Gatos na caixa de transporte

Postado por PETZ, em 09/11/2015

Bem-Estar
Gatos na caixa de transporte

caixatransportegato01

Quando precisamos levar o nosso felino de um lugar para outro, nada mais seguro do que uma caixa de transporte, não é mesmo? Mas você sabe como utilizá-la sem estressar o animal?

Para que os gatos se sintam acolhidos, confortáveis e seguros, precisamos acostumá-los à caixa com calma, paciência e carinho, antes de sairmos com eles para a rua. Você sabia que os gatos acostumados com a sua caixinha correm menos riscos de terem um ataque de pânico e de ficarem estressados durante o passeio?

Por isso, vamos aqui explicar como fazer essa adequação corretamente. Vamos lá?

Início

 Primeiro, devemos escolher uma caixa de acordo com o tamanho do gato. Ele deverá conseguir se esticar, girar e deitar com tranquilidade e conforto dentro dela. O material da caixa também deve ser escolhido da maneira que mais agradar o seu pet. Depois disso, é hora de mostrarmos ao bichano.

Apresentando a caixa ao gato

Coloque a caixa no ambiente preferido do gato, pois isso instigará a curiosidade dele, deixando-o seguro para “descobrir” onde está a caixa. Provavelmente, o seu pet cheirará a caixa, ficará andando ao redor dela e se esfregará. Isso é ótimo! Deixe-o fazer isso pelo tempo que ele quiser, sem pressa alguma.

Depois dessa etapa, é hora de mostrar a parte interna da caixa para o bichano. Sugiro que ponha um paninho, um cobertor ou algo que tenha o cheiro dele dentro da caixa, e coloque também, de forma alternada, petiscos e os brinquedos favoritos para que ele tenha a curiosidade de entrar e conhecer aquele local. A erva do gato (Catnip) costuma ajudar muito. Deixe essa descoberta acontecer por alguns dias até que ele se acostume com a caixa.

caixatransportegato02

Depois dessa etapa, quando ele já estiver completamente familiarizado com a caixa, entrando e saindo tranquilamente, vamos acostumá-lo com a porta fechada. Coloque-o dentro dela, feche a porta, dê um petisco e depois a abra. Essa adaptação deve ser lenta e gradual. Conforme ele for se adaptando, aumentamos o tempo entre um petisco e outro.

Logo ele estará acostumado e tranquilo dentro da caixinha, e vocês poderão passear e levá-lo aonde quiserem com tranquilidade.

Espero que tenham gostado e até a próxima!

Por Mariana Taioli, adestradora da equipe Cão Cidadão.

Criada por Alexandre Rossi, a Cão Cidadão atua há mais de 15 anos com adestramento e comportamento animal. Oferece adestramento em domicílio, consultas comportamentais, além de uma agenda mensal de cursos e palestras. Tudo isso com muito amor e respeito. Para saber mais sobre a Cão Cidadão, entre em contato com a Central de Atendimento, pelos telefones (11) 3571-8138 (São Paulo) ou 4003-1410 (demais localidades). Acesse o nosso site: www.caocidadao.com.br.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *