Conjuntivite em gato: saiba identificar a doença!

Postado por PETZ, em 22/10/2020

Dicas
Conjuntivite em gato: saiba identificar a doença!

Se você já sofreu com um olho irritado, sabe como isso pode ser desconfortável. E para os peludos, além de incômoda, a conjuntivite em gato é um problema sério e que precisa de toda a atenção dos tutores.

gato com o olho fechado

Apesar de os gatos serem independentes e não gostarem de receber ajuda, às vezes é necessário dar um apoio para o seu bichano. Quando não é tratada corretamente, a conjuntivite felina pode trazer complicações para seu pet. 

Para saber mais sobre o tema, continue lendo. Consultamos uma médica-veterinária que explicou como identificar a doença e proteger o amigo de quatro patas contra esse incômodo! 

O que causa conjuntivite em gato? 

O termo conjuntivite significa “inflamação das conjuntivas”. É o que explica a Dra. Heloísa Souza, médica-veterinária da Petz. “As conjuntivas são as membranas que recobrem a parte branca do olho e a parte interna das pálpebras”, comenta. 

Assim, a conjuntivite em gato é, na verdade, um quadro de inflamação que pode ter diferentes causas. Muito comum em filhotes, na maioria das vezes a conjuntivite em gatos está relacionada a outros problemas de saúde. Assim, é fundamental buscar ajuda de um veterinário ajudar o seu peludo! 

Causas da conjuntivite 

A conjuntivite em gato pode ter diversas origens. “Pode ser tanto como um problema oftálmico local como o sintoma de uma doença sistêmica”, comenta a Dra. Heloísa. 

Em outras palavras, tudo que causa inflamação nos olhos pode gerar conjuntivite. No entanto, a veterinária explica que no caso dos felinos, as duas principais causas estão associadas a bactérias e a vírus. São eles:

  • Herpesvírus felino: o herpesvírus felino é considerada a causa mais comum para os problemas oculares nos bichanos. Além de conjuntivite, pode causar espirros, secreção nasal e falta de apetite, como em uma gripe. Assim, um gato com conjuntivite e espirrando pode estar contaminado com o herpesvírus felino, 
  • Bactéria Chlamydia sp.: a bactéria Chlamydia sp. causa a chamada clamidiose felina. Essa doença, muito comum em bichanos que vivem na rua, também pode causar inflamação nos olhos e sintomas semelhantes à gripe, deixando o gato com conjuntivite e espirrando. Além disso, a doença causa diminuição na produção de lágrimas, que em alguns casos pode levar à ruptura da córnea e até mesmo à cegueira.

As causas acima costumam ser as mais comuns para conjuntivite em gatos. Entretanto, a Dra. Heloísa reforça que outros fatores podem causar inflamação nos olhos, como: traumas, produtos químicos, clima seco, alergias… Assim, para ajudar seu peludo, é fundamental descobrir a origem do problema. 

Sintomas da conjuntivite

Perceber um olho inflamado não é tão difícil. Entretanto, no caso dos bichanos, é necessário estar atento. Nossos amigos de quatro patas são extremamente independentes e odeiam demonstrar que precisam de ajuda. Portanto, para notar a  doença, fique atento aos seguintes sintomas de conjuntivite em gatos:

  • Olhos vermelhos;
  • Piscadas em excesso;
  • Secreção ocular excessiva;
  • Secreção com coloração amarelada ou escura,
  • Dificuldade para abrir os olhos. 

Além dos sintomas acima, caso o pet esteja infectado com um vírus ou uma bactéria, ele pode apresentar outros sinais, como espirros, apatia e febre. De qualquer forma, busque sempre a ajuda de um profissional! 

gato coçando o olho

Diagnóstico e tratamento 

O primeiro passo para diagnosticar a conjuntivite em gatos é descobrir a origem do problema. O veterinário irá realizar testes clínicos, observando os olhos do bichano de perto para notar qualquer corpo estranho ou irritação. Analisar o histórico do pet também é muito importante, pois a vacina diminui as chances de contrair a doença. 

Em alguns casos, alguns exames clínicos podem ser necessários para um diagnóstico preciso. O tratamento vai depender da causa do problema. Geralmente, o veterinário pode receitar antibiótico e colírio para conjuntivite em gatos, além de terapia de suporte, auxiliando o peludo a se recuperar da doença. 

Entretanto, vale ressaltar que o tratamento deve ser realizado apenas com acompanhamento médico. Tentar um métodos e remédio para conjuntivite em gato sem auxílio de um veterinário ou seguindo métodos caseiros, pode comprometer ainda mais a saúde do bichano. 

Como previnir o problema

A conjuntivite em gato costuma ser um problema comum e difícil de prevenir. Entretanto, as duas principais causas do problema podem ser evitadas através da vacinação. 

A famosa vacina trivalente, ou V3, possui imunização contra a calicivirose felina e o herpesvírus felino. Além de vacinar, a Dra. Heloísa relembra a importância de impedir o acesso à rua. “Nos passeios há um grande risco de lesões por brigas e contato com animais doentes”, comenta. 

Também é recomendado manter a higiene dos olhos do seu bichano, limpando regularmente com gaze e soro fisiológico. Os gatos braquicefálicos, como o angorá ou o exótico, possuem mais predisposição à doença e, por isso, merecem atenção especial. 

Por fim, manter uma rotina saudável irá deixar seu peludo protegido contra todas as doenças! A alimentação saudável, brincadeiras diárias e visitas regulares ao veterinário são essenciais. 

gato deitado

Agora que sabe as causas, tratamento e prevenção da conjuntivite em gato, acesse o blog da Petz para outras informações sobre bem-estar e saúde pet!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *