Pode castrar gata no cio? 6 mitos e verdade sobre a castração dos bichanos

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 15, 2020

Bem-Estar
Pode castrar gata no cio? 6 mitos e verdade sobre a castração dos bichanos
Tempo de leitura: 4 minutos

A castração é um fator importante na tutoria responsável. Além de prevenir uma gravidez indesejada, castrar seu pet pode beneficiá-lo, protegendo sua saúde e evitando doenças. Mas a dúvida é: pode castrar gata no cio?

gato-deitado

Esclarecemos 6 mitos e verdades sobre a castração de gato! Continue lendo para descobrir as respostas de suas dúvidas e outras curiosidades sobre sua amiga de quatro patas!

1. Gata não tem cio

Mito! O cio das gatas segue um padrão diferente de outros pets, mas isso não significa que as bichanas não passem por essa fase. Chamada tecnicamente pelos especialistas de “estro”, nesse período os hormônios de reprodução estão mais altos nas fêmeas.

Assim, eles mudam seu comportamento para chamar a atenção dos machos e demonstrarem que estão prontas para terem filhotinhos. Normalmente, as gatas passam pelo estro como qualquer outro pet. 

2. O cio das gatas é irregular

Verdade! Essa confusão faz com que muitos acreditem que bichanas não tem cio. O processo dos felinos é diferente. O ciclo será influenciado por vários fatores externos. Conforme explica a Dra. Karina Mussolino, médica-veterinária da Petz, a duração e os intervalos do ciclo dos felinos mudam de acordo com o ambiente. 

Os principais fatores que influenciam o cio das gatas é a presença de gatos não castrados na região e a luminosidade. Assim, se uma bichana convive com muitos machos, é possível que ela tenha um estro bem longo e demorado. 

3. Pode castrar gata no cio

Perguntar se é certo castrar gato no cio leva a uma resposta um pouco mais complexa. Conforme explica a Dra. Cássia Paulon, médica-veterinária da Petz, isso não é recomendado. “Durante este período, há maior risco de sangramento durante o procedimento”, explica. 

Isso não quer dizer que todos os veterinários irão se recusar a castrar gata no cio. Entretanto, a maioria dos profissionais aconselha esperar essa fase passar. Assim, todo o processo será mais seguro para sua melhor amiga e toda a família. 

4. A gata fica mais dengosa no cio

Verdade! A mudança do comportamento das bichanas durante o estro é bem perceptível. Mesmo os pets mais ariscos e fechados costumam demonstrar uma mudança em suas ações. 

É comum que elas se esfreguem nos tutores, móveis e outros pets durante esse período. Apesar de ser ótimo receber um afago de sua amiga peluda, durante o cio isso pode ser um pouco exagerado. Além das carícias em excesso, os principais sintomas de uma gata no cio são:

  • Comportamento dengoso; 
  • Micção mais frequente;
  • Urina com odor forte;
  • Xixi fora da caixa
  • Carência e busca por atenção;
  • Miados altos, principalmente durante a noite. .

gato-carinho

Se você tem uma bichana com o comportamento acima em casa, ela provavelmente está no estro. O melhor é ficar de olho em sua amiga e buscar ajuda veterinária. Assim, você poderá evitar uma gravidez indesejada. 

5. Devemos esperar a primeira gravidez para castrar

Mito! É comum ouvirmos que, para que a cirurgia ocorra de forma mais segura, devemos esperar a pet engravidar uma vez para castrar. De acordo com especialistas, não há pesquisas ou estudos que demonstrem que isso é verdade. 

A castração de gato fêmea não é considerada uma cirurgia de risco e, se feita durante o período correto e com um bom profissional, dificilmente possui complicações. Além disso, um pet castrado costuma viver mais que um não castrado, independentemente de ter tido filhotes alguma vez. 

Claro que a gravidez dos pets pode ocorrer por acidente, ou mesmo se for bem planejada pela família. Entretanto, para os que escolhem castrar gato, não é necessário esperar os primeiros filhotinhos. 

6. Não pode castrar gata grávida

Essa é uma pergunta comum, assim como “pode castrar gata no cio?”.  E, de acordo com especialistas, é uma verdade. Ao receber uma gata para castração em seu consultório, uma das primeiras ações de um veterinário será verificar se a bichana está grávida. 

Isso porque castrar uma pet gestante pode gerar complicações na saúde da futura mamãe. Assim, uma cirurgia que geralmente é simples e sem grandes riscos se torna um perigo um pouco maior.

Entretanto, é sempre recomendado que você busque um profissional de confiança para analisar os sintomas de sua amiga peluda. Ele poderá verificar o que é melhor para cada caso e passar recomendações mais precisas. 

7. Pode castrar gata jovem

Pode! Na verdade, a idade indicada para castração é a partir do 1º e antes do 2º cio em fêmeas e em machos após 1 ano de idade No mundo pet há alguns assuntos um tanto polêmicos. A opinião de tutores e profissionais vai variar de acordo com pesquisas, leituras, visões de mundo até mesmo gosto pessoal.

No entanto, um procedimento é quase unanimidade quando falamos de tutoria responsável: a castração. Esse procedimento simples e seguro irá melhorar o bem-estar do pet, aumentar sua expectativa de vida e trazer benefícios para sua saúde.

Quando levar seu amigo de quatro patas no veterinário, mesmo que ainda seja bebê, pergunte sobre a castração. O especialista poderá acompanhar o desenvolvimento do bichano e marcar a cirurgia quando for seguro e conveniente.  

gato-cadeira

Agora você já está ciente se pode castrar gata no cio ou não. Lembre-se que castrar seu pet é um ato responsável e seguro. Para mais informações de cuidados de felinos, confira outros conteúdos aqui no blog da Petz!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *