um tamanho adequado em relação à chinchila para evitar acidentes, como lesões nas patas.

Mantenha a higiene da gaiola e da chinchila em dia, mas sem água!

Chinchilas são pets muito limpos e, como tal, podem ficar estressadas em ambientes sujos. Sendo assim, procure limpar a gaiola diariamente, removendo qualquer resíduo. Quanto ao banho, ele é muito importante para esse roedor, mas nem pense em colocá-lo na água!

Segundo explicou a Dra. Mariana Pestelli, a pele desses pets de origem desértica não aceita bem a umidade e o pelo deles não seca. Portanto, o ideal é dar um banho seco, com carbonato de cálcio, entre 2 a 3 vezes por semana, apenas para remover sujeiras e a oleosidade.

A técnica é simples: em um recipiente, despeje o pó de banho seco e coloque-o dentro da gaiola. Espere que a chinchila role nele e pronto! É só retirar o recipiente e esperar o próximo banho.

Cuidados com chinchila: check-ups regulares no veterinário

A chinchila tem uma das maiores expectativas de vida entre os roedores domésticos, podendo chegar a impressionantes 20 anos!

Porém, para que ela viva bastante e com qualidade, é preciso garantir que o estado de saúde dela é bom, e fazer alterações nos cuidados com ela, quando necessário. Por isso, o ideal é levá-la ao veterinário regularmente.

Agora que você já conhece alguns dos cuidados essenciais para manter sua chinchila sempre esbanjando saúde, é só consultar a Petz e, aproveitar para marcar consultas com nossos especialistas. Além de encontrar produtos de qualidade que não podem faltar no dia a dia desses roedores.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentários

Alexandre - 16/12/2018

Eu acho que as Chinchilas sao incriveis .