Marcação de Território

Postado por PETZ, em 23/05/2016

Bem-Estar
Marcação de Território

marcacaoterritorio

A marcação de território dos animais é um comportamento extremamente natural de cada espécie, com algumas particularidades entre elas.

Esse posicionamento do pet se dá pela urina, fezes, glândulas ao redor da boca (nos felinos), glândulas entre os dedos entre outros.

É por meio dessa atitude que os animais se comunicam entre si. É comum que seu cachorro cheire os excrementos dos outros que já passaram por lá. Eles conseguem identificar uma fêmea no cio por exemplo, um cão dominante ou um bem simpático que tenha passado por lá.

Agora, marcação de território dentro de casa pode ser um incômodo muito grande para o dono. Mas, para que possamos resolver a situação, devemos entender o que está acontecendo com o pet.

Existem cães muito inseguros que urinam pela casa toda, principalmente quando estão sós. Geralmente, os donos acham que o cachorro fez por birra, só porque foi deixado sozinho, mas isso acontece para que ele possa deixar o local com seu próprio cheiro e, sendo assim, eles ficam mais seguros e autoconfiantes.

Também temos aqueles que entendem que quando urinam fora do local chamam a atenção do seu dono.

Quando colocamos algum objeto como tapetes, móveis, ou até outros cães e visitas dentro de casa, geralmente seu cachorro acaba soltando um xixi fora do lugar, ou até em cima do objeto para deixar seu próprio cheiro e mostrar que chegou ali primeiro.

Nos casos dos gatos, é bem semelhante aos cães, principalmente quando o ambiente é mudado. Como são animais que não gostam muito de coisas diferentes, uma simples mudança da cadeira de um cômodo para outro é sinal de preocupação para seu felino. O “se esfregar” em uma visita é visto como um “bem-vindo” para nós, sendo que para o gato é “você me pertence”.

E como controlar a marcação de território?

Como protocolo, um animal que demarca precisa ser castrado. Porém, mesmo castrados, alguns continuam a demarcação. Para diminuir essa probabilidade, castrar antes da maturidade sexual ajuda muito, pois o comportamento não foi moldado.

Adestrar seu animal mostrando limites, melhorando sua autoconfiança, reforçando positivamente quando fizer no local correto com orientação de um profissional são atitudes imprescindíveis para uma melhor convivência na família.

Por Katia De Martino, adestradora da Cão Cidadão.
Criada por Alexandre Rossi, a Cão Cidadão atua há mais de 15 anos com adestramento e comportamento animal. Oferece adestramento em domicílio, consultas comportamentais, além de uma agenda mensal de cursos e palestras. Tudo isso com muito amor e respeito. Para saber mais sobre a Cão Cidadão, entre em contato com a Central de Atendimento, pelos telefones (11) 3571-8138 (São Paulo) ou 4003-1410 (demais localidades). Acesse o nosso site: www.caocidadao.com.br.

 

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *