Como fazer um jardim: 5 passos para criar o seu!

Postado por PETZ, em 02/02/2020

Plantas
Como fazer um jardim: 5 passos para criar o seu!

Ter um cantinho verde em casa é o sonho de muita gente. Afinal, todo mundo adora um espaço agradável para relaxar e admirar a natureza. No entanto, muitas vezes jardineiros de primeira viagem se perguntam: como fazer um jardim?

Se você sonha com um espaço verde em casa, acompanhe as nossas dicas. Preparamos um guia para quem está iniciando no mundo da jardinagem.

Aprenda como montar um jardim em 7 passos!

Vazinhos de suculentas variados em cima de uma mesa.

1. Como montar um jardim no espaço ideal

Nosso passo a passo de como fazer jardim começa pela escolha do local. A seleção do espaço decidirá muitas das etapas seguintes.

Mas, além de escolher bem a casa das suas plantas, é necessário fazê-lo de forma inteligente.

Até porque, assim como outros seres vivos, as plantas também gostam de espaço. Portanto, percorra sua casa e procure um bom local para a plantação. Para isso, leve em consideração os seguintes pontos:

Procure pelo sol

De maneira geral, plantas precisam de luz solar. Essa é a principal forma de nutrição das nossas amigas verdes.

Por isso, busque o local mais ensolarado da casa e verifique qual o espaço disponível. Lembre-se que é mais fácil criar uma sombra quando necessário do que criar um espaço iluminado.

Ventilação também é importante

Outro fator que muitos jardineiros de primeira viagem se esquecem é que as plantas também precisam de ventilação. Assim, dê preferência aos espaços abertos, como fazer um jardim no quintal ou outra área de bastante circulação de ar.

Considere o espaço vertical

Uma das características das plantas é que elas são bem adaptáveis. Trepadeiras e algumas árvores, por exemplo, crescem para cima e ocupam pouco espaço de terra!

Por isso, na hora de buscar o local de seu novo jardim, lembre-se de aproveitar o espaço vertical.

Com esses elementos em mente, você provavelmente poderá escolher um bom espaço para seu jardinzinho. Após decidir o local perfeito, é hora de partir para os próximos passos!

2. Escolha bem as plantas para o seu jardim

Agora você já sabe qual o local perfeito para sua nova área, chegou a hora do passo dois do guia de como fazer um jardim: escolher as plantas!

Nessa hora, você provavelmente já terá ideia do tamanho que as plantas deverão ter. Será que uma jabuticabeira é indicada para sua casa? Ou é melhor ficar com uma planta mais discreta? Para ajudar nessa escolha, siga algumas dicas rápidas.

Frutas e legumes

Ter uma horta orgânica em casa é um luxo!

Além de conseguir frutas e legumes fresquinhos, você terá a certeza da procedência deles. Isso sem falar da incrível sensação de comer algo que plantou.

Porém, esse tipo de jardim precisa de um cuidado delicado. Frutas e legumes precisam de um bom solo e muito sol. Além disso, muitos ocupam um espaço maior. Leve isso em consideração na hora de escolher suas plantas.

Flores coloridas

Outro sonho de quem começa um jardim em casa é um espaço com muitas flores coloridas. Entretanto, essas belezinhas também costumam precisar de mais sol que outras plantas.

Espécies clássicas, como a roseira, precisam de 6 a 7 horas de sol por dia. Outro ponto a se considerar quando for escolher as espécies a serem plantadas.

Plantas de meia-sombra

Ao contrário das floridas, elas muitas vezes não podem lidar com muito sol direto.

Entre as mais famosas da categoria, podemos citar o antúrio e o lírio. Se seu sonho é ter uma dessas espécies, procure um espaço um pouco afastado dos raios de sol.

As dicas acima servem para qualquer pessoa que deseja cuidar de plantas. Só porque você é um jardineiro iniciante, porém, não quer dizer que não pode arriscar. Se está planejando um espaço amplo, com frutos e muita cor, comece logo do alto. Com o cuidado correto, em breve as plantas vão trazer muita alegria para o seu lar.

Rosas

3. Como montar um jardim: prepare o solo

Continuando o guia de como fazer um jardim simples, é hora de preparar o solo. Esse passo é importante pois, além da luz, a terra é outra fonte de energia e nutrição para as plantinhas.

Nesse ponto, é importante informar que há plantas que precisam de solos diferentes.

Por isso, é necessário pesquisar se as espécies escolhidas possuem alguma particularidade quando o assunto é a terrinha. De maneira geral, devemos lembrar:

Limpeza do solo

Sempre que começamos algo novo, é bom fazer uma boa faxina. Na jardinagem, não é diferente!

