Vida de gato: saiba como entender todas as fases dos felinos!

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 17, 2019

Bem-Estar
Vida de gato: saiba como entender todas as fases dos felinos!
Tempo de leitura: 4 minutos

Um gato é um amigo para a vida toda. Seja um gatinho bebê ou um bichano mais velho, você sempre terá uma boa e divertida companhia! Mas, para ser um bom tutor, é necessário entender quais os cuidados necessários em cada fase da vida de gato.

Afinal, lidar com um filhote cheio de energia é bem diferente da atenção que um pet idoso precisa. Para entender melhor sobre as fases da vida de um gato, convidamos o médico-veterinário da Petz, Dr. Samuel Teófilo, para tirar todas as suas dúvidas.

Se interessa por bichanos? Continue lendo e aprenda mais sobre vida de gato e seu comportamento!

As fases da vida de gato

Você certamente percebeu que seu filho de quatro patas amadurece com o passar do tempo, não é mesmo? Bom, segundo o Dr. Samuel, isso não é apenas uma impressão.

O veterinário reforça os momentos em que esta transição ocorre. “Após os 12 meses que o gato já será considerado um adulto.”, afirma. Isso significa que é a partir o gato cresce até essa idade. E, então seu amigo vai parar de crescer e se desenvolver fisicamente.

Mas, claro, ele ainda pode ter comportamentos considerados infantis. Afinal, pets também passam por um momento semelhante à adolescência! Já a idade adulta dura até os 7 anos, explica o veterinário. Um bichano com esta idade já pode ser considerado um senhor.

Vale lembrar que estas são idades médias, e o pet pode ter um desenvolvimento mais ou menos rápido, de acordo com sua história particular.

Vida de gato: porque os filhotes são fofos e travessos?

Filhotes são sempre encantadores, isso não podemos negar. Mas, gatos bebês necessitam de cuidados especiais. Primeiro, para descobrir como saber a idade de um gato filhote procure pela ajuda de especialistas.

Mas, podemos adiantar que a idade ideal para um bichano sair de perto de sua mãe é 3 meses. Este é o tempo necessário para amamentação, além de ser importante para ele criar laços com seus irmãos.

Após seu amigo chegar em sua casa, o primeiro passo é levar ao veterinário para uma consulta. A vacinação e vermifugação dos gatos durante os primeiros dias é essencial para evitar doenças.

Depois de garantir os cuidados médicos do pet, leve as recomendações do veterinário para casa. A alimentação de filhotes deve ser diferenciada, já que eles precisam de uma boa nutrição nesse ciclo de vida do gato.

Os bichanos bebês também são muito ativos e adoram se divertir! Por isso, ofereça brinquedos e outros estímulos ambientais para que ele queime toda esta energia. Cuidando bem de seu amigo, ele chegará saudável à idade adulta!

Gatos adultos: saiba quais os cuidados essenciais

A idade adulta dos bichanos começa por volta dos 12 meses. Nesta fase, seu filho de quatro patas pode até deixar de crescer, mas seu comportamento ainda vai mudar bastante!

Portanto, troque a ração de seu gato para uma de pets adultos. Este também é o momento ideal para realizar uma cirurgia de castração, caso ela não tenha acontecido antes.

Gatos adultos podem mudar seus hábitos graças ao comportamento sexual. Lembre-se que este procedimento traz diversos benefícios para a saúde do pet.

Em relação à diversão, não se preocupe. Seu gato adulto ainda vai brincar bastante, então ofereça muitos estímulos! Eles também podem assumir seu comportamento noturno e acordar você de vez em quando.

Apenas mais um dos inúmeros prazeres em ser tutor de gato!

Vida de gatos idosos: definitivamente a melhor idade!

Quando os bichanos atingem os 7 anos passam a ser considerados idosos. Isso significa que seu amigo já está mais cansado e já aproveitou bastante os prazeres de sua vida de gato.

A partir de agora, é provável que o pet durma boa parte do tempo, e não brinque tanto quanto antigamente. Por isso, a dieta dos gatos idosos também deve ser diferente.

Isso porque, com a alimentação correta, seu amigo tem menos chances de desenvolver obesidade. Pets mais velhos também costumam ter a saúde mais frágil. Por isso, o tutor deve ficar de olho em seu amigo.

O Dr. Samuel destaca algumas doenças comuns em gatos idosos:

  • Neoplasias;
  • Hipertireoidismo;
  • Diabetes;
  • Doença renal crônica;
  • Hepatite.

Porém, com o cuidado correto seu filho de quatro patas terá uma velhice tranquila e saudável. Consultas de rotina, uma boa dieta, vacinação e vermifugação em dia são as chaves para uma boa saúde.

E ter um gato mais velho também pode ser muito prazeroso! Os bichanos ficam mais tranquilos e amorosos, e são raras as vezes que um pet idoso prega alguma travessura em seu dono.

Ser tutor de gato é sempre um delicioso desafio. Em cada fase da vida de gato nossos amigos peludos nos surpreendem com brincadeiras, carinhos e obstáculos diferentes.

Independentemente da idade ou tamanho dos gatos, amor, atenção e cuidado sempre são necessários!

Se você busca o melhor para seu felino, na Petz você encontra uma grande diversidade de produtos. Além de clínicas veterinárias bem equipadas e com excelentes profissionais. Venha nos fazer uma visita!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários

Lêda - 11/11/2019

Amei o site. Gente, pelo amor de Deus. Não machuquem nossos animais. Eles merecem todo amor dos seus “papais e mamães humanos.”

Anabela Silva Flor - 16/11/2019

É sempre bom saber