Cachorro no calor: saiba tudo o que seu peludo precisa

Postado por PETZ, em Atualizado em Apr 22, 2021

Bem-Estar
Cachorro no calor: saiba tudo o que seu peludo precisa
Tempo de leitura: 3 minutos

Não é novidade nenhuma que nos dias mais quentes alguns humanos acabam ficando incomodados e irritados. Isso também acontece com o cachorro no calor, afetando o comportamento e algumas ações do bichinho.

cachorro se refrescando na praia com bolinha na boca

Quando chega o verão, o pet busca alternativas para se refrescar nesses meses mais quentes. Assim, o tutor deve ajudar o cachorro com calor para que ele fique aliviado e confortável. 

O que fazer para amenizar o calor do cãozinho

Todos pensam que tosar o cachorro no calor é a única alternativa para ajudar o amigo. No entanto, existem outras saídas rápidas e práticas para ajudar no bem-estar do pet nesse período.   

A primeira dica de como refrescar o cachorro no calor é manter o peludo muito hidratado, trocando a água dele várias vezes ao dia para mantê-la fresca. Além disso, colocar algumas pedras de gelo no potinho irá ajudar a manter o líquido gelado por mais tempo.

Outro ponto essencial é evitar levar seu pet para passear nos horários mais quentes, como ao meio-dia. Lembre-se sempre de verificar a temperatura do chão para que o cãozinho não queime as patas. É importante também induzir o animalzinho a fazer exercícios mais leves. 

Em algum momento do dia a dia os tutores já devem ter visto o peludo deitado no chão gelado, não é mesmo? Eles fazem isso para tentar se refrescar, por isso, é importante o pet sempre estar em lugares frescos e com sombra. Assim, o cachorro no calor estará confortável e bem.

O que é hipertermia canina?

A hipertermia canina, ao contrário do que muitos tutores pensam, não deriva de nenhuma infecção, mas acontece quando o pet é exposto ao calor excessivo. Por isso, é importante prestar atenção no cachorro com calor e sintomas que ele apresenta.

Um dos pontos que influenciam a hipertermia no cãozinho é que eles têm poucas glândulas sudoríparas. Consequentemente, têm apenas a respiração para controlar a temperatura corporal nos dias em que o clima está intenso. Por isso, os vemos com a língua para fora após alguma atividade física.

Assim, é importante sempre estar de olho no cachorro no calor. Se o pet estiver com a respiração difícil, fraqueza, tremedeiras ou qualquer outro sintoma, é essencial levá-lo ao veterinário o mais rápido possível.

Cachorro sente calor com os pelos?

Muitas vezes, pensamos que o cachorro sente calor com os pelos, mas o que não sabemos é que ele funciona como um isolamento térmico. No frio, a pelagem não deixa que a temperatura do pet caia muito, e no verão, que ele ganhe calor excessivo.

cachorro na grama

Os pelos funcionam como protetores para seu amigo de quatro patas, por isso, é necessário ter muito cuidado com a pelagem. Desse modo, algumas raças precisam da tosa o ano inteiro, já outras, só no verão. Mas vale lembrar que é importante ter a opinião do veterinário para saber qual a frequência indicada. 

Como vimos acima, é preciso mais do que tosar o cachorro no calor quando o verão chega. Pensando nisso, há outras maneiras de refrescar o cãozinho para que ele alivie o calor excessivo e se sinta confortável nos dias mais quentes.

Como saber se seu peludo está com calor?

O clima sempre acaba afetando a todos, mas principalmente o cachorro no calor. Consequentemente, isso muda alguns hábitos e comportamentos do amigo de quatro patas.

Observar a linguagem corporal é uma maneira efetiva de identificar se o pet está com calor. Lembrando que a forma de se expressar do animalzinho pode mudar de um para o outro, mas alguns sinais comuns são: 

  • Maior salivação;
  • Respiração ofegante;
  • Ficar deitado muito tempo.

O calor pode afetar a falta de apetite do cachorro?

Os cãezinhos são muito parecidos com os humanos em relação ao apetite no calor. Assim como nós, eles acabam reduzindo o apetite aos poucos, conforme o verão se aproxima. Por isso, é essencial reforçar a hidratação do pet.

Uma outra opção para o animalzinho nos dias quentes é oferecer ração úmida, ao invés da seca. Consequentemente, ajudando a hidratar mais ainda o cachorro, mas não é necessário forçar o pet a comer toda a comida. Visto que é uma reação natural a falta de apetite nessa época do ano.

cachorro na grama tomando sol

Portanto, é muito importante ficar atento à linguagem corporal e atender às necessidades do cãozinho no verão. Gostou de saber mais sobre cachorro no calor? Então confira outros conteúdos como este no blog da Petz.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *