Asma em cachorro: saiba como fazer o diagnóstico e tratar a doença

Postado por PETZ, em Atualizado em Jul 15, 2020

Cachorros
Asma em cachorro: saiba como fazer o diagnóstico e tratar a doença
Tempo de leitura: 3 minutos

Você já ouviu falar em asma em cachorro? Mais comum em gatos, a asma é uma doença respiratória crônica que dificulta a passagem de ar pelas vias aéreas, causando tosse, falta de ar, chiado e sensação de aperto no peito.

Entre os principais gatilhos das crises asmáticas está o contato com alérgenos que estão presentes no ambiente. A seguir, vamos saber mais sobre a asma em cachorro, como reconhecê-la e o que fazer para diminuir as crises.

Asma canina: ela pode afetar todos os cachorros?

Caracterizada pela broncoconstrição, isto é, pelo estreitamento dos brônquios, a asma é resultado de uma hipersensibilidade a alérgenos ambientais. Portanto, todos os cachorros, incluindo aqueles sem raça definida, podem apresentar o problema. Isso vai depender da reação de cada organismo.

No entanto, por conta da anatomia das vias aéreas, algumas raças têm mais predisposição à asma em cachorro. É o caso, por exemplo, de shih-tzus, pugs e bulldogs.

“Os cães braquicefálicos (de focinho achatado) costumam ser os mais afetados pelas doenças respiratórias, porque o focinho deles não funciona como deveria para o aquecimento e a umidificação do ar, nem para o filtro de sujeiras”, explica o médico-veterinário da Petz, Dr. Italo Cássio Silva de Oliveira.

Conheça as causas da asma em cachorro

A asma em cachorro é um problema crônico que, como visto, afeta cães com hipersensibilidade a alérgenos e/ou com sistema respiratório menos desenvolvido.

Seja como for, no cachorro com a doença, ela não se manifesta de maneira contínua, e sim em crises que ocorrem a partir do contato com alérgenos ambientais.

O Dr. Ítalo explica que alguns dos alérgenos mais comuns são grama, pólen, poeira, fumaça e soluções químicas (como produtos de limpeza com componentes muito fortes, sprays de cabelo, perfumes, desodorantes etc).

Por isso, se seu pet é braquicefálico ou foi diagnosticado com asma, evite o contato dele com essas substâncias. Alguns cuidados com cachorro podem ajudá-lo no tratamento e a diminuir os sintomas da asma.

Descubra os sintomas da asma em cães

Em alguns casos de doenças em cachorro, ele pode passar anos com sintomas leves de asma, como tosses e espirros. Já quando ocorre uma crise, a respiração é comprometida, levando o pet a apresentar um ou mais dos sintomas abaixo:

  • Tosse;
  • Engasgos;
  • Dificuldade respiratória;
  • Cianose (coloração arroxeada das mucosas),
  • Posição ortopneica (em cães, caracterizada por pescoço projetado para frente e patas dianteiras esticadas e separadas).

Ao perceber esses sinais, leve seu amigo imediatamente a uma clínica veterinária de pronto atendimento! Por obstruir a respiração, a asma canina é grave e pode ser fatal.

Asma em cachorro: como é feito o diagnóstico e tratamento?

“O diagnóstico da asma é feito com base no exame clínico do paciente e na conversa com o tutor, levando em conta o estilo de vida do cachorro”, explica o Dr. Ítalo.

De acordo com o especialista, alguns exames complementares também podem ser solicitados a fim de confirmar a doença, como radiografias de tórax e exames de sangue.

Ficou confirmado que o pet sofre de asma? Infelizmente, não existe cura para o problema. No entanto, o especialista diz que é possível reduzir os sintomas com alguns medicamentos para cachorro.

Para isso, o médico-veterinário pode recomendar um tratamento para cachorro com uso de corticoides orais ou inalatórios, antibióticos e broncodilatadores.

Como prevenir as crises de asma canina

Mais do que apenas tratar as crises, também é fundamental diminuir o contato do cachorro com os alérgenos desencadeadores da asma. A seguir, separamos algumas dicas:

  • Mantenha a casa ventilada e, se possível, aposte em purificadores de ar;
  • Evite o uso de carpetes e de tapetes, que acumulam poeira e ácaros;
  • Não fume perto do cachorro e mantenha-o sempre longe de fumaça;
  • De preferência, não passe perfume, desodorante, spray de cabelo, entre outros produtos fortes quando o pet estiver no cômodo.

Lembrando que o diagnóstico e o tratamento da asma em cachorro só podem ser feitos pelo médico-veterinário. Em caso de suspeita, procure a clínica Petz ou Seres mais próxima a você!

Compartilhe:

#

Petz

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Petz

#

Aqui você encontra tudo e um pouco mais sobre o incrível mundo animal e fica por dentro dos cuidados essenciais com seu bichinho de estimação, seja para um cachorro, gato, passarinho, hamster, peixes e muitos outros — ou todos eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *