Você sabe quanto tempo vive um peixe?

Postado por PETZ, em 14/07/2019

Bem-Estar
Você sabe quanto tempo vive um peixe?

Você comprou o bichinho, e em pouco tempo ouviu falar que peixes de aquário morrem rápido. Calma! Não há motivos para desespero. Afinal, diversos fatores influenciam quanto tempo vive um peixe, de acordo com a espécie, as condições ambientais e a presença ou não de predadores.

De acordo com a médica-veterinária da Petz, Dra. Mariana Pestelli, o mais natural é que os animais em cativeiro tenham expectativa de vida maior do que os animais que habitam na natureza. Mas, afinal, quanto tempo vive um peixe de aquário?

Fatores que influenciam em quanto vive um peixe

Responder quanto tempo vive um peixe não é uma tarefa fácil e não existe uma resposta exata. Até porque, são diversas espécies de peixe, cada uma com suas características.

No entanto, de maneira geral, a ciência acredita que, para saber se um peixe viverá mais ou menos que os outros, é preciso observar três aspectos principais: tamanho médio da espécie, os indicadores reprodutivos e os fatores ambientais.

Tamanho médio da espécie

Embora existam exceções, no geral, quanto maior é a espécie, mais lento é o metabolismo. Logo, essas espécies levam mais tempo para envelhecer.  Para os cientistas, isso explica por que carpas tendem a viver bem mais que as espécies de peixe de aquário pequeno, como o peixe betta.

Indicadores reprodutivos

Biologicamente falando, um dos principais objetivos dos indivíduos é passar seus genes adiante, para garantir a preservação da espécie. Assim, cientistas acreditam que a forma de reprodução dos peixes também teria impacto na longevidade deles.

Nesse sentido, acredita-se que espécies ovíparas, aquelas que colocam ovos, vivem mais que as vivíparas, nas quais o peixe se desenvolve dentro do corpo da mãe.

Fatores ambientais

A alimentação adequada, manutenção dos parâmetros da água, ausência de predadores, etc. Tudo isso contribui para que um peixe tenha mais qualidade de vida e longevidade.

No caso das espécies de peixes de aquário, isso é super vantajoso. Afinal, todo o ambiente pode ser facilmente controlado, proporcionando mais qualidade e expectativa de vida para o bichinho.

Estimativa de quanto vive um peixe de algumas espécies

Agora você já está por dentro dos principais aspectos que impactam a estimativa de vida dos peixes, é hora de saber quanto tempo vivem, em média, algumas das espécies de peixes mais comuns nos aquários. Confira:

  • Betta: 2 a 3 anos;
  • Guppy ou lebiste: 3 a 5 anos;
  • Acará-bandeira: 10 anos ou mais;
  • Molinésia: 4 a 6 anos;
  • Paulistinha: 5 anos;
  • Kinguio: 10 a 30 anos;
  • Tetra neon negro: 3 a 5 anos;
  • Oscar: 10 a 18 anos,
  • Cascudo: 7 a 15 anos.

Dicas para aumentar quanto tempo vive um peixe em aquários

Deu para perceber como a estimativa de vida varia muito entre os tipos de peixe de aquário, não é mesmo? Para garantir que todas elas passem o maior tempo possível ao seu lado, é essencial providenciar a elas um ambiente apropriado.

Por isso, separamos quatro dicas para que seu peixinho tenha uma vida longa e muito feliz.

1. Reproduza o habitat de cada espécie no aquário

Dependendo de sua origem, mesmo os peixes de água doce no aquário, cada espécie se adapta melhor a determinada condição de temperatura, pH, luminosidade e até de disponibilidade de oxigênio.

É importante respeitar tais características para evitar desequilíbrios no metabolismo do peixe, o que pode afetar seu sistema imunológico, logo, a sua expectativa de vida.

2. Mantenha os parâmetros da água

Tão importante quanto assegurar que as condições do aquário estejam de acordo com as necessidades de cada espécie na montagem do aquário, é mantê-las sempre estáveis.

Para isso, é imprescindível que você faça testes de água semanalmente e providencie as correções necessárias por meio de condicionadores ou trocas parciais de água.

3. Forneça alimentos de qualidade e em quantidades adequadas

Como é verdade para todos os animais, uma nutrição balanceada ajuda a manter os peixes bonitos e saudáveis. As lojas especializadas, como a Petz, onde encontramos rações prontas para diferentes espécies, são uma grande vantagem.

Mas, fique atento às quantidades! Afinal, o excesso de comida pode ficar acumulada no fundo do aquário, liberando amônia, uma substância tóxica que pode colocar em risco a vida dos peixes.

4. Cuidado com a compatibilidade de espécies

Quanto tempo vive um peixe está totalmente relacionado com a presença de predadores. Pensando nisso, tome cuidado para não colocar peixes briguentos e territorialistas com outros peixes no mesmo aquário.

Na dúvida, pergunte a um especialista quais espécies podem compartilhar o espaço sem problemas. Nas clínicas da Petz, você encontra uma série de médicos-veterinários para te auxiliar.

Agora que você já tem uma ideia de quanto tempo vive um peixe, que tal garantir a ele maior tempo de vida com equipamentos e acessórios de qualidade? Entre no site da Petz e confira as melhores opções de produtos para aquário!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *