Pode dar banho em cachorro com detergente?

Postado por PETZ, em Atualizado em Dec 11, 2020

Banho e Tosa
Pode dar banho em cachorro com detergente?
Tempo de leitura: 4 minutos

O amor que sentimos pelo pet e que ele nos retribui é incomensurável. No entanto, atender a todas as necessidades de um cachorro tem seu custo. Além de despesas com visitas regulares ao veterinário, é preciso garantir outros cuidados. Mas, a fim de economizar, pode surgir a dúvida: será que pode dar banho em cachorro com detergente?

cachorro tomando banho

Isso porque, além de gastos com veterinário, é necessário oferecer alimentos, brinquedos e outros cuidados essenciais que geram gastos. Assim, será que pode dar banho em cachorro com detergente em vez de produtos próprios para cães? Continue lendo para saber se dar banho em cachorro com detergente faz mal!

Banho em cachorro com detergente: mito ou verdade?

É mito que não faz mal dar banho em cachorro com detergente. Destinado à limpeza de objetos geralmente resistentes, esse tipo de produto não é desenvolvido pensando no pH e em outras características da pele do cachorro. Pelo contrário! 

Por se tratar de um produto com pouco valor agregado e que deve ser capaz de remover gorduras pesadas e sujidades, os detergentes geralmente contêm grandes quantidades de componentes químicos muito fortes, como sal de amônio quaternário e ácido sulfônico. 

Além disso, uma vez que tais produtos devem ser comercializados por um preço relativamente baixo, os detergentes comuns não costumam trazer muitos ingredientes naturais hidratantes em sua fórmula.

Ou seja, se está se questionando se pode dar banho em cachorro com detergente, saiba que além de ser um produto muito forte, cujo objetivo é dissolver completamente a gordura e outras substâncias —  o que no caso da nossa pele e da pele dos cachorros não é recomendado —, o detergente não repõe a hidratação. 

Isso ajuda a explicar porque é comum sentir que as mãos estão ressecadas após lavar a louça. No caso dos cachorros, a combinação de componentes químicos muito fortes com ausência de hidratação contribuem para problemas como pelagem opaca e quebradiça, dermatites, aumento na produção de sebo, mau-cheiro, entre outros. 

Nesse caso, por que é recomendado usar produtos específicos, como shampoo e sabonete para dar banho em cachorro? Basta percorrer a sessão de higiene de um supermercado para constatar que podemos escolher entre diferentes tipos de sabonete. Entre eles, sabonetes para bebês, corpo, mãos, partes íntimas, rosto, etc.

como-dar-banho-em-cachorrinho

Pode parecer pura estratégia de marketing, mas existe, sim, uma base científica para isso. Ocorre que, mesmo em se tratando da epiderme, as diferentes partes do corpo possuem diferentes características e necessidades. É só pensar em como a pele do rosto ou do couro cabeludo costumam produzir mais oleosidade do que o restante do corpo. 

E se a necessidade já não é a mesma para todas as partes do nosso corpo, imagine para uma espécie diferente ou a diferença entre um sabonete para objetos ou para cães? Portanto, não pode dar banho em cachorro com detergente neutro.

Shampoos e condicionadores específicos para cachorros são desenvolvidos levando em conta fatores como pH e a oleosidade natural da pele dos cachorros, que também é uma forma de proteção. Mais do que apenas promover a limpeza, dissolvendo gorduras e outras substâncias, esses produtos têm como objetivo manter essas características em equilíbrio. 

Esse cuidado é fundamental para evitar a proliferação de micro-organismos, alergias e também o temido efeito rebote. Este pode ocorrer quando, para compensar os efeitos da remoção do sebo natural, o organismo do cachorro passa a produzir ainda mais gordura para se proteger. 

Resultado: com o tempo, o amigo de quatro patas vai ficando cada vez mais malcheiroso e sujeito a problemas de pele decorrentes da produção de sebo exacerbada. Sendo assim, ao se questionar “posso lavar meu cachorro com detergente?” a resposta com certeza é não!

Vale destacar, também, que hoje em dia os shampoos e condicionadores para pets têm muito mais funções do que apenas promover a limpeza dos nossos amigos. Em lojas especializadas, é possível encontrar opções que servem para evitar a formação de nós, hidratar, branquear os pelos brancos, etc. 

Sem contar as opções para uso específico e/ou medicamentoso como produtos anti-ectoparasitas, hipoalergênicos ou para cães com problemas dermatológicos. Estes devem ser usados apenas com recomendação de um veterinário. 

Banho com detergente para acabar com as pulgas: mito ou verdade?

Este é mais um mito que tem circulado com insistência pela internet. Não caia nessa. Por mais que seja composto por substâncias químicas agressivas, o uso de detergente põe em risco a saúde do cachorro e não garante a eliminação completa de ectoparasitas e seus ovos. 

Para acabar com o problema, o melhor é administrar um antipulgas próprio para cães. Disponíveis em diferentes formatos, como comprimidos e pipetas, estes penetram na corrente sanguínea do cachorro, matando os parasitas e deixando o pet protegido. Em alguns casos, o veterinário também pode recomendar o uso de shampoos antipulgas.

Na hora de adquirir o produto, fique atento às indicações do fabricante referentes à idade e peso do cachorro. Vale lembrar também que o ideal é proteger o pet de maneira preventiva, administrando o antipulgas com regularidade, de acordo com as recomendações do fabricante e do veterinário. 

cachorro depois do banho

Agora que tirou suas dúvidas e sabe se pode dar banho em cachorro com detergente, no blog da Petz, confira outros assuntos de grande importância para o bem-estar animal.

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *