Qual anti-inflamatório pode dar para gato? Saiba mais!

Postado por PETZ, em Atualizado em Mar 10, 2021

Saúde e Cuidados
Qual anti-inflamatório pode dar para gato? Saiba mais!
Tempo de leitura: 5 minutos

Uma das grandes dúvidas entre os tutores é: qual anti-inflamatório pode dar para gato? A administração de remédios, em alguns casos, é essencial. Porém, por mais que você queira aliviar o desconforto do seu bichano, é importante lembrar que todo e qualquer tratamento deve ser sempre acompanhado de um veterinário.qual antiinflamatório pode dar para gato

O uso de medicamentos de forma indevida pode complicar ainda mais a saúde do seu pet. Por isso, se você está se perguntando qual o melhor remédio anti-inflamatório para gatos, continue lendo. Elaboramos um guia com tudo sobre o assunto.

Os perigos da medicação sem orientação médica

Se você está se perguntando qual anti-inflamatório para gato é bom, é importante, antes de mais nada, ouvir a opinião de especialistas. A Dra. Renate Brunetto, médica-veterinária da Petz, explica os riscos de administrar medicamentos sem orientação profissional:

“Não são todos os remédios que podemos oferecer aos pets. Alguns, principalmente os anti-inflamatórios, podem causar úlceras gástricas. Outros efeitos negativos incluem ruptura dos glóbulos vermelhos, intoxicação e até mesmo morte”, comenta.

“Mas, então, qual anti-inflamatório humano posso dar para meu gato?”. A resposta para a sua pergunta é nenhum! Mesmo que você saiba quais substâncias são permitidas, é necessário calcular a quantidade correta para cada peludo. Fatores como tipo da doença, idade e peso do gato podem mudar completamente a receita utilizada.

Por isso, o melhor remédio sempre é buscar ajuda de um profissional! “Somente o médico-veterinário pode prescrever a medicação adequada e a dosagem certa para cada pet”, completa Dra. Renata.

Qual anti-inflamatório posso dar para gatos?

Como vimos, nem todos os medicamentos estão liberados para os bichanos. Algumas substâncias comuns em nosso cotidiano, como o ibuprofeno, são tóxicas para nossos amigos peludos. A Dra. Juliana Brondino, médica-veterinária da Petz, explica que há dois tipos de anti-inflamatórios: os esteroides e os não esteroides.

De acordo com a especialista, os medicamentos do segundo grupo costumam ser mais seguros. Isso porque possuem uma formulação mais simples e, geralmente, são indicados para problemas doenças mais leves.

Entretanto, é necessário estar atento mesmo com os remédios mais comuns. Abaixo, separamos uma lista com as substâncias ativas mais utilizadas.

1. Meloxicam

Tipo: anti-inflamatório não esteroide
Indicação: dores, inflamação e febre

O meloxicam é um anti-inflamatório muito utilizado para tratamento de cachorros e gatos. Frequentemente, ele é receitado como terapia após uma cirurgia. É possível encontrá-lo tanto em gotas como em comprimido.

Em alguns casos, pode ser recomendado injetar o remédio, mas isso deve ser feito apenas por um profissional da saúde. Apesar de ser considerado um medicamento seguro, é necessário estar atento à concentração.

Como também é utilizado para o tratamento de cães, que são maiores e mais pesados, muitas vezes encontramos medicamentos com uma dosagem muito alta para os bichanos. Por isso, consulte um veterinário para saber qual a melhor opção para seu amigo.

2. Cetoprofeno ou ketoprofeno

Tipo: anti-inflamatório não esteroide
Indicação: dores, inflamação e febre

Outro medicamento facilmente encontrado em lojas especializadas, o cetoprofeno é seguro para gatos. De ação rápida e eficaz, também é muito utilizado após cirurgias. O cetoprofeno, na maioria das vezes, é encontrado em pastilhas.

É necessário estar atento à sua composição, já que este medicamento também é utilizado para o tratamento de cães. Para a segurança do seu pet, aplique cetoprofeno apenas sob recomendação veterinária.qual antiinflamatório pode dar para gato

3. Robenacoxibe

Tipo: anti-inflamatório não esteroide
Indicação: dores e remédio para inflamação em gatos

Diferentemente dos seus concorrentes, o robenacoxibe é um medicamento mais específico. No Brasil, ele é encontrado somente com o nome comercial Onsior*, e possui uma posologia especial para os bichanos. Sua ação é rápida e também é muito indicado para tratamentos pós-cirúrgicos.

Além disso, é comum utilizar o robenacoxibe para doenças crônicas, como artrites. Mesmo que seja um remédio exclusivo para felinos, é recomendado consultar seu veterinário antes de administrar robenacoxibe em seu peludo.

4. Dexametasona

Tipo: Anti-inflamatório esteroide
Indicação: doenças sistêmicas e autoimunes

O dexametasona é um único medicamento desta lista classificado como um anti-inflamatório esteroide. Sendo assim, trata-se de um composto mais forte e deve ser utilizado com cuidado. Geralmente, é receitado para doenças sistêmicas e autoimunes, como artrites, reumatismos ou Síndrome de Cushing.

Em alguns casos, pode ser recomendado para combater infecções bacterianas. Só deve ser administrado sob indicação de um veterinário, já que seu uso é delicado e, em alguns casos, pode causar reações adversas.

Os quatro medicamentos acima são os mais indicados para os bichanos. A nimesulida para gatos não é indicada para os bichanos! Além disso, é importante frisar que nenhum remédio deve ser administrado sem orientação de um profissional. Se você está se perguntando “qual anti-inflamatório posso dar para gatos?”, procure um veterinário de sua confiança e siga suas recomendações!

Posso dar dipirona para gatos?

Outra pergunta que os tutores costumam se fazer é se pode dar dipirona para gato. Esse medicamento, geralmente, é classificado como seguro para os peludos. Entretanto, o Dr. Ítalo Oliveira, médico-veterinário da Petz, explica que é necessário cuidado.

Primeiramente, vale lembrar que o principal uso da dipirona é como analgésico e antipirético, sem ação tão eficaz no caso de inflamações. “Há ainda riscos iminentes de intoxicação. O pet ainda pode sofrer com severas lesões medicamentosas”, comenta o veterinário.

Esses riscos estão associados, principalmente, à dosagem utilizada. A dipirona pode até ser segura para os gatos, mas é necessário calcular a quantidade exata que será oferecida para o pet.

E isso deve ser realizado por um especialista. “O profissional deve calcular a partir do tamanho e peso do pet. Além disso, o remédio só pode ser utilizado por certo período de tempo”, afirma o Dr. Ítalo.

Levando em consideração os riscos, não vale a pena arriscar a saúde do seu amigo, não é mesmo? Por isso, busque um veterinário de sua confiança e siga todas suas instruções.qual antiinflamatório pode dar para gato

Os Centros Veterinários Seres, um projeto da Petz, contam com profissionais especializados, que ficarão felizes em ajudar o seu filho de quatro patas! Procure a unidade mais próxima e venha nos fazer uma visita! Aqui poderemos ajudar a saber qual anti-inflamatório pode dar para gato!

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *