Uma cena muito comum nos dias de hoje é ver um cachorro no carro, não é mesmo? Alguns pets mal esperam o momento de entrar no veículo e logo correm para a janela, onde passam longos momentos com a cabeça para o lado de fora.

Apesar de ser reconfortante ver ser filho de quatro patas se divertindo tanto, será que este hábito faz mal para o cachorro? Quais são os riscos de deixar seu cachorro ficar com a cabeça do lado de fora da janela? Venha conosco e descubra!

Deixar o pet com a cabeça de fora no carro faz mal?

Muitos motoristas utilizam óculos de sol e bonés para dirigir. Isso ocorre porque é necessário proteger nossos olhos quando enfrentamos temperaturas muito altas e que podem ser prejudiciais para a nossa saúde.

Agora, imagine: se para nós pode ser perigoso viajar com a cabeça desprotegida, imagina para os cachorros! E isso se torna ainda mais grave para os cães menores e mais novos. Por isso, por mais que seu amigo adore, não é recomendado deixar a janela aberta com seu pet no carro.

Riscos de viajar com a cabeça na janela

Quase todos os cachorros adoram a sensação do vento em seu rosto durante viagens de carro, mas há muitos riscos em deixar que seu amigo faça isso. Entre os principais perigos, vale lembrar:

  • Insetos, poeira, sujeira e pedras podem voar no rosto ou nos olhos do pet. Essa é uma área sensível e um impacto como esse pode gerar grandes danos no cachorro;
  • As orelhas ficam muito expostas. Com o movimento que o vento causa, as orelhas podem ficar irritadas e machucadas. Para os cachorros de orelhas menores, a exposição a tanto vento pode gerar até mesmo inflamações,
  • O cachorro pode pular do carro em alguma parada e sofrer um acidente de trânsito! Ou, pior, em uma curva ou freada brusca, o pet pode ser arremessado para fora e se machucar gravemente!

Viu como não é seguro deixar seu amigo olhando pela janela? E o mesmo vale para os que deixam os pets na área de carga em caminhonetes ou pick-ups. A exposição ao vento e aos movimentos bruscos do veículo podem ser ainda mais perigosos para o pet.

Meu cachorro não gosta de viajar. Posso levar ele no colo?

As viagens de carro dividem os pets: alguns adoram, outros odeiam cada minuto dentro do veículo. Só de perceberem que vão ter que entrar no carro já ficam nervosos e estressados.

Eles passam mal e até sentem enjoo. Por isso, em alguns casos, eles se sentem mais seguros no colo do tutor. Porém, esse hábito é muito perigoso, o que torna inviável o motorista ou o passageiro levar o cachorro no colo.

Mesmo que seu amigo de quatro patas seja de pequeno porte e possa ser levado no colo facilmente, essa prática não é recomendada.

O pet pode distrair o motorista e prejudicar a viagem. Outro ponto é que, em caso de acidentes ou movimentos bruscos, o cachorro não estará protegido e poderá colidir contra o vidro ou outra parte do veículo, machucando-se gravemente. Assim, busque sempre viajar com seu amigo de maneira segura e protegida.

Como levar cachorro no carro da maneira correta

Se nós precisamos nos preocupar com nossa segurança em qualquer passeio de carro, o mesmo vale para cachorros. Para pets de pequeno porte, as caixinhas de viagem podem ser uma boa opção. Para os maiores, hoje em dia existem cintos de segurança para cachorros adaptados, que podem ser utilizados para proteção.

Na Petz, é possível encontrar capas protetoras que, além de limitar o espaço do pet, ainda evitam que o banco se suje com pelos ou xixi. E você, como protege seu filho de quatro patas na hora de viajar? Conte nos comentários!