Antes de começar a plantar, retire galhos, folhas e ervas daninhas. Esses elementos podem influenciar e até atrapalhar sua plantação. Pedras também podem ser retiradas. Elas até são aliadas na jardinagem, mas é melhor colocá-las depois do plantio.

Aerando a terra

Se você observar uma terra sem plantas, vai verificar que ela é dura e seca, muito diferente da terra fofinha de outros espaços, certo?

Isso porque ela precisa ser aerada. Esse processo oxigena o solo, além de deixar a terra mais fofinha para receber as plantas. Você pode fazer com um ancinho, dependendo do tamanho do espaço. Se a terra estiver muito dura, a dica é umedecer com água antes de começar o processo.

Colocando as vitaminas

Até mesmo um jardineiro não profissional sabe que o solo precisa ser rico para as plantas crescerem fortes, né? Para deixar esse espaço perfeito para suas plantinhas, o adubo é essencial.

Hoje, é fácil encontrar diversas opções de adubo em lojas especializadas, como a Petz. Procure a que mais combina com seu jardim e é só botar a mão na massa, ou melhor, na terra!

Lembre-se que o solo será o lar de suas plantinhas. E, diferentemente de outros seres vivos, elas não conseguem fugir quando não gostam de sua casa. Por isso, prepare bem para deixar tudo impecável para o seu jardim.

4. Iniciando a plantação

Após deixar a terra perfeita para receber as plantinhas, é hora de finalmente plantar!

Esse processo pode parecer simples, mas, na verdade, envolve alguns detalhes. Em primeiro lugar, é necessário saber se você irá utilizar sementes ou mudas. Cada uma tem suas particularidades, e vale a pena escolher bem.

Sementes

São mais baratas, mas demoram mais para crescer. Para utilizar sementes, o ideal é fazer a germinação prévia. Você pode fazer como nas escolas infantis: molhando um pouquinho de algodão e colocando a sementinha lá.

Porém, também é possível plantar diretamente na terra e esperar suas belezinhas crescerem. Apesar de ser mais demorado, com as sementes você acompanha todo o belo processo de crescimento de suas plantinhas.

Mudas

As mudas são plantas já crescidinhas, que podem ir diretamente para o solo. Apesar de serem mais caras do que as sementes, aqui você já vê o que está levando. Cuidando bem de uma mudinha, logo ela estará grande e florescendo.

Após decidir qual tipo de plantação é o mais indicado para o seu caso, é hora de colocar suas amigas na terra. Faça o processo com cuidado, sempre utilizando as ferramentas essenciais para jardinagem.

Flores pequenas com pétalas roxas.

5. Fazendo a manutenção do jardim

Aprender como montar um jardim pequeno ou grande pode não parecer difícil, mas esse é só o início do trabalho. Para manter sua área verde bonita e florida, uma boa manutenção é essencial. Confira outras etapas do processo!

Rega

Este é o passo mais lembrado e, talvez, o mais importante. Plantas precisam de água para crescerem fortes e felizes. Portanto, verifique qual o perfil de rega de cada uma das espécies escolhidas e faça isso com cuidado.

Poda

Outro processo comum da jardinagem, a poda pode parecer um pouco avançada para um jardineiro de primeira viagem. Ela é necessária para revitalizar a plantinha!

Para uma boa poda, tenha uma tesoura específica e corte sempre na base do galho. Assim, sua planta poderá gastar suas energias nos locais que realmente são necessários.

Fertilizantes

Água, sol e terra são o suficiente para as plantas crescerem. Mas, de vez em quando, elas precisam de uma ajudinha extra! Aí entram os fertilizantes. Esses complexos vitamínicos dão mais energia para suas plantinhas ficarem ainda mais lindas.

Parasitas

As ervas daninhas sempre crescem novamente, e por isso é necessário ficar de olho. Um período mais descuidado e elas podem comprometer a saúde de seu jardim. O mesmo vale para insetos e outros parasitas. Para todos os efeitos, fique atento às pragas de jardim para manter proteger a sua área verde.

A manutenção de um jardim pode parecer complicada, mas depois de um tempo vai virar um processo terapêutico. Tirar um momento para cuidar das plantas vai ser ótimo não só para elas, mas também para você relaxar. Curta esse espaço que você tanto sonhou!

Quer ficar por dentro de mais dicas super legais de jardinagem? Aqui no blog você encontra várias publicações sobre o mundo maravilhoso das plantas. Acompanhe as novidades!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *