Cachorro pode comer carne crua?

Postado por PETZ, em Atualizado em Mar 5, 2021

Alimentação
Cachorro pode comer carne crua?
Tempo de leitura: 4 minutos

É sabido que os lobos, ancestrais caninos, são animais carnívoros e que dependem da caça para se alimentar. Pensando nisso, se perguntam: será que cachorro pode comer carne crua? Embora a proteína animal seja mesmo o principal ingrediente de uma dieta canina equilibrada, é preciso cuidado com a carne sem cozimento. 

cachorro pode comer açafrão

A carne crua pode conter agentes causadores de doenças não apenas para os cães, mas para toda a família. Além disso, é preciso estar atento aos melhores cortes e à melhor maneira de servir. Continue lendo e descubra se cachorro pode comer carne crua e outras recomendações!

Afinal, faz mal dar carne crua para o cachorro?

Ao longo do processo evolutivo que culminou com o surgimento dos cães como uma nova espécie, as diferenças entre eles e os lobos se alargaram. Tanto é que enquanto lobos são animais carnívoros, os cães têm hábito alimentar onívoro.

Apesar das diferenças, assim como os lobos, os cães têm, sim, uma fisiologia preparada para a ingestão de carne crua. Entre as adaptações que permitem aos cães digerir bem esse tipo de alimento estão caninos afiados, capazes de dilacerar a carne, estômago relativamente grande em relação ao corpo e intestino curto. 

Levando em conta apenas esses aspectos, não haveria problema em dar carne crua para cachorro. O problema está nos temidos micro-organismos causadores de doenças.

De acordo com o Dr. Eduardo Braghirolli, médico-veterinário especialista em nutrologia e metabologia animal, a administração de alimentos crus aos cachorros envolve questões de saúde pública. 

“Estudos demonstram que alguns patógenos presentes nas carnes cruas não são capazes de induzir doenças em cães e gatos, mas podem desencadear doenças em humanos”, diz. 

Como exemplo, ele cita salmonelose, coccidiose e toxoplasmose como algumas das doenças graves que podem não ser manifestadas pelo pet, mas acabar afetando os tutores.

“Vamos a um exemplo”, diz o especialista. “Um tutor tomou o cuidado de utilizar luvas ao oferecer o alimento cru a seu gatinho. Ele limpou todo o local após a alimentação, como foi orientado. Após a refeição, o gato foi para a cama, onde começou a limpeza. 

Bactérias que estavam na boca do gato por causa da carne crua contaminada se espalharam pela pelagem do animal, e o gatinho foi deitar-se no sofá, onde uma criança brinca com o bichano e depois coloca a mão na boca”. Pronto: é o suficiente para que ocorra a contaminação.

Então, cachorro pode comer carne crua. No entanto, por esse motivo, Eduardo diz que, em casa, o melhor é dar preferência à carne cozida em água ou no vapor. Alguns temperos, como sal e até alecrim, ajudam a dar mais sabor ao alimento. 

Como preparar carne crua para o cachorro

Posso dar carne crua para o meu cachorro?”. Devido à maior facilidade em garantir a segurança do alimento, é preferível dar carne cozida para os cachorros. Mas isso não quer dizer que a carne crua nunca possa ser oferecida. 

“Existem modalidades de alimentação em que são utilizados alimentos crus com resultados bastante satisfatórios, porém, no dia a dia, o manejo dessa dieta é um tanto dificultoso”, esclarece o especialista. 

Nesse sentido, uma das primeiras medidas a fim de evitar contaminações é esquecer a ideia de que a carne deve ir diretamente do açougue para o comedouro. “Esses alimentos precisam ser congelados por, no mínimo, sete dias em um freezer que consiga atingir -8°C”, orienta Eduardo. 

Uma vez servida, a carne crua para cachorro deve ser consumida imediatamente em, no máximo, vinte minutos. Caso haja sobras, o alimento deverá ser descartado. Em seguida, higienize bem o comedouro, lavando-o com água e detergente. 

Melhores cortes e carnes para cachorro

Cachorro pode comer carne crua, mas a origem da carne é fundamental para aumentar a segurança dele e de sua família. Portanto, compre apenas de açougues certificados, com garantia de procedência dos alimentos comercializados. Lembrando que a carne deverá ser congelada por no mínimo sete dias.

Quanto à escolha do corte, não é necessário dar ao cão apenas carnes nobres, mas dê preferência aos cortes mais magros, como lagarto, acém, músculo, patinho e coxão duro. O excesso de gordura contribui para o aumento de peso e problemas de saúde. 

Além de carne vermelha, também é possível oferecer frango, porco, peixe e até carne de cordeiro, sempre dando preferência aos cortes mais magros e — importante! — desossados. Especialmente no caso das aves, há o risco de os ossos se partirem, causando obstruções e lesões no organismo dos cachorros. 

Já no caso dos ossos bovinos, lembre-se de que ele nunca deve ser servido após passar por processo de cozimento. “O aquecimento muda a estrutura da composição dos ossos, provocando as lascas que causam acidentes”, alerta o Dr. Eduardo Braghirolli. Seguindo essas dicas, pode dar carne crua pro cachorro!

cachorro pode comer canela

Aqui, no blog da Petz, você pode aproveitar outros conteúdos como esse para enriquecer a dieta do seu cãozinho com segurança! Acesse nossos textos e garanta a saúde do seu pet.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *